sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Divulgações e selinhos......

Hey minha lindas eu to aqui pra divulgar alguns blogs...
Bom esses blogs são incriveis.....
São os blogs que eu amo ler...
Então queria dividir com vocês....
http://jemistaystrongandlivelife.blogspot.com   --> Dayane
http://jemienelenaparasempre.blogspot.com/   ---> Larissa
http://rbdsd.blogspot.com/ ---> Bazinha
http://jemi-foreverandalways.blogspot.com/ -->Gaby
http://tutty-histories.blogspot.com/ ----> Mandi
http://jemisemprecomvoce.blogspot.com/ --->Maria Clara


Selinhos....






Blogs.....
http://tutty-histories.blogspot.com/ ----> My First Love
http://jemienelenaparasempre.blogspot.com/ ---> That Shold Be Me
http://rbdsd.blogspot.com/ ---> Inevitável
http://jemisemprecomvoce.blogspot.com/  ---> Angel of Death 2
http://jemi-foreverandalways.blogspot.com/ ---> Diario da Demi

Capitulo 45

Quando eu acordei estava sozinha na cama, sentei e olhei ao redor e encontrei meu pai parado na porta me encarando.
_Bom dia._Eu disse sonolenta.
_Bom dia._Ele sorriu._Vou te esperar na sala.
_Tudo bem.
Depois que ele saiu me levantei e fui em direção ao banheiro.Tomei um banho demorado, não querendo descer eu sabia que ele queria conversar sobre o caso dos lobos.E alguma coisa me dava medo apenas em  pensar.Depois de me vestir desci e encontrei meu pai, o Tyler e o Ryan sentados no sofá conversando mais pararam assim que me viram.Me sentei ao lado do Ryan de frente pro meu pai.
_Então...?_Eu disse encarando meu pai.
_Você já sabe sobre o que vamos conversar, não éh?
_È sei sim.E ainda acho tudo isso uma loucura.
_Eu sei que é.
_Nós também não acreditamos no começo Kate.Era ridiculo demais essa historia de lobos, mais agora parece ser a unica explicação e não são só pessoas que tem morrido, nesses ultimos meses varios vampiros morreram por causa deses "ataques" e o ultimo que morreu foi Andrew Moore.._O Tyler disse me olhando.
_Andrew Moore? Quem é esse?_O Ryan perguntou curioso.
_Uau por essa eu não esperava.Andrew não era o "braço direito" do Dan?_Eu perguntei fazendo careta.
_Esse mesmo._Meu pai disse serio.
_E o que o "grande" Dan Moore fez sobre isso?_Eu perguntei realmente interessada.
_Nada._Julie disse enquanto entrava na sala e se sentava ao lado do Tyler._O "grande" Dan Moore não fez nada.
_Como assim nada? Pensei que ele fosse o poderoso chefão._O Ryan disse ironico.
_Mais ele não fez nada.Uma nova especie surgiu, ninguém sabe nada sobre eles.Não sabemos nem como encontrar um deles quem dirá mata-los.Era esperado que Dan não fizesse nada e se eu o conheço bem ele deve estar escondido em um buraco qualquer.Dan pode ser o valentão dos vampiros mais ele também tem medo do desconhecido.
_E agora?_O Ryan perguntou._O que vocês vão fazer?
_Nós não sabemos, como a Julie disse ninguém sabe nada sobre eles.E começar uma luta agora seria idiotice nós com certeza sairiamos perdendo._Meu pai disse se levantando._È melhor esperarmos.
_Esperarmos? Ta falando serio? Vamos esperar enquanto pessoas inocentes continuam morrendo?_Eu disse incredula.
_Não podemos fazer nada pra ajudar Kate.Nós não sabemos nada sobre esse lobos, mais aparentemente eles sabem tudo sobre nós.Sabem como matar um vampiro, procura-los seria suicidio._O Tyler disse me olhando serio.Bufei inconformada, parecia tudo tão absurdo e ridiculo.
_Bom eu vou sair, andar um pouco, to precisando._Me levantei e fui em direção a porta, mais antes que eu a fechasse ouvi o Ryan me chamar.
_Quer compania?_Ele perguntou sorrindo.
_Claro._Ele veio em minha direção e saimos.
Caminhamos pelas ruas, sua mão envolvida em minha cintura.Fiquei observando as pessoas passando e me peguei imaginando qual delas poderia ser um lobo, e eu sabia que o Ryan também estava pensando a mesma coisa....
Quando saí do banheiro encontrei o Ryan deitado na cama observando o teto em silêncio.Seus pensamentos pareciam tão confusos quanto o meu, me aproximei e me deitei ao seu lado.Ele se virou na minha direção e sorriu, acabei sorrindo devolta.Ele acariciou meu rosto e meus olhos pesaram se fechando quase que por vontade propria querendo sentir mais intensamente seu toque.Mesmo com os olhos fechados eu pude sentir sua aproximidade, sua respiração batendo em meu rosto me fazendo arrepiar.E quando ele selou nossos labios meu coração acelerou era como se ele fosse atravessar meu peito, e as borboletas voavam em meu estomago.Uns minutos depois ele se afastou sorrindo.
_Acho melhor dormimos, amanhã temos aula.
_Tem razão.Boa noite Ryan.
_Boa noite.
Ele me abraçou e logo adormeci.
E outra vez tive um daqueles sonhos mais agora eu não estava fugindo dos olhos azuis, dessa vez eu estava na escola parada no corredor.Olhei tudo a minha volta e tudo parecia normal, fui andando ate o refeitorio e todos estavam como de costume sentados com seus amigos conversando.Quando olhei para o fundo do refeitorio encontrei o Ryan e a Mell sentados lá como em todos os dias, mais hoje tinha uma diferença, havia uma garota sentada ao lado do Ryan ela sorria e conversava animadamente com a Mell que também parecia animada.Aquela garota era a mesma do primeiro sonho, e senti meu coração quebrar quando eles se beijaram.A Mellanie sorriu vendo os dois juntos, e derrepente olhou em minha direção mais seus olhos não tinham expressão nenhuma e depois de uns segundos virou na direção deles e continuou conversando e rindo como se nem houvesse me visto.
Quando acordei estava suada e meu coração ainda estava batendo depressa.O Ryan me olhou assustado e sentou ao meu lado.Eu simplesmente o abracei apertando forte, querendo fazer de algum modo que aquele sonho saisse da minha cabeça.Ele me abraçou forte e sussurrava de vez em quando no meu ouvido que tudo estava bem, e ele tinha razão foi apenas um sonho.Me afastei para olha-lo ele acariciou meu rosto limpando as poucas lagrimas que desciam lentamente pelo meu rosto.E o beijo era tudo que passava pela minha cabeça, eu queria apenas esquecer, ele me amava e era isso que importava.Aquilo não ia acontecer.Me aproximei e o beijei, eu precisava provar pra mim mesma que era apenas um sonho.Ele me deitou e se deitou em cima de mim sem deixar de me beijar.E depois de estarmos completamos nus nós viramos um só enquanto ele dizia que me amava.E eu também o amava.



Julie: Que bom que gostou...Postei...E obrigada pelo selinho..



Bom, eu vou postar o proximo amanhã....
Comentem please....
Beijoe...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Capitulo 44

_Pai? Tyler? Meninas? O que vieram fazer aqui?
_Ver vocês?_Meu pai disse como se fosse obvio.
_Vovô._A Mell gritou indo em direção ao meu pai e o abraçando.
_Como você está querida?
_Bem vovô.Bom eu vou pro meu quarto._Ela foi em direção a escada e foi pro seu quarto, nós sentamos no sofá.
_Então como vão as coisas por aqui?_Tyler perguntou me encarando.
_Bem, na verdade estão indo bem melhor do que eu pensei._O Ryan disse se sentando do meu lado.
_Então como foi na Italia?_Eu disse realmente curiosa.
_Incrivel, a Italia é linda vocês deviam ir lá._Julie disse dando um sorriso meio forçado, ela estava meio nervosa e eu via isso.
_Mais vocês não vieram ate aqui só pra me contar o quanto é maravilhoso morar na Italia não éh? Aconteceu alguma coisa?_Eu disse encarando meu pai.
_Sim, aconteceu.
_E o que foi?
_Bom, nós ainda não temos certeza, mais acreditamos que exista outro tipo de clã.
_Como assim pai, outro tipo de vampiro?
_Não querida, não estamos falando de vampiros mais sim de lobisomens.
_Lobisomens? Tá falando serio? Lobisomens não existem.Não podem existir._Eu disse me levantando e indo em direção a janela.O Tyler se levantou e foi em minha direção.
_Coisas estranhas tem acontecido Kate. Estranhas demais.
_Como assim estranhas?_O Ryan perguntou muito confuso.
_Tem ocorrido mortes estranhas.Começou em cidades pequenas e agora está em todas as partes.A vitima tem sempre arranhões pelo corpo, e sempre encontram pegadas perto dos corpos, pegadas de lobos.
_Talvez sejam apenas lobos ou ursos._Eu disse dando de ombro.
_Sei que parece estranho mais não são apenas animais, tem acontecido em varios lugares e com muita frequencia.Houve um caso parecido aqui em Paris a uns dois atras e fico surpreso que você não tenha ouvido falar sobre isso, foi uma garota de 16 anos ela estava voltando da escola quando foi atacada.
_Eu ouvi algo sobre isso na escola._O Ryan comentou interessado.
_Deve ter sido um humano qualquer, lobisomens não existem.
Saí irritada e fui pro quarto, da onde eles tiraram essa historia idiota? Lobisomens não existem.Me joguei na cama e fiquei encarando o teto.Me lembrei dos sonhos que tive e um arrepio me correu pela espinha.Eram apenas sonhos, sonhos que nunca iriam acontecer.Meus sonhos estavam errados dessa vez.
Ouvi o barulho da porta sendo aberta quando olhei vi a Mell me olhando.
_Posso entrar?
_Claro._Ela entrou e se sentou do meu lado.
_Você ta preocupada com alguma coisa?
_Não, eu to bem.
_Não ta bem, eu sei disso.Eu sinto isso._Ela disse colocando a mão em seu peito._Aqui.
_Eu to bem Mell, e agora você tem que se arrumar ou vai se atrasar pra ir ao cinema com suas amigas.
_Tem razão.Eu vou me arrumar._Ela saiu apresada.
Deitei e voltei a encarar o teto.Tudo esta estranho demais, lobisomens? Isso não pode ser real.Aqueles sonhos não podem ser reais.Depois de um tempo acabei adormecendo.....E naquela noite eu sonhei com os dois lobos e isso estava me assustando ate a alma..










Gente eu sei que ta uma merda...
Mais eu queria postar...Ja que tem uns dias que não posto...
Beijoe...

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Capitulo 43

Quando eu acordei eu ainda estava nos braços do Ryan, o que me confortou depois de um sonho perturbador.Aqueles olhos azuis me fizeram ter arrepios e pensar neles agora fez com que meu coração batesse descompensamente, meus olhos se encheram de lagrimas, não foi nada agradavel o sonho que tive e estava rezando pra que não passasse de um sonho.Fora de longe o sonho mais assustador que já tive, e senti meu estomago revirar só em pensar na possibilidade daquilo realmente acontecer.Senti os braços do Ryan me apertando mais forte enquanto ele abria os olhos e quando suas mãos se afastaram da minha cintura bufei em frustração.Ele se sentou na cama e passou as mãos no rosto tentando despertar, e o olhando agora não pude deixar de pensar no sonho que tive, quando ele estava com outra garota, eu podia sentir seu coração bater depressa, sua respiração ofegante.Ele estava divido entre uma humana e a vampira, e lembrar dele a beijando fez com que meu coração se apertasse, me fez simplesmente querer desaparecer.Quando ele me olhou seus olhos ficaram preocupados, ele se aproximou e tocou meu rosto delicada e suavemente e foi quando percebi que já estava chorando.Eu me joguei em seus braços desejando que ele me fizesse esquecer aquela dor, aqueles olhos que me perturbavam.Ele apenas me abraçou forte e acariciou meus cabelos.
_O que aconteceu amor?_Não consigui responder, só deixei que as lagrimas continuassem a descer.Um tempo depois senti meu coração voltar a bater em seu ritmo normal e as lagrimas secaram.Me afastei um pouco pra olhar em seus olhos, eles me transmitiam carinho e compreensão, e por um instante eu tive a convicção de que fora apenas um pesadelo e não passaria disso, mais no segundo depois o sonho voltara à minha cabeça fazendo meu coração se encher de medo e desespero.
_Ei o que foi?_Ele disse enquanto fazia carinho em meu rosto, bufei ao me arrepiar com seu toque.E agora tudo parecia estar bem, ele estava ali e era isso que importava.Sonho nenhum me faria duvidar disso, foi apenas um sonho, o nosso amor era real e eu sabia disso.
_Não foi nada.
_Não me pareceu ser nada.Não confia em mim?_Suspirei derrotada.
_Foi só um sonho ruim, não quero falar sobre isso.
_Tudo bem._Ele se aproximou e deu um beijo em minha testa._È melhor irmos nos arrumar ou vamos nos atrasar.
_Tem certeza que não prefere se atrasar?_Disse enquanto me sentava em seu colo envolvendo sua cintura com minhas pernas.Ele se aproximou mais e selou seus labios nos meus, ele acariciou minha coxa a apertando de fez em quando fazendo com que eu gemesse em seus labios.Ele apertou mais minhas pernas em sua cintura e levantou e foi me levando em direção ao banheiro, e depois de tirar nossas roupas ele penetrou em mim, me levando ao...., bom acho que céu não seria a palavra certa, aqui estava quente demais pra se tornar o céu, paraíso ou qualquer coisa do tipo, acho que esta mais para o inferno e sinceramente ele ate que me agrada.
Depois do nosso banho, nos arrumamos e descemos em direção a sala, assim que chegamos encontramos a Mell sentada no sofá batendo o pé no chão, sinal que estava impaciente.
_Pensei que não fossem mais descer, vamos chegar atrasados.E eu tenho coisas importantes pra fazer.
_Tipo?_Eu perguntei desinteressada.
_Tipo ver os gatos do time de basquete, hoje é o jogo.
_Jogo? Depois da aula?_O Ryan perguntou me abraçando por trás.
_Não hoje não vai ter aula.
_O que? Eu me arrumei pra ir assistir um jogo idiota e que eu com certeza vou dormir logo no começo? Eu poderia estar fazendo outra coisa mais importante agora.
_Tipo?_O Ryan perguntou com um sorriso malicioso.Eu revirei os olhos e bufei.
_Tipo dormir, eu to cansada.
_Ah! Para de reclamar e vamos logo._A Mellanie disse irritada.Fala serio, era eu que deveria estar irritada.
_Tá vamos.
No meio do caminho encontramos algumas amigas da Mellanie, infelizmente, não que eu não gostasse de ver minha filha com as suas amigas mais elas eram um tanto quanto superficiais estavam sempre falando sobre caras interessantes e quando viam alguma menina que estava com alguma roupa "fora de moda" elas riam e se setiam as maiorais o que me dava nos nervos e sem tirar o fato de que elas estavam dando em cima do Ryan como se eu nem ao menos estivesse ali senti uma vontade enorme de mata-las.E o Ryan pareceu perceber, riu divertido da minha expressão de raiva.Quando finalmente chegamos agradeci mentalmente por elas irem atrás dos meninos do time.Eu e o Ryan fomos ate o refeitorio e nos sentamos em uma mesa qualquer.
_Que garotas estupidas.Fala serio elas são tão futeis quanto uma barbie de plastico.Eu poderia joga-las em uma lixeira qualquer e estaria fazendo um favor e tanto pro planeta.
_Como você é má._O Ryan riu e me abraçou de lado._E muito ciumenta também.
_Ciumenta? Eu?
_Não imagina._Ele disse totalmente sarcastico.Eu ri de sua expressão e o sinal bateu.
_Vem vamos logo pro jogo.
Nós fomos ate a qaudra onde já estava cheia, cheia demais pro meu gosto.Sentamos na arquibancada e esperamos que o jogo começasse logo e quando o time tava entrando vi um cara um tanto quanto "grande".
_Quem é aquele?_Eu disse apontando pro cara.
_O tecnico?_Ele respondeu como se fosse obvio e acabei percebendo que era mesmo obvio já que estava escrito em sua camisa bem grande pra que todos le-sem Técnico.
_Uau ele é grande._Ele disse o olhando boquiaberta e olhei para o Ryan comparando os dois.O Ryan era musculoso mais aquele cara era bem mais muscoloso ate mesmo que qualquer um dos jogadores._È assustador._Eu comentei olhando seu rosto completamente serio, eu não gostaria de encontra-lo irritado.
_Seria engraçado encontra-lo irritado.
_Engraçado?_Eu perguntei o encarando._Tá brincando, deve ser assustador.
_Esta com medo?_Ele desafiou enquanto se aproximava.
_Nunca querido._Me aproximei mais e nos beijamos.Um tempo depois o jogo começou apoiei minha cabeça em seu ombro, tentei prestar atenção no jogo mais meus olhos começaram a pesar então tudo ficou escuro.
Quando abri os olhos eu estava na floresta olhei em volta procurando por algo, ou alguém mais não havia nada.Apenas eu e o barulho do vento batendo nas arvores.Caminhei tentando achar alguma coisa, e derrepente bati em algo e acabei me desiquilibrando e caí no chão.Quando olhei pra frente meu coração começou a bater rapido, rapido demais.Era um tipo de lobo eu sei lá, só sei que ele era grande e seus olhos azuis me davam arrepio na espinha e não era uma sensação que alguém queira sentir.Eu me levantei e saí correndo, não sabia muito bem o que estava fazendo ou o que ia acontecer só sabia que eu ficaria bem se estivesse bem longe dele.Então continuei correndo enquanto ele rosnava atrás de mim, eu não vi um galho que estava caido ou proporcionalmente colocado ali pra me ferrar e tropecei.Eu estava caida no chão enquanto ele se aproximava meu coração batia tão depressa que eu acabei esquecendo como se fazia pra respirar, ele estava perto demais e quando ele estava pronto pra me devorar ouvi um barulho vindo das arvores ao lado, e ele pareceu escutar também já que virou o rosto pra olhar e se afastou um pouco e derrepente saiu outro lobo de lá e pensei que estava mesmo ferrada e que morreria, mais quando olhei em seus olhos fui invadida por uma sensação de segurança e de algum jeito bem estranho sabia que ele me protegeria.O lobo branco de olhos azuis rosnou pro outro e voltou a atenção pra mim e quando ia me atacar ouvi alguém chamando meu nome.
Quando abri os olhos tive vontade de gritar mais o grito ficou preso em minha garganta.Eu podia sentir meu coração bater descompensado quando olhei pro lado lá estava o Ryan me olhando esperando que eu me acalmasse era sempre assim quando eu tinha um sonho que me perturbava ele esperava que eu me acalmasse e depois quando eu me acalmava ele esperava que eu contasse o que aconteceu mais quando eu simplesmente dizia que não queria falar sobre o assunto ele entendia ou pelo menos fingia entender.Depois de algum tempo ele me abraçou e eu voltei a respirar tranquilamente.E quando o jogo acabou nos fomos pra casa e quando chegamos em casa fiquei surpresa ao encontrar meu pai, o Tyler,Mary e Julie sentado na minha sala.
_Pai?....








Bom gente espero que gostem.....
Comentem pra me inspirar....
Beijoe....

sábado, 3 de dezembro de 2011

Capitulo 42

Eu estava jogada na cama, já haviam se passado duas semanas desde que entramos na escola.Tudo estava diferente do que eu havia imaginado.O Jake havia se tornado um grande amigo.E hoje eu e ele iriamos ate sua casa, não sei porque mais ele queria que eu conhecesse sua mãe.Na verdade eu fiquei contente, seria legal conhecer a familia do Jake.Depois de me arrumar, desci as escadas e encontrei o Ryan sentado em um sofá e o Jake em outro.O Ryan não tava com uma cara muito boa.
_Oi gente.
_Oi._Eles disseram juntos.
_Então vamos?_Jake perguntou se levantando.
_Vamos.
Nós fomos ate a porta e saimos.Quando entramos no carro, pude ouvir de longe os pensamentos do Rya.Meu Deus como ele é ciumento.
_Sera que você pode esperar um minuto? Esqueci uma coisa._Eu disse sorrindo.
_Claro.
Saí do carro e fui em direção a casa, assim que entrei encontrei o Ryan sentado no sofá de olhos fechados.Encostei a porta com cuidado e fui lentamente em sua direção tentando não fazer barulho, deixei a bolsa no sofá ao lado e me sentei no seu colo com as pernas envolvendo sua cintura.Ele abriu os olhos e me encarou.
_Não ia sair?_O beijei ignorando sua pergunta.Ele me apertou mais contra si me fazendo dá um leve gemido em sua boca, ele riu.Me separei e sorri.
_Eu preciso ir.Prometo não demorar.
_Tudo bem._Ele se aproximou outra vez e selou nossos labios.
_Tchau._Me levantei e saí.
Assim que entrei no carro o Jake me olhou e começou a rir.Oi? Acho que perdi alguma coisa.
_O que foi? Porque ta rindo?
_Seu batom._Ele disse apontando pra propria boca ainda rindo.Olhei no espelho e meu batom estava todo borrado.Limpei e o olhei.
_Ta melhor?
_Ta.
Durante o caminho conversamos sobre varias coisas, e quando eu estava com Jake era como se ele não fosse só um amigo, era muito mais do que isso.Como se fosse meu irmão, sei lá.Quando chegamos fomos recebidos por um homem bem bonito por sinal e muito parecido com o Jake.
_Kate esse é Scott, meu pai.
_È um prazer conhece-lá querida.
_O prazer é todo meu Sº Scott.
_Sem o Senhor, eu não sou tão velho assim.Só tenho 450 anos._Rimos disso.Quando chegamos na sala encontramos uma mulher com um vestido vermelho, a cor de sua pele palida combinava perfeitamente com o vestido.Seus cabelos escuros e lisos caiam sobre seu ombro e seus olhos eram cinzas, como os meus.
_Kate essa é a minha mãe.
_Olá._Eu disse um pouco envergonhada.
_Olá querida.Não fique envergonhada, sente-se por favor._Ela disse apontando para o sofá.
_Obrigadaa..._Eu disse esperando que ela me dissesse seu nome.
_Elizabeth.
_Obrigada Elizabeth.
_Então Jake me disse que você tem uma filha.
_Sim.
_Como ela se chama?
_Mellanie, mais ela não gosta que a chamem assim ela prefere que a chamem de Mell.
_È um lindo nome.
_Obrigada.Desculpa mais seus olhos são..._Ela me interrompeu.
_Estranhos? Diferentes? Bizarros?_Ela disse fazendo uma careta.
_Eu prefiro dizer que são encantadores._O Scott a olhou e sorriu.
_Na verdade eu ia dizer que são como os meus.E eu não acho estranho, diferente ou bizarro.No começo me incomodava um pouco e eu usava lentes, mais o Ryan gosta deles assim._Suspirei em pensar nas vezes em que o Ryan dizia o quanto amava meus olhos.Eu devia estar com um sorriso estupido no rosto, como sempre ficava quando falo do Ryan, mesmo depois de tanto tempo juntos.Elizabeth me olhou e sorriu gentilmente.
_E ele tem toda razão querida, eles são lindos.
O resto da tarde foi incrivelmente incrivel, Elizabeth, foi o nome que continuou em minha cabeça mesmo depois de estar deitada ao lado do Ryan.Algo nela me é tão familiar, me senti tão bem com eles.Como se eles completassem alguma parte de mim que viveu vazia durante todos esse anos.
_O que foi Kate? Ta tão pensativa._Ele disse acariciando meu cabelo.
_Não é nada.
_Tem certeza?
_Tenho._Empurrei mais meu corpo pra que ele me abraçasse mais forte._Eu amo você.
_Também amo você.
Fechei os olhos e uns minutos depois adormeci.E naquela noite eu tive um sonho estranho, um sonho anormal de todos que eu já tive.Meu coração estava despedaçado, coisas estranhas acontecendo, tudo embaralhado.Um mundo de falsas esperanças me mostrando a verdade, e descubri que pesadelos podem se tornar sua realidade.








Bom, gente ta aí o capitulo.......
Espero que gostem......
Beijemi.....

De volta *...*

Oi meninas sei que fiquei um tempo sem postar.....
Mais eu to de volta....
Alguém aí tava com saudades?
Eu tava morrendo de saudade de vocês.....
Prometo que agora vou postar muito......
Vou tentar postar o 2 capitulo hoje ainda.......
Espero que ninguém esteja me odiando....
Eu queria agradecer por todas que leram e comentaram o 1 capitulo......
Espero que tenham gostado....
E bom queria pedir que vocês seguissem o blog da Elizabeth.....
È otimo.....Eu li e é muito bom.....http://just-my-jemi-wonderland.blogspot.com/
Ta no começo...Mais sério eu amei......
Muito lindinho o jeito que ela escreve.......
E Ah! Liz(Posso te chamar assim?) Posta Logo to curiosa pra saber o que vai acontecer....
Bom estrelinhas comentem muito........Pra mim ter inspiração.....
Beijoe......

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Capitulo 41 *2º Temporada*

Acordei com algum ser que deseja muito morrer pulando em cima de mim.A empurrei e me virei tapando minha cabeça.Eu por acaso já mencionei que detesto ter que levantar cedo?
_ACORDA MÃE.
_Me deixa Mell.
_MÃE hoje tem aula.
_Eu não sou criança, tá legal.E a mãe aqui sou eu._Me sentei na cama a olhei fazendo careta._Querida, tem certeza que quer ir pra escola esse ano.Não quero ser chata, pode deixar pro ano que vem se quizer.
_Mãe eu quero ir pra escola.Conhecer gente nova, ter amigos.Eu nunca tive amigas.
_Eu sou sua amiga._Eu disse como se fosse obvio.
_Não, você é minha mãe.E eu já disse que se você não quer ir eu posso ir sozinha._Bufei, droga ela fazia a mesma carinha de cachorro pidão do Ryan.
_Tudo bem, nós vamos._Ela me abraçou e eu retribui.
_Obrigada mãe.Te amo.
_Também te amo.
_Agora vai se arrumar, to esperando lá embaixo._Ela disse indo pra fora do quarto.Me levantei e fui ate o banheiro, tomei um banho rapido e me arrumei.Assim que desci encontrei o Ryan e a Mell sentados no sofá conversando.
_Então vamos?
_Vamos._A Mell disse toda animada.
_Claro amor._O Ryan disse vindo em minha direção e me deu um selinho.Ri da cara engraçada que a Mell fez.
Nós fomos ate a bendita escola.Você deve estar se perguntando por que eu to fazendo isso se eu odeio escola.A resposta é simples: Mellanie.Ela sempre quiz isso e bom eu não a deixaria sozinha em um lugar cheio de humanos.Não que eu não confie nela, mais ainda assim era arriscado.Nós fomos andando pelo corredor, algumas pessoas nos olhavam eu detestava isso, já a Mellanie dava um gritinho cada vez que algum menino a olhava e sorria.Assim que o sinal tocou fomos pra sala, ficamos em salas diferentes.Fui ate a sala e me sentei no fundo, não estava afim de falar com ninguém.As primeiras aulas foram normais, mais havia algo que estava me incomodando.Um cara sentado ao meu lado, ele não parava de me olhar e alguma coisa em seu olhar não me era estranho.Quando o sinal finalmente bateu senti uma vontade enorme de gritar, me levantei e fui ate o refeitorio.Mais eu acabei esbarro em alguém e quando olhei vi que era o tal "cara" que estava me encarando antes na sala de aula.
_Me desculpa, eu estava distraido.
_Tudo bem.
_Eu me chamo Jake._Ele disse esticando a mão.
_Kate._Sorri.
_Bom, eu tenho que ir.A gente se vê por ai.
_Tchau.
Assim que entrei no refeitorio encontrei o Ryan sentado em uma mesa com Mellanie, que suspirava cada vez que um cara diferente passasse perto dela.Me aproximei e me sentei do lado do Ryan.
_Então como foi a aula de vocês?_Disse enquanto o Ryan envolvia seus braços em minha cintura me puxando pra perto, deitei a cabeça em seu ombro.
_Normal._Ele disse dando um beijinho em meu pescoço.
_Foi incrivel.
_Pelo visto alguém ta muito feliz com a escola.Você me lembra a Emi no primeiro dia de aula._Sorri ao lembrar dela e suspirei, ela fazia falta.
_Deixa de drama, Sº dramatica.E além do mais ela foi viajar e não faz nem um mês.
_Tá sua chata._Ela riu da careta que fiz e derrepenete parou, ficou estatica, seria.Olhei na direção do seu olhar e encontrei uma mesa cheia de garotos.Ai ai, tinha que ser minha filha.
_Quem é aquele cara?_Ela disse praticamente babando.(Who's that boy.Amo essa musica#meignorem.)
_Que cara?_Eu perguntei rindo.
_Aquele de camisa preta.
_Mell acorda tem varios caras de camisa preta._Eu disse como se fosse obvio.
_Aquele ali._Ela disse apontando pro "tal" cara.
_Ah! Eu sei quem é.O nome dele é Jake ele é muito...._Ela me interrompeu.
_Gato._Ela disse sonhadora.
_Eu ia dizer gentil.
_Bom mesmo Sº Katherine._ARGHT. Odeio que me chamem de Katherine.Quando eu ia reclamar o sinal bateu.Salvo pelo congo.Me levantei e fui pra sala de aula.
Bom, a ultima aula era de Educação Fisica.Eu não estava nem um pouco afim de fazer alguma coisa.Me sentei na quadra e algum tempo depois  o Jake sentou ao meu lado.
_Então não gosta de praticar esportes?
_Não mesmo.Então Jake Doyle porque veio pra essa escola?_Ele me encarou serio.
_Como sabe meu sobrenome Sº Watson?_Ele disse brincalhão.
_Não pensei que fosse encontrar outro vampiro nessa escola._Eu disse ignorando sua brincadeira.
_Nem eu.Eu vim por que meus pais estão aqui e você?
_Mellanie, minha filha, é o primeiro ano dela aqui não quis deixa-la sozinha.
_Filha? Uau.Parece assustador._Ele disse fazendo uma careta engraçada.
_Não, acho que é mais assustador do que parece._Disse entrando em sua brincadeira.Rimos e logo depois o sinal bateu, fomos em direção a saída.Nos despidimos e fui pra casa com o Ryan e a Mell.










Bom, gente eu sei que não ta bom.....
Eu realmente não queria postar esse....
Mais to sem criatividade hoje.....
Prometo melhorar no proximo.....
Beijoe e comentem muito....
Preciso de coment's pra me dar inspiração....
Beijoe.....

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Sinopse da 2º temporada..

Eu andava de um lado pro outro dentro daquela sala.Minha cabeça girava.Eu andei ate a porta e a soquei mais como das outras vezes ela continuou intaquita.Nada aconteceu, olhei pelo vidro da porta e havia varios deles do lado de fora me vigiando.Eu não podia ler seus pensamentos, e talvez tenha sido inutil pensar nessa possibilidade.Olhei pro fundo da sala e lá estava ele, sentado no chão com as costas viradas pra parede.Seus olhos virados pro nada, seus pensamentos a um km de distância.Eu apenas continuei a andar, tudo em mim gritava eu precisava sair dali.Derrepente aquela dor em minha cabeça voltou e dessa vez estava mais forte, automaticamente minhas mãos foram parar em minha cabeça.Ele olhou em minha direção e se levantou, foi ate a porta e a esmurrou mais nada acontecia, lá fora eles nem ao menos se mexiam.Pareciam estar paralisados, ate que pude ver aqueles olhos azuis atraves do vidro, eles me encaravam.Senti uma pontada no peito, e derrepente tudo estava perdendo a cor, estava finalmente acabando.Logo minha visão escureceu e eu senti meu corpo bater no chão.Pude ouvir vozes, mais elas estavam longe e confusas e então era mesmo o fim.


Novas pessoas apareceram em suas vidas..                 
_Eu me chamo Jake._Ele disse enquanto esticava a mão.
_Kate._Sorri.




Segredos seram revelados....
_Eu sou sua Mãe.
_Minha o que?...
_Querida sei que demorei tempo demais...


_Isso não pode ser verdade._Senti a raiva tomar conta de mim.
_Kate eu...
_Você mentiu durante todos esses anos.Como pode?....




_Então eles realmente existem?
_Sim e estão mais perto do que possamos imaginar...




_Você é um...
_Lobisomem? Sim.




Sentimentos confusos.Eles continuaram fortes?
_Kate, eu...me desculpa.
_CHEGA RYAN.Eu to cansada._As lagrimas desciam violentamente._Cansada.




E quando algo realmente ruim está acontecendo e todos culpam a pessoa que você ama...
_Kate, eu acho que foi a Mellanie.
_O que? Você só pode estar brincando.Ela não faria isso.
_Kate, é o que tudo indica.




E quando não se pode confiar em ninguém.
_Kate precisa acreditar em mim.
_Eu não confio em você.
_Eu sou sua mãe.
_Não você não é.




E se a vida das pessoas que te magoaram estivessem em risco...O que faria? As perdoaria? Ou se afastaria?
E quando você se encontra no fundo do poço, aonde não há lugar pra luz ou pro amor.O que se deve fazer? Correr em busca de uma saída? Ou apenas se esconder?


_Kate não tem como sair daqui.
_Eu não vou me esconder.








Bom ta aí a sinopse da 2° temporada...
Espero que gostem...
Vão aparecer novos personagens.....
Mais eu não vou colocar aqui...
Quando eles forem surgindo vocês descubriram....
Beijoe....

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Capitulo 40 *Ultimo*

Eles continuaram em silêncio me olhando como se estivessem procurando as palavras certas.
_Então, será da pra me falar o que ta acontecendo?_Eu disse praticalmente gritando.
_Dá ate que dava, mais cara você gritou comigo e eu sou muito sensivel.Eu vou pro meu quarto._Ele disse fingindo estar chorando e subiu as escadas em direção ao quarto.Encarei a Emi esperando uma resposta e pude ouvi-la sussurrar "Eu vou matar o Ryan".
_Então Emi...Por que eu deveria estar no aeroporto?
_Tá legal eu falo.È que a Julie ta indo embora.
_O que?Como assim indo embora?
_Indo, tipo entrando dentro de avião e indo pra outro país.
_Isso não pode estar acontecendo.
_Então o que você vai fazer ficar aqui se lamentando ou vai ir atrás dela e a impedir de ir embora?
_Eu não deixa ela ir embora, não dessa vez._Eu dei um beijo na bochecha da Emi._Obrigada Emi.
_De nada, agora vai rapido.
Fui correndo em direção, meu coração acelerado eu não poderia deixa-la partir não dessa vez.Não sem saber que eu a amo, eu não deixaria que a mesma coisa acontecesse.Eu preciso dela  comigo, ao meu lado.Assim que cheguei andei por todo o aeroporto, ate que encontrei a Kate sentada com a Mellanie em seu colo, mais a Julie não estava ali.Fui correndo em sua direção e ela me olhou triste.
_Cadê ela Kate?
_Ela já foi.Sinto muito Tyler.
Senti meu coração quebrando dentro de mim.Tudo dentro de mim gritava, implorava pra que ela não fosse.Me sentei ao lado da Kate e apoiei meu rosto em minhas mãos e pude sentir algumas lagrimas descerem por meu rosto.
_Tyler eu..._Ela não consiguiu terminar de falar já que interrompida por alguém.
_Kate você não sabe o que aconteceu, acredita que eles me expulsaram do voô.Só por que me irritei com aquele humano idiota que tava sentado do meu lado._A Kate riu, eu levantei o rosto e vi a Julie irritada.Me levantei ficando de frente pra ela.
_Tyler?




Julie....


Ah meu deus.Oque ele estava fazendo ali?
_Tyler?_Ele apenas se aproximou sorrindo.
_Achou mesmo que eu fosse deixar você ir embora?
_Tyler..._Ele me interrompeu.
_Eu não vou deixar você ir embora não dessa vez.Eu te amo Julie._Eu podia sentir sua respiração.Apenas fechei meus olhos e sussurrei.
_Eu te amo Tyler._Então ele selou nossos labios.Tudo era tão magico quando se tratava do Tyler, eu o amo mais do que alguém possa imaginar.




2 meses depois....


Kate...


Era bom saber que tudo estava finalmente resolvido.O Tyler e a Julie estavam felizes juntos e formavam um lindo casal.Meu pai finalmente aceitou a Julie.Nós estavamos felizes, todos nós.
Eu, Ryan e a Mellanie estavamos sentados olhando a cachoeira.Eu estava sentada entre as pernas do Ryan e a Mellanie deitada no meu colo.
_È tão bom estar aqui com você Ryan.
_È bom estar com você, em qualquer lugar.
_Hum..Eu amo você, sabia?
_Sabia.Eu eu também amo você.
_Agora que decidimos nos mudar, já posso imaginar eles discutindo na sala._Bufei, eu me irritava sempre.
_Pra onde você quer ir?
_Com você e a Mellanie, qualquer lugar é perfeito._Ele beijou meu pescoço.
Continuamos ali observando as aguas que dançavam enquanto caiam, tudo estava incrivelmente perfeito.E agora tudo ficaria bem, nem Dan, nem ninguém poderia me assustar ou me derrubar se eu tivesse o Ryan do meu lado.E agora eu deva realmente dizer que a felicidade estava "caindo sobre mim".








FIM....




Espero que tenham gostado do ultimo capitulo....
Beijoe...

domingo, 13 de novembro de 2011

Capitulo 39 *penultimo*...

Julie...


Quando ele se afastou, seu rosto estava serio.Em seus olhos eu podia ver tristeza, remorço.
_Desculpa Julie._Ele simplesmente virou e saiu.Senti tudo em mim desabar, eu o entendia.Era a Emile, talvez ele realmente gostasse dela.Senti umas poucas lagrimas descerem por meu rosto.As enxuguei e fui pro quarto me joguei na cama e não pude me conter.Simplesmente deixei que as lagrimas descessem, por que tudo tinha que ser tão complicado.Peguei o telefone e liguei pra Kate.
_Alô?
_Kate, sou eu a Julie.
_Oi Julie, aconteceu alguma coisa?
_Mais ou menos, é que eu tomei uma decisão e queria que você fosse a primeira a saber.
_Então o que é?
_Eu vou ir embora amanhã.
_Ir embora? Amanhã?
_È vai ser melhor assim.
_Mais...._Eu a interrompi.
_Eu só queria que soubesse, me encontra amanhã no aeroporto?
_Claro.Hãn...Eu preciso desligar, a gente se vê amanhã.
_Tà, ate amanhã.


Despois de desligar o telefone voltei a deitar na cama, fiquei ali jogada por um bom tempo.




Tyler.....


Tudo embolado em minha mente, como um jogo de quebra- cabeças que quanto mais eu tento arrumar mais ele se espalha.Eu não deveria ter feito aquilo, não é justo com Emi, não é justo com a Julie.Ah!Julie.Ela deve tá me achando um idiota por ter feito aquilo, mais eu não sei o que deu em mim.Depois de tanto tempo eu simplesmente não consigo fingir ou esconder mais o que sempre senti por ela.Andei pela floresta por um tempo tentando reorganizar tudo dentro de mim.Então decidi ir ate a casa da Emi precisava falar com ela, eu preciso contar o que estava acontecendo, mesmo que depois disso ela nunca mais queira me ver.
Assim que cheguei encontrei a Kate conversando com alguém no telefone e por sua expressão ela estava preocupada, mais não dei muita importancia e fui ate o quarto da Emi.Bati na porta e ouvi um "Entra".Quando entrei a encontrei jogada na cama encarando o teto.
_Oi Emi._Ele se sentou e deu sorrisso.
_Oi.Senta._Ela disse dando um tapinha ao lado de onde ela estava sentada.Eu me sentei e a encarei.
_Então, Emi eu queria....queria...
_Tudo bem Tyler, eu sei o que quer me dizer.Você nunca esqueceu ela néh?
_Me desculpa._Eu disse de cabeça baixa.Ela segurou meu rosto e o ergueu.
_Ei, não precisa se desculpar.Ta tudo bem.Eu entendo você e to feliz por ela te voltado.
_Serio?
_Claro, somos melhores amigos pra sempre lembra?
_Lembro, eu não queria que nada disso tivesse acontecido.Eu sinto muito.
_Tyler vocês se gostam, então não tem nada que pedir desculpa ou sentir muito.
_Mais e nós?_Eu perguntou com medo da resposta.
_Vamos continuar sendo amigos.Sempre.
_Sempre._Eu a abracei e ela retribuiu.
_Então..._Ela disse desfazendo o abraço._Que tal vermos um filme?
_Por mim tudo bem.
Ficamos a tarde toda deitados na cama assistindo filmes, conversando.Era bom saber que independente do que acontecesse a Emi sempre seria minha melhor amiga.
Já estava tarde quando eu voltei pra casa, procurei a Julie pela sala, cozinha, jardim e nada.Fui ate o quarto onde ela estava e quando abri a porta a encontei dormindo.Me aproximei e me sentei ao seu lado, observei seu rosto mesmo dormindo sua expressão ainda transmitia tristeza e eu me odiava por saber que a culpa era minha.Dei um beijo em sua testa.
_Eu te amo Julie.
Logo saí do quarto e fui em direção ao meu, me joguei na cama e logo apaguei.






Kate....


Qaundo acordei eu ainda estava no braços do Ryan, levantei sem fazer barulho pra não acorda-lo.Me arrumei e arrumei a Mellanie e fomos ate ao aeroporto.Assim que chegamos encontramos a Julie sentada em um banco sua expressão era triste, e quando me viu deu um sorrisso forçado.
_Oi, que bom que veio.
_Eu não ia deixar você ir embora sem me dispedir._Ela me abraçou e abraçou a Mellanie que estava em meu colo.
_Eu vou sentir saudade de vocês._Nós nos sentamos.
_Então pra onde vai?
_Eu..._Ela suspirou._Eu decidi voltar pra casa.Já faz tanto tempo desde a ultima vez que os vi e sinto saudades da minha mãe.
_Tudo bem.Eu entendo você.E quando saí seu voô.
_Daqui uma hora, mais ou menos._Ela disse bufando.Eu ri, a mesma Julie estresada de sempre.
_Pensei que o Tyler estaria aqui._Ela apenas abaixou a cabeça._Ah! Entendi ele não sabe néh?
_È.
_Por que não contou que iria embora?
_Por que não faria diferença.
_Julie olha pro que ta acontecendo.As coisas estão se repitindo, você tá indo embora outra vez.E talvez, seja pra sempre dessa vez._Umas poucas lagrimas desciam por seu rosto.Ela as enxugou.
_Tem que ser assim._Ela disse seria mais eu podia ver em seus olhos que estava sendo dificil pra ela.
_Julie..._Ela me interrompeu.
_Desculpa Kate, mais eu não quero falar sobre isso.
_Tá legal.
Ficamos ali sentadas em silêncio, a Mellanie estava deitada no colo da Julie.Eu precisava ajudar ela e o Tyler, eu sei que eles se gostam mais o que eu faço?...




Tyler....


Depois que acordei, me levantei e fui ate a cozinha, peguei uma garrafa de sangue e me sentei no balcão.Pensei em tudo que havia acontecido ontem.Eu preciso falar com a Julie.Levantei e fui ate o quarto dela, mais ela não estava lá.Procurei por toda casa mais nada.Então decidi ir ate a casa da Kate, precisava conversar com alguém.
Assim que cheguei encontrei o Ryan e a Emi sentados no sofá vendo filme.Quando me viram me olharam assustados.

_O que ta fazendo aqui?_A Emi perguntou mega assustada.
_Como assim, o que eu to fazendo aqui? Eu vim conversar, sei lá.
_Pensei que você estivesse no aeroporto._O Ryan disse serio.
_No aeroporto? Por que eu estaria no aeroporto?_Eu perguntei confuso.A Emi e o Ryan se olharam.
_Ela não contou._A Emi disse fazendo uma careta.
_Pelo visto não néh._O Ryan disse como se fosse obvio.
_Não contou o que? E ela quem?....



Nelena e Jemi Forever: Que bom que gostou ...Fico feliz...Fofis néh?....Postando....


Bom gente ta aí o penultimo capitulo...
Espero que gostem muito mesmo..
Beijoe......

sábado, 12 de novembro de 2011

Capitulo 38

Quando acordei eu estava no quarto.Sorri ao imaginar que o Tyler me trouxe pro quarto depois que dormir em seu colo.Me levantei e depois de arrumar fui ate a cozinha e encontrei o Tyler sentado na mesa.Ele parecia tão distante, tão pensativo.Fiquei ali o observando, ate que ele me "acordou" e me olhou.
_Ah! Oi Julie.
_Oi.
_Dormiu bem?_Ele pérguntou enquanto abria a porta da geladeira.
_Dormi e obrigada por ter me levado pra cama.
_Sem problema._Ele disse enquanto me oferecia uma garrinha de sangue.A peguei e me sentei.Bebi todo o liquido que havia na garrafa e notei que o Tyler me encarava sorrindo.
_O que foi?_Perguntei meio sem graça.
_Pensei que nunca mais fosse te ver.Por que foi embora Julie? Senti tanto sua falta._Ele disse acariciando meu rosto.Ele nem podia imaginar o que aquilo tava fazendo comigo, meu coração estava saltitando dentro de mim.Fechei os olhos e deixei que ele continuasse acariciando meu rosto.
_Também senti sua falta._Sussurrei, minha respiração pesada me impedindo de dizer qualquer outra coisa.Abri os olhos quando suas mãos se afastaram de mim.Ele olhava dentro dos meus olhos, como se estivesse tentando encontrar algo dentro de mim, alguma resposta.Ou apenas tentando ver o que aconteceu, ou estava apenas "viajando".
_Então, o que aconteceu? Depois que foi embora.
_Bom, eu fui pra Inglaterra fiquei alguns anos e depois disso fui pra varios lugares, e quando eu estava na Russia encontrei a Kate.
_E sua familia? Pensei que a "voltaria a fazer parte dela".
_Não, eu não voltei.Não o faria, não depois que eu te conheci.Me afastei dos Moores, na verdade Dan me "expulsou" da familia disse que eu era uma vergonha pros Moores, mais eu sempre manti contato com o Oliver._Suspirei ao lembrar do Oliver._E você, pelo visto virou amigo dos Watson._Eu disse sorrindo.
_È, eu os conheci a um bom tempo, na verdade foi quando você foi embora.E acabamos virando amigos._Eu abaixei a cabeça.
_Então você e a Emile são namorados?
_Sim, como você sabe?_Eu o olhei.
_Eu vi como ela ficou quando você disse que eu ficaria aqui.E, além do mais ela te olhava como..._Não pude terminar de falar, ela me acharia uma idiota por ser apaixonada por ele.
_Você..?
_Nada.Esquece.
_Acho que não dá pra esquecer._Ele disse com um sorrisso brincalhão.
_Porque não?_O encarei seria.
_Porque eu sei o que ia dizer.
_Não sabia que agora você podia ler mentes._Eu disse irônica.
_E não posso, mais eu já havia visto isso.
_Tudo bem, você viu tudo que ia acontecer, mais eu não falei nada.
_Mais vai falar.
_Não vou não._Eu disse irritada._Eu não vou dizer que além do mais ela te olhava como eu sempre te olhei._Tapei minha boca quando percebi que falei demais.Ele apenas riu.
_Viu, eu disse que ia falar.
_Idiota._Eu disse dando um tapa em seu braço.Depois de um tempo ele ficou serio e olhou outra vez dentro dos meus olhos.
_Porqure foi embora?
_Porque eu havia "traído" a confiança do Dan, e bom ele poderia matar qualquer um que estivesse entre nos dois e você estava.Por isso fui embora, não por medo do Dan mais com medo que ele te machucasse.
_Você não devia ter se afastado de tudo que mais amava pra me proteger.
_Foi doloroso ter que me afastar da minha familia, mas seria mais doloroso se algo acontecesse com você.
_Por que?_Ele continuava me encarando.
_Você sabe.
_Eu preciso que diga.
_Por que eu te amava._Fechei os olhos não conseguiria encara-lo, não agora.
_Por que não me disse antes?_Ele se aproximou, colando nossos rostos.
_Tyler._Eu sussurrei, já sentia sua respiração bater em meu rosto.
_Shhhiuu..._Ele se aproximou mais e me beijou.Senti meu coração pulando dentro de mim, ele passou as mãos pela minha cintura me puxando mais pra si.Me levantou e fez com que eu sentasse no balcão sem parar o beijo.Eu não sabia o que ia acontecer quando o beijo acabasse mais eu não me importava.




Kate...


Eu estava na sala com a mellanie, ela estava brincando com o Ryan, era incrivelmente bom ver os dois daquele jeito.Tudo estava perfeito, eu estava feliz nada poderia estragar isso agora.Decidi ir ate o quarto da Emi, quando abri a porta a encontrei sentada na cama lendo um livro.Ta legal, lendo um livro? È ela não ta bem.Me sentei ao lado.
_Quer me contar o que houve?
_Quer mesmo me ouvir?_Ela perguntou me olhando seria.
_Sempre._Ela fechou o livro e deitou a cabeça em meu colo.
_Sabe Kate eu andei pensando e acho que vou terminar com o Tyler.
_Porque, vocês se gostam tanto.
_Não mais.Acho que tudo que a gente sentiu um pelo outro meio que acabou.Ainda mais agora que a Julie ta aqui.
_O que tem a Julie?
_Ele gosta dela, sempre gostou desde que eles se conheceram.
_Mais como eles se conheceram?
_Olha eu não sei direito como foi, parece que eles se conheceram em uma floresta e depois de um tempo ficaram amigos e no dia em que ele ia contar que estava apaixonado por ela, ela foi embora.
_Por que ele nunca me contou isso?
_O Tyler nunca te contou,por que ele sempre achou que você ficaria chateada se soubesse.Sabe pelo seu "odio" pelos Moores.
_Sei, mais e agora?
_Bom eu vou conversar com ele.Sempre fomos amigos e quero que ele seja feliz.
_E você?
_Eu tenho vocês ao meu lado e nada mais importa._Ela me abraçou e eu retribui.
Era bom saber que não importa o que acontecesse a Emi sempre seria ela mesma.Sempre deixaria a amizade em primeiro lugar.Eu a amo mais do qualquer, vampira maluca e desgorvenada.Essa era minha irmã.








Bom gente ta aí o capitulo...
Ah ta chegando o fim...
Da primeira temporada....
Espero que gostem....
Beijoe....

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Divulgações...

http://historiasfcdemilovato.blogspot.com
Bom gente esse blog fala de Wemi(Wilmer e Demi)
Eu realmente não gosto de Wemi, mais ta aí o blog pra quem gosta...
Sigam e divulguem....

Bom eu também queria divulgar o blog das minhas amigas...(que por acaso também é meu..kkk)
http://alwaysbadgirls.blogspot.com
Entrem sigam e divulguem.....
Esperamos que vocês realmente gostem....


Beijoe....

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Capitulo 37

_Pai, ela é minha amiga.
_Amiga? Ela é uma Moore, ou você já esqueceu de todas as coisas que os Moores fizeram?
_Não pai, eu não esqueci.Mais eu também não esqueci dos Moores que ajudaram.A Julie que me ajudou nesses meses em que eu estava na Russia.E eu não vou esquecer do Oliver..._Pude sentir as lagrimas descerem cada vez mais rapidas._Do Oliver que morreu...pra me salvar._Sussurrei a ultima parte, ainda doía saber que era minha culpa.
_Oliver está morto?_A Emi perguntou incredula.
_È ele tá._Ele disse enquanto me sentava ao lado do Ryan e ele me abraçava.
_Ele só teve o que merecia._Meu pai disse encarando a Julie.
_Desculpa John, você pode dizer o que quizer da minha familia eu não importo, mais eu não vou permitir que fale do Oliver._Meu pai a olhou irritado com seus olhos escuros.
_Quem você acha que é pra me enfrentar dentro da minha casa._Ele foi em sua direção, meu levantei o mais rapido que pude, mais antes que ele pudesse toca-la o Tyler entrou na frente dele o impedindo de passar.
_Desculpa, mais não vou deixar que faça isso.
_Como você...._Eu o interrompi.
_Chega pai, ela é minha amiga e você vai ter que aceitar isso._Ele simplesmente saiu batendo a porta.Todos continuaram em silêncio ate a Julie quebra-lo.
_Bom, acho melhor eu ir.
_Não Julie, você fica aqui.
_Kate, é serio eu nã posso ficar não quero mais causar mais confusão pra sua familia.
_Mais Julie...._o Tyler me interrompeu.
_Ela pode ficar na minha casa.
_Por mim tudo bem_Eu disse animada.
_Tyler eu...._Ele a interrompeu.
_Adoraria ficar na sua casa._Ele disse tentando imitar sua voz.A fazendo rir._ Sabia que ia gostar._Pela cara da Emi ela não tinha gostado muito da ideia.
_Bom, tudo bem eu fico na sua casa Tyler._Ela bufou e cruzou os braços.
_Vem logo senhorita emburrada, nós temos que ir.
_Tá._Disse ainda fazendo bico.Ela veio na direção do Ryan e pegou a Mell que estava em seu colo.Ela rodopiou a Mellanie no ar a fazendo rir._Tchau minha lindinha.
_Xau tia (tchau tia)._Mellanie a abraçou.Ela sorriu e me devolvou a Mell.
_Tchau Kate e Ryan néh? 
_È sim._O Ryan respondeu sorrindo.
Então depois que eles se despidiram, eles foram embora.Ficamos ali por mais um tempo ate que a Mellanie dormiu.Fui pro quarto a coloquei na cama e fui ao banheiro.Me despi e liguei o chuveiro, ouvi o box  sendo aberto, eu sabia que era o Ryan.Quando me virei ele me empurrou delicadamente contra a parede, senti um arrepio ao bater as costas na parede gelada.Ele deu um sorrisso devasso.
_Eu senti sua falta._Ryan disse enquanto beijava meu pescoço.
_Também senti sua falta._Coloquei minhas mãos em seu cabelo os puxando lentamente. Ele me puxou pela cintura me levantando, envolvi minhas pernas em sua cintura.Ele beijava meu pescoço e ia descendo ate os meus seios.Soltei um gemido abafado quando ele deu uma leve mordida em meu pescoço, comecei a arrancar sua camisa, estava tão excitada e todos aqueles botões estavam me irritando verdadeiramente e bom acabei rasgando a camisa.Ryan apenas riu.
_Isso tudo é saudade?_Ele perguntou brincalhão.Eu não respondi apenas o beijei, que deu um pequeno riso abafado.Comecei a empurrar sua bermuda com os pés.Quando sua bermuda já estava no chão, seguida por sua cueca.Ele penetrou em mim lentamente, cravei minhas unhas em seus ombros o fazendo soltar um leve gemido.Prazer, saudade, desejo, vontade, tudo fazendo meu corpo arder e implorar por seus toques, se jogassem fogo ali nesse instante eu não sentiria a menor diferença.Meu corpo queimava, ardia, eu queria mais, e quando o Ryan fez menção de parar, meu corpo estremeceu e se encheu de medo.Medo de que ele se afastasse, eu o puxei e o beijei.Então ele voltou a me enconstar na parede e voltou a aumentar seus movimentos dentro de mim.Logo chegamos ao climax juntos.Nossos corpos estavam molhados mais não só pela agua que caia do chuveiro, descancei minha cabeça em seu ombro.Terminei de tomar banho e deixei que o Ryan terminasse o dele sozinho.Depois de me vesti fui ate o berço e vi que minhas pequena dormia como um angel.Dei um beijinho em sua testa e me deitei, um tempo depois o Ryan se deitou ao meu lado e envolveu seus braços em minha cintura.Fechei os olhos e segurei forte em suas mãos isso era tudo que eu precisava.Estar ali com ele, minha filha, minha familia.Tudo estava em seu devido lugar agora.






Julie......

Logo que chegamos a casa do Tyler, ele me mostrou o "meu quarto", fiquei jogada na cama por um tempo.Pensando em tudo havia acabado de acontecer.Nunca imaginei que encontraria o Tyler depois de tanto tempo, ainda me lembro de quando nos conhessemos.Eu, Julie Moore a mais dura das vampiras, sempre ao lado de seu pai fazendo suas vontades.È engraçado lembrar, eu estava no lugar de sempre, a floresta "dos Moores".Eu sempre ia lá pra me destrair e respirar um pouco.Eu era exatamente como o Dan, eu era fria e só pensava nos humanos como alimento, não que hoje eu os ame, mais eu era dura, forte, ate que um dia eu esbarrei no Tyler na minha floresta.Senti raiva, odio, eu simplesmente o detestei, mais depois de algum tempo quando nós viramos amigos.Me senti uma tola só pelo fato de ter o odiado.Ele me mudou, me fez ser diferente do meu pai, da minha familia.Eu verdadeiramente o amo.Mais depois de tantos anos sem o ve-lo, parece que vou acordar a qualquer momento e perceber que nada não passou de um sonho.
Já havia anoitecido quando resolvi sair do quarto, fui ate a sala e encontrei o Tyler deitado no sofá assistindo um filme.Me aproximei do sofá.
_Será que tem algum espaço pra mim?_Ele me olhou e sorriu.
_Claro._Ele disse enquanto se sentava.Me sentei e encarei a TV.
Estava passando um filme aparentemente de comedia romantica ou algo parecido.Ficamos em silêncio vendo o filme, estava passando um casal que estava discutindo quando a menina saiu correndo e ao atravessar a rua ela foi atropelada.Senti meus olhos se encherem de agua.Senti que o Tyler me encarava, me virei e o encarei, ele sorriu e fez sinal pra eu deitasse minha cabeça em seu colo.Me deitei e me aconcheguei, ele fazia carinho em meus cabelos enquanto eu lutava pra não entrar no mundo dos sonhos.Pisquei algumas vezes e logo me senti distante e acabei adormecendo...






Bom gente, ta aí o capitulo...
Eu peço desculpas por não ter postado antes....
Eu ando meio sem tempo, já que o ano ta acabando e eu to nas provas finais....
Assim que tiver tempo posto o 38.....
Beijonas.....

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Capitulo 36

Jeny cadê você? Sinto falta dos seus coment's....



_Oliver?_Ela sussurrou e simplesmente saiu correndo em sua direção, seus olhos transbordavam em lagrimas.Ficou assim por um tempo, ate que enchugou as lagrimas e se levantou sussurrou um "Eu te amo maninho" e se virou em minha direção._Foi o Dan, não foi?
_Olha Julie...._Ela me interrompeu.
_Responde.
_Foi._Seus olhos agora estavam como os de Dan, vermelhos de odio.Ela simplesmente saiu andando.Eu continuei no mesmo lugar parada.Ela se virou e me olhou.
_Vem Kate, precisamos ir.
_Mais e o Oliver?
_Os Moores estão vindo pra busca-lo.
_Como pode ter tanta certeza?
_Eu sou uma Moore esqueceu?
_Eu sei, mais....Como pode ter certeza? Passou tanto tempo longe da sua familia, eles podem ter mudado.
_E eles mudaram, acredite em mim.Mais minha mãe não mudou,não mudaria.Ela amava o Oliver deve estar sofrendo tanto quanto você.
_Tudo bem.
Nós voltamos para o hotel, e eu fui direto pro quarto acho que agora eu realmente deveria ir embora.Precisava me jogar nos braços do Ryan e deixar que ele me confortasse, era o que mais queria.




Julie....


Já haviam se passado horas e a imagem do Oliver morto continuava em minha mente.Eu queria poder apaga-la mais ela continuava se repetindo varias e varias vezes.Fui ate o quarto da Kate e bati na porta eu havia tomado uma decisão e era a coisa mais certa a se fazer agora.Assim que ela a abriu eu entrei, ela me olhou um pouco assustada.
_Aconteceu alguma coisa?_Ela me perguntou ainda assustada.
_você precisa voltar pra são francisco agora.A Russia já não é mais segura pra você.
_Eu sei._Ela disse enquanto se sentava na cama de cabeça baixa.
_Arruma suas coisas e da Mellanie, a noite eu levo vocês ate o aeroporto.
_O que? Você não vai com a gente? Quer dizer, Dan sabe que você ta me ajudando, então também não é seguro pra você.
_Eu sei me cuidar.
_Não Julie, você vai com a gente e pronto.
_Tudo bem.Mais depois eu vou pra outro pais qualquer.
_tá.
Eu desci e pedi "demissão", fala serio nem sei como aguentei ficar nesse hotel ridiculo.Ouvindo reclamações de humanos nojentos.
A noite nós fomos ate o aeroporto e ficamos uma hora esperando aquele maltido avião, AGRH eu por caso já disse que odeio os humanos? Pois é eu os odeio.Depois de embarcarmos ficamos uma eternidade dentro daquele avião ate pousarmos.Senti uma vontade enorme de arrancar a cabeça daquele maltido humano que estava na poltrona ao lado, dormindo e roncando.Assim que descemos do avião agradeci por termos chegado.
_Então nós finalmente chegamos, e agora?
_Nós vamos pra minha casa._Pude ver o sorrisso que a Kate deu ao dizer minha casa.
_Kate eu acho melhor eu não ir.Da ultima vez que eu vi seu pai não foi um encontro muito agradavel,Sabe?_Eu disse fazendo uma careta.
_Eu quero que vá.E meu pai não vai se importar.
_Se você tá dizendo.
Nós pegamos um taxi, e no meio do caminho a Kate sorria e olhava em volta pra fora da janela como uma criança contente por estar na disney pela primeira vez.O táxi parou perto de uma floresta, nós saimos, eu a encarei e ela sorria olhando pra floresta.
_Por que paramos aqui? Quero dizer, onde fica a casa?
_Fica perto daqui, é melhor irmos andando.
_Ta bom.
Nós andamos ate chegar em uma casa, linda por sinal.Não era muito grande, mais era incrivel.Ela pediu que eu segurasse a Mell e foi correndo ate a casa.




Ryan......


Eu estava deitado na cama, encarando o teto, ate ouvi alguém me gritando.Essa voz.Me levantei e fui correndo ate a sala, e assim que cheguei encontrei a Kate sorrindo.
_Ryan._Corri em sua direção e a rodei no ar.A abracei o mais forte que pude.
_Como você ta? Senti tanto sua falta._Disse enquanto acariciava seu rosto.Todos estavam ali, Emi e a Mary estavam chorando abraçadas ao Tyler, e o John estava em pé ao lado deles.Olhei ao redor esperando encontrar minha filha, mais ela não estavam ali.Encarei a Kate preocupado.
_Cade a nossa filha?_Ela deu um sorrisso engraçado.
_Acho que eu tava tão anciosa pra ver você que esqueci ela com a Julie lá fora.
_Julie? Quem é Julie?
_È uma menina que eu conheci na Russia e..._Eu a interrompi.
_Você tava na Russia?
_Sim.Eu vou lá fora buscar elas.
_Tudo bem._Me aproximei e lhe dei um selinho demorado.Senti falta disso.


Kate....


Saí da casa sorrindo.Encontrei a Julie brincando com a Mell que estava em seu colo.
_E aí como foi?_Julie disse me entregando a Mell.
_Otimo eu tava morrendo de saudade deles.Então vamos?
_Eu acho melhor..._Eu já sabia o que ela iria dizer, então a interrompi.
_Anda logo._Ela reclamou um pouco, mais me seguiu ate a casa.Assim que entramos fui em direção ao Ryan.Ele sorriu ao ver a Mell.
_Ela é tão grande, não pareci ter três meses, mais sim três anos.
_Eu sei.
_Ela é linda Kate, como você._Ele me disse enquanto a pegava no colo, eu sorri mais por dentro meu corpo estremeceu.Me lembrei de quando encontrei o Oliver ele havia dito a mesma coisa.Ele brinacava com a Mell e ela se divertia rindo horrores.Todos estavam ao redor do Ryan querendo ver a Mell.
_Como ela se chama Kate?_A Mary perguntou sorrindo.
_Mellanie.
_Mellanie? È lindo.Minha pequena Mellanie._Ryan disse enquanto girava a Mellanie no ar e ela apenas ria.
_Gente eu queria apresentar uma amiga._Todos olharam pra mim inclusive a Mellanie que sorriu pra Julie.
_Tia_A mell disse rindo apontando pra Julie.
_Sim minha filha, é a tia Julie.Bom gente essa é a Julie.
_Julie?_Meu pai e o Tyler praticalmente gritaram.Hãn essa eu não entendi.O Tyler conhece a Julie?
_Tyler?_A Julie perguntou sorrindo.Ele retribuiu o sorrisso e a abraçou.
_Como você tá? Já faz tanto tempo desde a ultima vez que nos vimos.
_Eu to bem, na verdade otima.
_Que bom.
_Desculpa, mais o que ela ta fazendo aqui?_Meu pai perguntou me encarando serio.




Bom gente ta aí o capitulo...
Espero que gostem......

domingo, 6 de novembro de 2011

Capitulo 35

_Sabia que você a encontraria filho.Nunca me desepcionou, ao contrario da Julie que sempre soube onde ela estava._Meu pai disse enquanto andava em nossa direção.Pude ver os olhos da Kate lacrimejarem, podia sentir sua dor atraves de seus olhos.
_Kate eu..._Tentei explicar, eu queria poder dizer que eu não fiz aquilo.Ela balançou a cabeça deixando que as lagrimas descessem.
_Então querida Kate, pelo visto seu bebê já nasceu e eu gostaria muito de ve-lo.
_Eu não vou deixar que chegue perto da minha filha Dan.Não vou permitir que faça mal a ela._Então ele balançou a cabeça e dois deles vieram na direção da Kate mais antes que pudessem tocar em um unico fio do cabelo dela eu os arremecei longe.A puxei fazendo com que ficasse atrás de mim.
_O que você está fazendo Oliver?_Meu pai perguntou incredulo.
_Não vou deixar que a machuque.Se você não percebeu você não pode passar a vida toda controlando a vida dos outros.
_Acho que é você que ainda não percebeu, eu sou Dan Moore.Os Moores sempre estiveram no comando e é assim que vai ser pra sempre.
_Chega pai, você não pode destruir a vida de alguém só porque essa pessoa não fez o que você queria.
_Não me diga o que fazer Oliver._Ele me encarava serio, e em seus olhos eu via raiva, odio, rancor.Ele se aproximou e esticou a mão._A entregue agora Oliver._Pude sentir a respiração da Kate que batia em minhas costas ficar cada vez mais pesada.
_Não.
_O que?_Ele disse entre dentes.
_Não._Seus olhos estavam vermelhos, sua raiva era tão grande que poderia ser tocada por algo solido.Ele veio em minha direção e me arremessou contra uma arvore.Pude ouvir a Kate gritar, seu desespero aparente, seu medo.Então outros dois vieram e seguraram meus braços.Enquanto outro segurava a Kate que se debatia e gritava desesperada.Meu pai se aproximou e deu um sorrisso ironico.
_Eu vou te mostrar que ninguém atrapalha os planos de Dan Moore._Ele disse enquanto segurava meu rosto com suas duas mãos, então esse seria meu grande fim?Morto pelo meu pai?




Kate....


Senti o desespero tomar conta do meu corpo, meu coração estava disparado.Dan não faria isso, ele não poderia.
_Solta ele Dan._Gritei tentando faze-lo parar.
_Por que eu faria isso?_Ele disse enquanto se virava pra me encarar.
_È a mim que você quer, solta o Oliver.
_Proposta irrecusavel, mais não._Ele se virou outra vez na direção do Oliver.Segurou seu rosto com suas mãos e sussurrou algo que não entendi muito bem, e não fazia diferença agora.E depois simplesmente torceu seu pescoço.Soltei um grito de horror, me debati fazendo com que o cara que estava me segurando voasse e batesse em uma arvore.Fui correndo em sua direção e o abracei.
_OLIVER.Oliver, NÃÃÃOO.Não, não, Oliver._Senti o odio invadir meu corpo, minha respiração cada vez mais pesada, me virei encontrando o Dan parado com um sorrisso sarcastico.Me levantei e fui em sua direção, mais antes que pudesse encostar nele, ele me arremessou longe e tudo simplesmente escurou.

Quando acordei eu estava deitada ao lado de uma arvore, olhei em volta e estava escuro demais pra ver alguma coisa.Minha cabeça latejava, me levantei e fui andando ate que encontrei o Oliver jogado no chão.Derrepente tudo que havia acontecido voltou como um flash em minha cabeça, me senti tonta.Abaixei ao seu lado e deixei que as lagrimas escorressem, meu mundo estava desabando em cima de mim e eu não sabia o que fazer.Eu precisava ver a Mellanie e a Julie, precisava saber se elas estavam bem, mais eu não podia deixa-lo ali.

Passei a noite deitada ao lado do Oliver, eu encarava seu rosto, esperando que ele desse aquele sorrisso que me fazia sentir segurança e proteção.Mais isso não ia acontecer.Quando já estava de manhã decidi ir ate o hotel a Julie deveria estar preocupada e além do mais ela precisa saber o que aconteceu.Enquanto eu andava pela rua indo em direção ao hotel varias pessoas me encaravam, eu devia estar realmente pessima, mais eu não ligava pra isso.Na verdade a unica coisa que queria agora era tomar um bom banho e ver minha filha.Assim que entrei no hotel a Julie estava na recepção atendendo um cliente, decidi ir direto pro quarto eu precisava ver minha filha primeiro.Quando entrei no quarto logo vi minha pequenina brincando no berço, senti uma paz preencher o vazio que estava dentro de mim.A peguei no colo e ela sorriu, sorri de volta.Depois fui tomar um banho e depois de me arrumar liguei pra recepção eu precisava falar com a Julie.Algum tempo depois a Julie entrou no quarto.
_Aonde você passou a noite? Fiquei preocupada.
_Julie eu preciso te contar uma coisa...Na verdade eu não sei como dizer isso._Meus olhos já estavam transbordando em lagrimas.
_O que aconteceu?_Ela me perguntou preocupada.
_Você pode ir comigo ate a floresta?
_Claro.
Deixei a Mell brincando no berço não queria que ela visse aquilo.Nós fomos em silêncio ate a floresta, mais mesmo com o silêncio eu sabia que ela estava preocupada, sabia que seus pensamentos estavam a mil.Assim que chegamos ela me encarou um pouco seria.
_Então o que você queria me dizer?_Eu apenas me virei e olhei na direção de onde estava o Oliver, ela seguiu meu olhar e quando enxergou o Oliver seus olhos simplesmente mudaram de cor.Uma nuvem embaçando seus pensamentos, eu podia sentir.
_Oliver?_Ela sussurrou.






Ta aí o capitulo espero que gostem.......
Beijoe..

sábado, 5 de novembro de 2011

Capitulo 34

Quando me virei encontrei os dois me encarando.
_Kate?_O Oliver disse pasmo me encarando.
_Kate o que faz aqui?_A Julie perguntou um pouco nervosa.
_Acho que eu deveria perguntar isso.O que ta acontecendo aqui?Você é uma Moore Julie?
_È eu sou sim.
_Então por que não contou pro Dan onde eu estava? 
_Eu não faria isso com você e além do mais eu não concordo com meu pai.
_È a sua filha?_Oliver disse se aproximando.
_Sim._Tentei me mexer, mais alguma coisa me impedia de andar.Alguma coisa dentro de mim dizia que eu podia confiar nele.Ele a encarou e sorriu.
_Ela é linda Kate, como você.
_Obrigada.
_Será que a gente pode conversar?_Oliver perguntou me olhando receoso.
_Tudo bem.Julie você..._Ela me interrompeu.
_Eu levo ela._Ela se aproximou e pegou a Mell do meu colo, e logo sumiu entre as arvores.Oliver me olhava com receio, como se não soubesse o que realmente devia dizer.
_Olha Kate, eu...Eu...Me desculpa, eu fui idiota todo esse tempo com você.Você tinha razão eu estraguei nossa amizade.Ah eu nunca deveria ter deixado você, sempre foi minha melhor amiga.
_Tudo bem Oliver, sempre vai ser meu melhor amigo._O abracei mais forte que pude, era bom saber que o antigo Oliver estava de volta.
_Kate eu quero que saiba que vou estar sempre do seu lado.
_È bom saber disso._O encarei e sorri, ele retribuiu o sorrisso.Senti saudades daquele sorriso acolhedor, ele me fazia sentir protegida.
_Você não acha que ta na hora de voltar pra São Francisco? Aposto que seu pai e sua irmã estão morrendo de saudades.
_Aposto que sim.Mais eu ainda tenho medo.
_Eu to do seu lado.Vai dar tudo certo._Sorri, era bom me sentir protegida.Fazia um bom tempo que eu não me sentia assim.
Ficamos ali por mais um tempo e depois decidimos voltar pro hotel.Agora eu tinha certeza de que poderia voltar, tudo ficaria bem.


Ryan.....


Eu estava andando de um lado pro outro dentro do quarto, todos haviam saído.Eu estava sozinho em casa, sozinho essa é a palavra que eu mais usava, que mais me definia.Eu estava sem a Kate, longe da minha filha.Fico imaginando como seria o rostinho dela ou como seria seus olhos.Ou em como ela estaria agora.Me joguei na cama e o unico barulho que eu podia ouvir era o barulho do vento batendo na janela, meus pensamentos estavam a mil por hora.Eu precisava sair, precisava esfriar a cabeça.Me levantei e fui em direção a porta quando vi um porta retrato em cima da mesinha perto do sofá.Me aproximei e o peguei, nele estava uma foto da Kate.Me sentei no sofá e fiquei observando seu rosto.Como eu sentia falta da sua pele, dos seus olhos me olhando quando ela acordava ao meu lado.Logo a porta se abriu olhei e encontrei o Tyler e a Emi entrando.Eles sentaram na minha frente e me encararam.
_O que foi?_Perguntei curioso.
_Temos noticias da Kate._A Emi disse animada.Noticias da Kate? Ah meu deus.
_Da Kate? Como ela está? Como tá a minha filha?
_Elas estão bem, na verdade otimas e parece que a Kate decidiu voltar._Voltar? Senti minha cabeça girar, aquilo me pegou de surpresa.Meu coração disparou eu queria sair correndo e ir atrás dela mais eu nem ao menos sabia onde ela estava.
_Quando?_Eu disse assim que senti uma lagrima descer por meu rosto.
_Ainda não sabemos._O Tyler disse calmo.
Sorri com a ideia de que logo elas estariam aqui comigo e tudo ficaria bem.






Kate....

Eu estava no quarto jogada na cama, encarando o teto.Eu havia ligado pra Emi dizendo que logo voltaria pra casa.Tudo aquilo estava me deixando euforica, estava tão animada que poderia simplesmente ir andando pra casa tudo que eu queria era voltar pros braços do Ryan.Me sentei na cama a Mellanie ainda dormia, levantei e liguei pra recepção e a Julie atendeu.
_Oi._Ela disse animada.
_Oi Julie.Será que você pode ficar um pouco com Mell? Eu preciso sair, estou faminta.
_Tudo bem, eu já to indo pra aí.
Assim que desliguei dei um beijinho na testa da Mell e fui ate a porta, quando abri a Julie havia chegado.Agradeci por ela ficar com a Mell pra mim.Já fazia algum tempo que eu não caçava.Fui ate uma pequena floresta que havia não tão longe dali.Andei um pouco ate que encontrei um coelho.Ele era lindinho e fofo, mais eu estava faminta demais pra escolher.


Oliver.....


Era bom saber que agora tudo entre mim e a Kate estava resolvido, eu a amo.E eu a quero perto de mim, sempre será minha melhor amiga.
Eu estava andando pelo hotel ate ver a Kate saindo, não aguentei queria saber aonde ela estava indo.Então a segui, ela foi ate a floresta que havia ali.Vi quando pegou um pobre coelhinho.Era bom ve-la assim satisfazendo seu desejo.Um tempo depois quando ela já havia terminado eu me aproximei e ela sorriu.E antes que pudessemos dizer qualquer coisa senti algo se movendo perto das arvores, me virei e a Kate me olhava assustada.Quando olhei ao redor, encontrei os Moores saindo de trás das arvores.Meu coração estava acelerado isso não podia estar acontecendo.






Bom, gente ta aí o capitulo....
Espero que gostem.....
O que será que vai acontecer?...
Beijoe....