segunda-feira, 29 de agosto de 2011

22*---*

Quando acordei eu ainda estava deitada nos braços do Ryan, levantei sem fazer barulho para não acorda-lo e fui em direção ao meu quarto aonde a Mary estava.Assim que entrei a encontrei deitava do mesmojeito que estava ontem só que agora estava um pouco mais palida o que me deixou muito preocupada.Me aproximei e me sentei ao seu lado, ela estava um pouco fria pude sentir meu coração acelerar e o medo tomou conta de mim.Fiquei ali por um tempo a observando, ela nem ao menos se mexia.Logo meu pai entrou no quarto seguido pela Emi e o Tyler.
_Como ela está?_A Emi disse enquanto me abraçava.
_Do mesmo jeito.
_Espero que ela acorde logo.
_È o que eu mais quero._Meu pai disse enquanto a olhava.
_È o que todos nós queremos papai.
Ficamos mais um tempo ali e depois a Emi e o Tyler acharão melhor ir pra escola, meu pai preferiu ficar do lado dela.Eu fui ao quarto aonde o Ryan estava  e o encontrei sentado na cama encarando o vazio.Ele parecia assustado.
_Ta tudo bem?_Ele me encarou.
_Tá, eu acho.
_Tem certeza, Ryan?
_Tenho.Foi só um pesadelo.
_As vezes os sonhos são nossas realidades.Pelo menos pra mim ele é.
_Como assim?
_È que eu consigo ver o futuro atraves dos meus sonhos.
_Uou isso é demais.
_Eu não acho.O futuro deveria ser algo imprevisivel.
_Então quer dizer que já sabia o que ia acontecer entre nós.
_Não.Quer dizer eu já tive alguns sonhos com voçê, mais eu não sabia que ia me apaixonar._Ele se aproximou e me deu um selinho.
_Eu amo você.
_Eu amo você.Pra sempre._Eu sabia que talvez não seria pra sempre mais eu não deveria me importar com isso agora.O mais importante nesse instante é saber como a Mary vai ficar.
Passamos a tarde toda sentado na sala esperando por algum sinal de que a Mary estava bem, mais tudo continuava da mesma forma.
A noite eu e o Ryan já estavmos deitados ficamos por um tempo conversando e logo eu adormeci....

Sonho on...

Eu estava andando pela floresta, eu estava com um vestido branco.Caminhava por todos os lados feliz.Continuei andando ate encontrar o Ryan ele estava de costas pra mim.Sorri e o chamei, mais ele continuou virado.
_Ryan ta tudo bem?
Quando ele se virou sua camisa estava sua de sangue, o seu sangue.Ele caiu  eu corri em sua direção me abaixei ao seu lado e coloquei sua cabeça em meu colo.
_O que aconteceu? Vai ficar tudo bem, vai ficar.
Eu pudia ouvir o som do seu coração bater cada vez menos.Seus olhos logo se fecharam, estava tudo acabado.As lagrimas encharcaram meu rosto.
_NÃÃÃÃÃOOO.RYAN.você não pode me deixar, não pode.
Logo ouvi risos e quando me virei encontrei o Oliver e a Samantha me olhando.
_Foram vocês.Vocês o mataram.
_Não ma belle foi você que o matou.Foi você que escolheu acabar com a vida dele.
_Isso não é verdade.
_Você poderia ter se afastado, mais não.Você foi egoista pensou apenas em você e agora ele ta morto.
_Não.Não eu não queria isso.Eu não queria.
_Agora já é tarde demais Kate.Eu disse que um dia você ia se sentir como eu me senti quando a sua familia destruiu minha vida._A Samantha disse com prazer.
Olhei mais uma vez o Ryan seu rosto palido, seu coração parado.A dor aumentava e o desespero fechava minha garganta.
Ate que senti umsubito impulso e quando abri os olhos estava sentada na cama, olhei para o lado e encontrei o Ryan dormindo um alivio me envolveu.Pude sentir meu coração se acalmar, respirei fundo e me levantei e fui  em direção ao quarto da Mary.
Quando entrei a encontrei sozinha me aproximei e me sentie ao seu lado.Sua respiração parecia um pouco mais leve agora.Respirei aliviada ela deveria acordar logo.Fiquei ao seu lado por um tempo olhando a janela.Encarando a lua lá fora.Ela estava tão clara que eu podia ver o mundo refletido nela.Continuei admirando a lua ate ouvir alguém me chamar.
_Kate?....


Flores ta aí o cap...
Sei que ta ruim....To meio sem criatividade aqui....
Sei que não adiantou nada porque você ainda não vão saber se a Mary virou ou não umavampira...
Prometo que proximo capitulo vocês vão descubrir...
Beijos e espero que gostem...
Amo vocês..... 

Aviso

Oi minhas flores eu sei que to há um tempo sem postar...
Mais é que eu to sem net...
Vou ficar um bom tempo sem postar...
Talvez amanhã ou quarta eu venha na casa da minha prima e poste o capitulo 22....
Então desculpa por ficar tanto tempo sem postar..
Sempre que eu tiver um tempo e minha prima deixar eu posto tá?...
Beijo amo vocês.....*---*

domingo, 21 de agosto de 2011

Capitulo 21

_Ryan...ela...
_Ela....?
_Ela foi mordida.
_Mordida?
_È._Comecei a ficar preocupado.
_Você não pode fazer nada?Sei lá pra ajudar ela._Ela continuou me encarando por um tempo.
_Não._Uma lagrima desceu por seu rosto.Ela fitou o vazio e a dor era visivel em seu rosto.Me aproximei e a abracei.
_Vai ficar tudo bem.
_Não, não vai.Isso é tudo culpa minha, eu não devia ter me aproximado de vocês.É tudo culpa minha.
_Ei não fala isso.A culpa não é sua._Disse enquanto fazia carinho em seu cabelo.Pudia sentir minha camisa ficar molhada.
_E agora Ryan? O que eu vou dizer pra ela quando ela acordar?
_Eu não sei._Disse verdadeiro.Me separei do abraço e olhei._Ela..virou uma?
_Provavelmente sim._Ela disse seguida de um longo suspiro.
_Vamos esperar ela acordar.E depois vemos o que famos fazer.Tudo bem?_Ela assentiu e se jogou outra vez em meus braços me apertando.Eu continuei fazendo carinho em seu cabelo.Ficamos assim por um tempo ate que a porta abriu.
_Filha eu preciso..._Ele parou de falar quando nos viu.Encarou a Mary deitada na cama por algunas segundos._O que aconteceu?_Kate se levantou e andou em direção ao John.
_Pai..ela foi mordida.
_O que? Por quem?
_Eu não sei.
_Você conseguiu retirar o veneno?_Ela apenas negou com a cabeça.
_Desculpa._Ela sussurou abaixando a cabeça.John segurou seu queixo e o ergueu.
_Não foi sua culpa querida.E nós vamos resolver isso juntos._Eles se abraçaram.Logo John veio e se sentou ao lado da Mary e ficou acariciando seu cabelo....


Kate...
Passamos a tarde toda no quarto apenas esperando algum sinal de que a Mary acordaria e ficaria bem.Já estava de noite e eu resolvi descer, Ryan me seguiu.Nós fomos pra sala lá contamos o que havia acontecido pra Emi.Achamos melhor ligar para os pais da Mary e disser que ela durmiria na minha casa.Depois de um tempo a Emi resolveu subir.Agora eu estava sentada no chão no meio das pernas do Ryan que estava escorado no sofá.Ela ficava alisando meu cabelo.
_Você acha que ela vai acordar logo?
_Eu não sei. Pode demorar horas, dias eu simplesmente não sei._Bufei.Aquela situação me deixava irritada já que eu não sabia o que ia acontecer._Ryan você viu mais alguém enquanto você tava na floresta?
_Não._Eu apenas abaixei a cabeça e pude sentir as lagrimas começarem a rolar pelo meu rosto.O Ryan me abraçou mais forte.
_Não fica assim Kate.
_Como queria que eu ficasse? A vida da Mary ta sendo destruida e a culpa é minha.
_A gente já converou sobre isso e a culpa não é sua._Eu me virei e o olhei.
_È melhor você ir embora.È melhor se afastar de mim eu não quero que isso também aconteça com você e..._Ele me interrompeu selando seus labios nos meus.
_Eu não vou me afastar de você, entendeu? Eu não vou.
_Mais...
_Mais nada Kate.Eu te amo e nada vai me fazer querer deixar você.
_Ryan eu..._Ele selou nossos labios outra vez.
_Eu te amo Kate.Sera que isso não é o suficiente?_Ele me olhava e eu não sabia o que fazer, tudo aquilo era complicado demais pra mim.Eu não queria perde-lo mais eu tinha que me afastar.Mais pelo menos não agora.Agora eu preciso dele do meu lado.
_Desculpa._Ele me beijou mais uma vez.Isso era tudo que eu precisava.Logo ele começou a me deitar no chão sem parar o beijo.Ele fazia carinho nas minhas costas por baixo da blusa.
_Ryan...para.._Eu dizia entre o beijo e ele logo parou.
_Tudo bem._Ele levantou e me ajudou a levantar.
_Vem._Eu segurei sua mão e o guiei ate o quarto de hospedes.Assim que entramos nós deitamos na cama.Ele me envolveu com seus braços.
_Eu te amo Ryan, muito mesmo.
_Eu também te amo.
Logo adormeci......




Gente ta aí o cap....
Espero que gostem....
To meio sem criatividade aqui....
Mais espero mesmo que gostem....
Proximo cap. vocês vão descobrir o que aconteceu com a Mary...
Beijemi....

sábado, 20 de agosto de 2011

Capitulo 20

_Aonde você pensa que vai?_Ele segurou meu braço.
_Me solta._Eu tentava solta meu braço mais ele o apertava cada vez mais._Me solta._Ele me empurrou fazendo com que eu batesse em uma arvore.Era como se em um piscar de olhos nós estivemos no meio da floresta.Ele segurou meus braços outra vez me imprensando contra a arvore.Eu me debatia mais ele parecia não se importar.Pude sentir sua respiração em meu pescoço o que fez com que meu medo aumentasse o que ele queria eu nem ao menos consiguia falar.Logo senti uma dor em meu pescoço como a de quando você toma uma injeção.Ele se afastou um pouco e pude ver seus olhos vermelhos agora eu estava um pouco tonta.Ele ia se aproximar outra vez quando ouvimos um barulho.Então ele me soltou e simplesmente desapareceu.Eu caí no chão agora todo meu corpo ardia, como se tivessem jogado fogo em mim.Soltei um uivo de dor.Tudo girava em volta e a dor me consumia.Senti alguém do meu lado segurando meus braços eu não conseguia ver quem era já que minha visão estava embaçada.Me debatia tentando afastar a dor mais ela aumentava cada vez mais.Ate que tudo apagou...




Ryan....
Depois que saí da escola resolvi ir na casa da Kate.Eu estava andando pela floresta ate que eu escuto um grito.Fiquei preocupado e fui em direção da onde vinha os gritos.Parei perto de uma arvore e pude ver uma menina se contorcendo no chão enquanto gritava.Me aproximei e não pude acreditar no que via, era a Mary.Abaixei e segurei seus braços ela se debatia e logo desmaiou.A peguei no colo e a levei ate a casa da Kate.
Quando cheguei na casa da Kate ela me olhou assustada.
_O que aconteceu?_Ela disse vindo na minha direção.
_Não sei.
_Vem, leva ela pro meu quarto._Nós subimos as escadas e logo entramos em um quarto todo branco.A colloquei na cama e me sentei ao lado.
_O que aconteceu Ryan?
_Eu não sei.Eu tava na floresta vindo ver como você  tava, e no meio do caminho eu ouvi alguém gritando e quando me aproximei encontrei ela caida no chão se contorcendo de dor._Ela ouvia atentamente o que eu dizia.Logo depois se sentou ao lado da Mary e "examinou" seu corpo com os olhos e quando olhou seu pescoço pude ver sua expressão mudar.Seus olhos estavam arregalados e ela me encarou.
_Ryan...ela...




Gente eu sei que ta uma pessimo...
Mais ta aí...
Sorry' mesmo...
AH FELIZ ANIVERSÀRIO DIVA LOVATO....
NÓS TE AMAMOS......

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Selinho*--*

Selinho que eu ganhei da Kaah.....
O que seria do meu humilde blog sem você Kaah....(Acho que quase nada)*--*
Ganhei meu dia... hihi...
         1- Jemi and Nelena - Eu quero saber o que é amor
         2- Amor pela Internet (?)
         3- Bom Dia, Senhor.O Que Vai Pedir? 
         4-Send it on 
         5- Jemi - Stay Strong

Capitulo 19

_Que historia é essa de ter levado a Mary pra cama? 
_Me solta Katherine.
_Me fala.Como você pode John?Você sabe que ela tá apaixonada por você._Eu respirei devagar.Puxando o ar com força deixando que ele enchece meus pulmões me acalmando.Logo John já estava em pé a minha frente.
_Kate eu não planejei aquilo.Eu apenas a levei pra casa e a unica coisa que eu queria era sair dali e voltar pra casa e esquecer essa historia de me aproximar de uma humana._Pude sentir em sua voz, aquilo tudo estava o atormentando.Talvez eu não devesse julga-lo._Mais quando ela me beijou eu não pude deixar de retribuir.Pra mim ela era só uma humana pela qual eu não deveria dar importancia.Ou pelo menos eu deveria pensar assim.Mais a verdade é que eu não a parei porque no fundo eu a queria.Eu a desejava.Eu queria te-la pra mim._Resperei fundo novamente.Eu sabia muito bem como ele estava se sentindo.Eu o entendia.
_Eu te entendo.Você devia procura-la.
_Não, eu não posso.Eu sou um vampiro e ela é uma humana isso só me traria problemas._Ele se virou pra entrar em casa.
_Não acredito que logo você pai vai desistir de uma coisa que quer só por que é um vampiro.Isso nunca te atrapalhou antes._Ele virou em minha direção e olhou serio.
_Você sabe que isso nunca daria certo.
_Porque não?
_Tenta entender Kate eu posso deseja-la agora, mais isso não vai durar muito.
_Porque não duraria muito? Parece ser mais que apenas desejo.
_Você sabe que a unica que eu sempre vou amar é Elizabeth.Mesmo depois de todos esses anos ela ainda vive em meus pensamentos.
_Tá na hora de deixar o passado onde ele deveria estar.
_Eu não posso._Ele virou e dessa vez eu não disse nada.Então ele entrou e a logo a porta se fechou.Suspirei e entrei em seguida.Me joguei no sofá e logo adormeci......


Mary...
Depois que eu disse pra Kate o que tinha acontecido entre mim e o John ela pareceu ficar nervosa e disse que não tava se sentido bem e foi embora.Eu voltei pro refeitorio.
_Cade a Kate?_O Ryan perguntou me encarando.
_Ela disse que não tava se sentindo bem e foi embora.
_Tadinha da minha anjinha._A E mi disse parecendo segurar o riso.O sinal bateu e fomos pra sala.As ultimas aulas passarão normal.Depois que o sinal da saida bateu e fui embora sozinha pensando em tudo que tinha aconteceido.Como era possivel se apaixonar tão rapido assim.Eu já estava no meio do caminho quando um cara parou na minha frente.Ele era alto e bem palido seus olhos eram sinistros.Senti um arrepio me envolver.Tive vontade de correr, o medo me envadiu.Tentei voltar a andar mais ele me segurou.
_Aonde pensa que vai?....


Gente ta aí o cap. sei que ta pequeno...
Mais vou melhorar...
Espero que gostem....


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Divulgação...

Gente eu to aqui pra divulgar os blogs da Love Nelena....
Eu entrei e realmente gostei deles...
Entrem lá sigam e divulgem....
http://pauladisney.blogspot.com/
http://paulanews9.blogspot.com/
Tenho certeza que vocês vão adorar....

Beijonas....


Joe*--*

Bom gente hoje é um dia muito importante pra mim.....
E tenho certeza que também é pra milhares de garotas do mundo inteiro...
Hoje é nada mais nada menos que o aniversario...
Do nosso lindo e gato JOE JONAS...
A 22 anos atras nasceu a pessoa que nos faria chorar ouvindo suas musicas.....
Eu realmente fiquei mega triste quando soube que ele e Demi Lovato tinham terminado...
E ate fiquei com um pouquinho de raiva dele...
Muitas de nós ficaram....
Mais o amor que sentimos por ele é muito maior do que todas as materias que fizeram o culpando....
Ele sempre será nosso astro do Rock favorito....

                            NÒS TE AMAMOS JOSEPH GATO JONAS........

Capitulo 18

_Não precisa eu já estou aqui._Quando o olhei me surpreende com quem era.
_Mary?_Ele disse vindo em minha direção.
_Oi Ryan._Eu o abracei.Depois nos sentamos.
_Vocês já se conheciam?_Meu pai perguntou me encarando serio.Ele vive bancando o pai protetor.
_Nós estudamos juntos pai.
_Que bom querida._Minha deu o seu tipico sorriso de quando está orgulosa.
Eles contiaram conversando durantes mais alguns minutos e logo fomos almoçar.Durante todo o almoço eles falavam como era bom saber que eu o Ryan eramos amigos e tal.Ou seja eles estavam me impurrando pra cima do Ryan.È, eles não devem saber que ele tem namorada e não seria eu que iria contar.
Depois do almoço eles praticalmente obrigaram o Ryan pra me mostrar o jardim.Fomos para o tal jardim e nos sentamos na grama.
_È realmente lindo o jardim.
_È sim.
_Posso te fazer uma pergunta?
_Mais uma?_Eu o encarei e bufei._Pode.
_Porque não contou pro seus pais sobre a Kate?
_Como você sabe que eu não contei?_Ele me encarou serio.
_Pelo simples fato de que eles estavam me "jogando" pra cima de você.
_Foi mal.Minha mãe é mesmo assim.
_Tudo bem.Minha mãe também é.
_Tá a fim de voltar?
_Com toda certeza.Sabe você não é uma boa companhia._Nós rimos e fomos em direção a casa.Assim que chegamos na sala encontramos nossas mães se despedindo.
_Que bom querida que você já voltou nós já estamos indo.
_Tá bom.Tchau Ryan.Tchau Sº e Sª Collins.
_Tchau querida.
Depois de nos despedimos fomos para o carro.No caminho minha mãe ficava dizendo como a familia Collins era uma otima familia e essas coisas.


Kate...
Eu estava na sala assintindo filme com a Emi e Tyler.Meu ficou o tempo todo dentro quarto, sera que aconteceu alguma coisa? Não importa eu descubro depois.Depois que o filme terminou nos fomos durmir.Me joguei na cama e logo adormeci.
Quando acordei era 6:00 horas.Me levantei e fui tomar banho, depois que me arrumei desci e encontrei a Emi já arruamda sentada no sofá.
_Caiu da cama Emi?
_Hahá engraçadinha, mais não foi o papai que me acordou ele disse que ia caçar.
_Caçar?
_È foi o que ele disse.
_Hum....tudo bem.Vamos?
_Vamos.
Nós fomos com o carro do papai, hoje o Tyler não iria pra escola.Tinha uma viagem.Essa viagem me deixou curiosa ele nem disse pra onde iria.Estranho, mais deixa pra lá.
Assim que chegamos encontramos o Ryan e a Mary conversando no portão da escola.
_Oi gente.Tchau gente._A Emi foi correndo em direção ao refeitorio.
_Onde ela foi?_A Mary perguntou olhando pra mim.
_Foi procurar a Allison.As duas viraram melhores amigas.
_Bom, eu já vou indo, tenho que falar com o Mike._O Ryan disse me abraçando de lado.
_Tá.Te vejo na sala._Ele me deu um selinho e saiu.A Mary me olhou com uma cara de quem precisava falar algo importante.
_Aconteceu alguma coisa Mary?
_Sim, bom eu preciso conversar com você.
_Pode falar._Quando eu acabei de falar o sinal bateu.
_No intervalo eu te falo, vamos pra sala.
_Ta bom.
Nós fomos pra sala e lá eu encontrei o Ryan.Nos sentamos no lugar de sempre.A primeira aula foi normal, a segunda era educação fisica.Eu detesto educação fisica(eu também...#meignorem)
Professor: Eu vou dividir os times hoje é volêi.
_Como sempre._Eu sussurrei..
_Não reclama gatinha é melhor do que copiar, copiar e copiar._O Ryan disse enquanto me abraçava por trás.
_Eu não acho.
_Tá legal, finje um desmaio._Ele sussurrou em meu ouvido.
_O que?
_Anda logo._Mesmo sem entender nada fiz o que ele mandou.Pude sentir varias pessoas ficarem em minha volta.
_Oh meu deus! O que aconteceu?_Pude ouvir a professora praticalmente gritar.
_Nós estavamos conversando e do nada ela desmaiou._Me segurei pra não rir da falsa preocupação do Ryan.
_Leve-a para enfermaria SºCollins.
_Tudo bem._Logo senti seus braços em volta de mim.Ele me carregou durante um tempo e quando já não tinha ninguém perto da gente eu abri os olhos.
_Me coloca no chão Ryan.
_Não eu vou te levar ate o jardim._Eu enconstei minha cabeça em seu peito .Quando chegamos no jardim ele  sentou perto de uma arvore e eu continuei em seu colo.
_Você é louco sabia?
_Sabia sim._Ele riu e colou seu rosto ao meu.
_Eu te amo Ryan.
_Eu também te amo._Nos beijamose foi como se eu pudesse voar.Tudo ficava bem e só existia eu e ele.Eu o amava mais do qualquer coisa.Acabamos o beijo com selinhos.
Ficamos ali durante um tempo e logo o sinal do intervalo tocou.Fomos para o refeitorio e nos sentamos junto com a Mary,Ally,Emi e o Mike.
_Você ta bem Kate? Me assustou com aquele desmaio repentino._A Mary parecia mesmo preocupada.
_Desmaio?OMG você ta bem Kate?_A Ally gritou fazendo com que todos nos olhasse.
_Eu to bem.
_Tem certeza?_O Mike me olhava serio.
_Tenho sim.Mary será que você pode ir na biblioteca comigo?
_Claro.
Nós fomos em silencio ate a biblioteca.Assim que chegamos nos sentamos em uma mesa do fundo.
_Então Mary o que você queria me contar?
_Kate eu não eu precisava contar isso pra alguém.E eu confio muito em você.
_Fala Mary.Aconteceu alguma coisa?
_Você sabe que eu fui no baile com o John.
_Sei.E?_Eu já estava começando a ficar preocupada.
_Bom, depois do baile ele me levou pra casa._Ela suspirou.
_E..?
_E aconteceu.
_Aconteceu? Aconteceu o que?
_Eu e ele,nós.Hãm...sabe?
_Não.Não sei.
_Nósfomospracama._Ele disse tão rapido que não entendi nada.
_O que? Fala mais devagar.
_Nós fomos pra cama.
_Como assim vocês foram pra cama?
_A gente transou e ..._Eu a interrompi.
_Eu já entendi._Eu estava com tanta raiva.Não da Mary, mais por ele não ter me contado._Mary eu não to me sentindo bem.Eu vou embora e você explica pro Ryan ta bom?
_Ta bom._Ela pareceu ficar meio triste talvez não esparasse essa reação, mais isso não podia ter acontecido.Fui em direção a sala da diretora e pra minha sorte a professora de educação fisica estava lá então foi mais facil explicar por que eu queria ir embora.
Fui andando já que a chave do carro estava com a Emi.A distância entre a escola e minha casa era grande, mais a raiva que eu estava sentindo me fez ir quase correndo.Assim que cheguei encontrei meu pai prestes a entrar em casa e assim que ele me viu.Ele parou me esperando fui em sua direção e quando cheguei perto dele. O levantei e o joguei contra a parede.(Ela tem poder de levitação.não é tão musculosa assim.hihi)Ele me olhou confuso.
_Que historia é essa de ter levado a Mary pra cama?.....






Karina:Eu fui no seu novo blog e adorei...To louca de curiosidade....Posta Logo lá(Se puder#éclaro)...Postando...
Love Nelena: Obrigado...
JulieSelena:Oii flor que bom que gostou...Ta aí o cap...Pra matar sua curiosidade... 





Gente ta aí o capitulo..
Espero que gostem...


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Capitulo 17

Passei pela sala deixando a Emi deitada no sofa asistindo TV.Fui ao quarto do meu pai, assim que entrei o encontrou sentado na cama encarando o vazio.Me sentei, mais pareceu não notar estava concentrado demais em seus pensamentos.
_Pai?_Ele 'acordou' do transe e me encarou.
_Oi filha.O que foi?
_O que aconteceu? Tá tão pensativo.
_Não foi nada querida.Ta tudo bem._Ele deu um leve sorriso o que me fez sorrir também.
_Tá legal.Qualquer coisa eu to no meu quarto._Me levantei e fui em direção a porta.Mais antes de sair ele me chamou.Me virei e o olhei._Sim?
_E o Ryan? Quando vai contar pra ele a verdade?
_Na verdade eu acabei de contar.
_E como ele reagiu?
_Bem diferente do que eu imaginava._Eu sorri.
_Por esse sorrinho da pra ver que tá tudo bem entre vocês.
_Tá sim.
_Filha o que você vai fazer quando o Dan descobrir?
_Eu não sei.Na verdade, eu to feliz demais pra pensar nisso.
_Mais é preciso.Você sabe muito bem que os Moore te odeiam.E.._Eu o interrompi.
_ Pai eu amo o Ryan e sei que ele me ama.Dan Moore já atrapalhou minha vida demais, não vou deixar que o faça dessa vez.
_Você tem razão Kate.E eu vou estar do seu lado pode ter ceteza disso.
_Eu sei.Eu te amo pai.
_Eu também te amo querida._Eu sorri e ele retribiu.Saí do seu quarto e fui em direção ao meu.Tomei um banho demorado e me joguei na cama.Tudo ficaria bem e eu só precisava das pessoas que eu amo do meu lado.Ninguém vai me impedir de ser feliz.Dan Moore que se exploda.....

Mary....
Tomei um banho rapido, coloquei um vestido branco e um casaco de couro.
Depois de me maquiar desci e encontrei meus sentados no sofá me esperando.
_Você está linda minha pequena._Meu pai me abraçou e deu um beijo em minha testa.
_Obrigada pai.
_Vamos?_Minha mãe perguntou nos olhando sorrindo.
_Claro.
Nós fomos no carro do meu pai e no meio do caminho conversavamos sobre varias coisas.Era tão bom estar ali agora, sentia saudades dos meus pais.
Assim que chegamos na casa desse tal amigo do meu pai fomos recebidos por uma mulher.Muito educada e bonita eu diria.Nós entramos e ficamos na sala.Logo o tal amigo do meu pai apareceu ele nos comprimentou e disse que tinha um filho da minha idade."Vou chama-lo" Assim que ele se levantou ouvimos uma voz vindo da escada.
_Não precisa eu já estou aqui.....

Kaah:Que bom que você ta gostando....Quando você vai postar no Love is Forever?.....To mega curiosa...
JulieSelena:Você gostou? Fico megaaa feliz...E obrigada pela ajudinha...Beijoe...
ღLíνiα●•٠·˙ღ:OOOOiii...Espero que goste do blog...



Ta aí o cap...
Por favor não me matem eu sei que eu parei numa parte não muito boa....
Espero que vocês gostem e fiquem muito curioso...hahaha(risada do mal)
Amanhã eu mato a curiosidade de vocês....
Beijemi....

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Capitulo 16

Quando acordei não tinha ninguém do meu lado.Levantei de pressa eu já estava desesperada.Ele foi embora e nem me acordou pra se despedir?Será que pra ele foi só uma transa?Será que não significou nada?Olhei pro lado da cama e encontrei sua camisa a vesti e fui em direção a conzinha.Quando cheguei na cozinha encontrei minha mãe escorada no balcão tomando uma xicara de chá como de costume.Será que ela o viu?Ela me encarou e pousou sua xicara em cima da bancada.
_Mãe? Não sabia que voltaria hoje.
_Decidimos de ultima hora, não tivemos tempo para avisa-la.
_Tudo bem._Eu me sentei na bancada.
_Sua avó lhe mandou lembranças._Ela se sentou em uma das cadeiras da bancada.
_Como estão todos?
_Bem, estão bem.Querida quem era o rapaz que estava aqui hoje de manhã?
_Vocês o viram?_Senti minhas bochechas arderem.
_Tudo bem querida não precisa se envergonhar, eu sou sua mãe.
_Eu sei.O que o papai fez?
_Fique tranquila nós só o vimos de longe.Seu pai ficou furioso quando o viu saindo de nossa casa.Mais por sorte quando ele finalmente consiguiu estacionar o rapaz já havia ido embora._Soltei um suspiro de alivio.Teria sido horrivel se meu pai quissesse bancar o protetor na frente do John.
_Eu vou subir preciso me trocar. 
_Se arrume hoje vamos almoçar na casa de um amigo do seu pai.
_Tá legal._Desci da bancada e fui em direção a escada, mais parei quando minha mãe me chamou.Me virei e a olhei._Sim?
_Só prometa que não vai se magoar._Sabia do que ela estava falando.Minha mãe sempre me apoiava e era liberal.Mais mesmo assim não deixava de ser protetora e eu gostava disso me sentia segura.
_Eu prometo...

John....
Logo ela adormeceu e eu apenas fiquei a observando.Eu só podia estar louco de ir pra cama com a Mary.A Kate me mataria quando soubesse e eu sabia disso.A observei por mais um tempo e logo adormecei.
Quando acordei ela ainda estava me abraçando, me levantei sem fazer barulho pra não acorda-la.Me vesti o mais rapido que pude e fui embora.Ela ficaria magoada quando acordasse e não me encontrasse ali, mais seria melhor assim.Talvez desse jeito ela pensasse que pra mi  não passou de uma noite e se afastaria.E isso era o melhor a se fazer, eu não poderia engana-la.Assim que cheguei em casa fui para meu quarto me joguei na cama e logo dormi outra vez.


Kate...
Eu me aconcheguei em seus braços e ele me abraçou mais forte.
_Nada nem ninguém vai me separar de você.Nem mesmo Dan Moore.
_Eu te amo Kate.Muito mesmo.
_Eu também te amo.
Ficamos ali durante mais algum tempo e depois decidimos ir pra minha casa.Assim que entramos demos de cara com a Emi jogada no sofá bebendo um garrafinha de sangue.Assim que ela nos viu, se levantou assustada tentando se recompor e inventar uma desculpa."Você quer um pouquinho de suco de tomate cunhadinho?" Ela pensou em dizer isso e eu não pude segurar e acabei rindo.Rindo muito alto.
_Suco de tomate?_Eu ria e o Ryan me olhava sem entender nada.Depois de alguns segundos consegui para de rir._Tudo bem Emi ele já sabe.
_Sabe o que?_Ela me olhou confusa.
_Sabe que isso não é suco de tomate._E outra vez não pude conter o riso.Você deve estar me achando uma louca, mais acredite de todos os vampiros eu devo ser a mais normal.
_Então ele sabe que o que nós somos?
_Sim, eu sei._O Ryan a olhou divertido._Vou adorar ter amigos vampiros.È claro se vocês não quiserem me morder._Ele deu uma risadinha e a Emi o acompanhou.
_Tudo bem.Seu cheiro não me atrai._Ela disse sorrindo.
_Cade o papai?_Eu perguntei quando me lembrei dele.
_No quarto.
_Hum..
_Acho melhor eu ir minhã mãe disse que a familia de um amigo do meu pai iria almoçar lá em casa.
_Tudo bem._Eu disse o levando ate a porta.
_Você não quer ir comigo?
_Acho melhor não.
_Tudo bem.Te vejo amanhã na escola._Ele se aproximou e me beijou.O beijo não duro muito.
_Ate amanhã.
Ele sorriu e foi em direção ao carro.Entrou e antes de pisar no acelerador acenou uma ultima vez e foi embora.Entrei em casa com um sorriso bobo no rosto.Passei pela sala deixando a Emi deitada no sofá assistindo TV.Fui ao quarto do meu pai, assim que entrei o encontrei sentado na cama encarando o vazio.Me sentei ao seu lado, mais ele pareceu não notar estava concentrado demais em seus pensamentos.
_Pai?_Ele 'acordou' do transe e me encarou.
_Oi filha.O que foi?
_O que aconteceu? Tá tão pensativo....


JulieSelena:Que bom que gostou...Espero que goste desse também....Postando...Queria sua opinião acha que eu deva deixar o John e Mary ou não? Comenta aí pra mim saber o que você acha...Beijoe..


Bom ta aí o cap....
Espero que gostem....

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Capitulo 15

Talvez agora eu realmente deva contar pra ele a verdade. Uma hora ele teria que saber e acho que ela finalmente chegou.Uns minutos depois ele acordou e deu aquele sorriso que poderia iluminar todo o mundo, pelo menos o meu mundo.
_Bom dia._Ele se aproximou e me deu um selinho.
_Bom dia._Eu disse sorrindo pra ele._Vou tomar um banho._Me levantei e fui em direção ao banheiro.Tomei um banho bem demorado.Deixei que a agua quente caisse sobre mim me fazendo relaxar.Assim que sai do banheiro encontrei o Ryan entrando no quarto sem camisa.Ele sorriu quando me viu e veio na minha direção e me beijou.Eu por acaso já disse o quanto eu amo ele? Se não eu o amo mais do que qualquer coisa nessa eterna vida.
_Ryan...Eu preciso te contar uma coisa.
_O que é?_Ele me olhou confuso.Eu abaxei a cabeça.Ele segurou meu queixo me fazendo olha-lo.
_Ei o que foi? Você parece preucupada.Me fala.
_Eu prefiro te falar isso em outro lugar.
_Tudo bem.
Ele me levou ate minha casa, deixou o carro lá e fomos andando ate a pequena floresta.Assim que já estavamos afastados o suficiente da casa, nos sentamos em uma pedra que tinha ali.
_O que foi Kate?Aconteceu alguma coisa?
_Eu...Prometa que vai estar sempre do meu lado.
_Eu prometo.Pra sempre e sempre.
_Ryan eu não sou o que acredita que eu sou.
_Como assim Kate?
_Eu sou uma...uma...vampira.._Sussurrei a ultima palavra rezando pra que ele não tenha ouvido.Mais pelo visto ele ouviu.
_Vampira? Vampiros não existem Kate.Acho que você tem visto Crepúsculo demais._Ele se levantou e ficou na minha frente.
_Eu não estou.. brincando Ryan.È serio.
_Ah claro.E eu sou o super man._Ele disse ironico.Eu apenas fechei os olhos, já deveria saber que essa seria sua reação.Também quem acreditaria nessa historia?È ridiculo.
_Tudo bem.È obvio que você não acreditaria em mim.
_È não da pra acreditar.Mais vai me prova super vampira._Ele estava debochando de mim? Tá legal que poderia ser um pouco estranho e que ele é a pessoa que mais amo nessa vida.Mais debochar de mim? Qual é eu sou uma vampira e poderia estraçalha-lo em um piscar de olhos.
_E o que quer que eu faça?_Eu já estava um pouco irritada.
_Me prova._Eu sabia o que ele queria apenas por seu olhar desafiador.
_Lembra quando a professora de quimica nos mostrou o diario de uma de suas ancestrais chamada Christine.
_Lembro, mais o que isso tem a ver.
_Você nunca reparou em como ela descrevia sua melhor amiga.Você lembra dela?
_Lembro.Era..era..Katherine wa...watson.
_Lembra de como ela a descrevia?
_Cabelos escuros, sua pele era clara, mais do que deveria ser.Seu rosto era de uma beleza que eu nunca havia visto antes.Sua boca era de um tom avermelhado e seus olhos eram estranhamente cinzas o que a deixava ainda mais misteriosa.


Ryan narrando...
Tudo estava um tanto quanto confuso em minha mente.Eu realmente que fosse uma brincadeira mais agora eu não sei.Eu me aproximei e acariciei seu rosto, ela apenas fechou os olhos.
_Eu não entendo.Os olhos dela eram cinzas e o seu é verde._Ela se afastou sorrindo.E mecheu em seus olhos e estendeu sua mão em minha direção e continha tinha duas lentes.Olhei um pouco surpreso e logo observei seu rosto.Ela ainda se mantia de olhos fechados como se estivesse tomando coragem.E assim que ela abriu os olhos pude ver sua verdadeira cor.Eles eram como Christine havia descrevido.Eu simplismente não sabia o que dizer era tudo tão estranho.Vampiros não deveriam existir.


Kate....
Dava pra ver pela expressão em seu rosto que ele estava confuso.Eu entendia.
_Eles não deviam mesmo existir._Eu ri de sua expressão assustada.
_Como..?
_Como posso saber o que você pensou?_Ele apenas assentiu._Posso ver o que pensa.
_Uau.Isso é..é estranho.Nossa, não vou poder elogiar nenhuma garota mentalmente perto da minha namorada._Sorri ao ouvi-lo dizer namorada.Qualquer outro sairia correndo.
_Não vai mesmo._Ele se sentou outra vez na pedra e me puxou para que eu me sentasse ao seu lado.
_Me explica um coisa?
_Claro.
_A Emi e o Tyler também são?
_Sim e o John também é.
_AFF tinha que falar desse cara néh?_Eu me virei e o encarei.
_Ryan olha já que você já sabe a verdade.Bom o John não é meu primo ele é meu pai.
_Pai?_Ele fez uma cara muito engraçada, estava realmente confuso.
_È ele é meu pai.
_Bom, menos um pra me preocupar._Eu ri, como ele fazia piadas em uma situação dessas.
_Bobo._Dei um tapa em seu ombro.
_Vem._Ele me puxou em direção a uma arvore.Ele se sentou e se encostou na arvore e eu me sentei no meio de suas pernas.
_Me conta.Quero saber de tudo.
_Sobre o que extamente quer saber?
_Sobre tudo.Quer dizer que você foi amiga da tal Christine e seu nome é Katherine?
_Sim.Christine era uma otima amiga mesmo tendo vivido em um tempo muito dificil.E Katherine era o nome preferido de minha mãe.Bom vou resumi pra você.Eu nasci a muito tempo aqui mesmo em São Francisco minha mãe morreu quando eu era bem nova.Meu pai sempre foi do tipo que viaja muito e a Emi é minha segunda mãe, minha protetora.Nós conhecemos o Tyler quando fomos pra Ohio.Desde então nós somos melhores amigos.E a 50 anos atras eu conheci uma garota chamada Samantha ela foi uma grande amiga.Mais um dia a Emi não se controlou e a transformou e desde então ela me odeia por ter estragado sua vida.E bom esses 50 anos se passaram e agora eu to aqui com a pessoa que eu mais amo nessa odiavel vida._Ele riu.
_Me responde uma coisa como você conhece aquele tal Oliver?Ele também é um vampiro?
_Sim, ele é.A familia do Oliver é muito respeitada pelos vampiros.E bom todos conhecem a familia Moore.Oliver era meu amigo , mais isso acabou depois que Dan Moore quis juntas as linhagens dos Moore com os Watson.Ou seja ele queria me casar com Oliver.Meu pai ate concordou disse que poderia ser uma boa ideia.Mais eu o recusei, não poderia aceitar.Depois disso Oliver passou me odiar.
_Não entendi.Ele foi contra a esse casamento não foi?
_Não.Ele queria mesmo que nos casassemos ele disse que me amava.Por isso agora ele me odeia.Não só ele, Dan Moore tem um odio mortal por mim.Ele arracaria minha cabeça se pudesse.
_E estando comigo você ta dando a ele essa chance não éh?
_È.
Eu me aconcheguei em seus braços e ele me abraçou mais forte.
_Nada, nem niguém vai me separar de você.Nem mesmo Dan Moore.
_Eu te amo Kate.Muito mesmo.
_Eu também te amo.




Mary...
O baile estava sendo incrivel.Estava me divertindo muito com o John, ele me levou pra casa.Sugeri que ele entrasse.Eu não sabia direito o que estava fazendo já que havia bebido um pouquinho a mais na festa.Nós entramos e eu o levei ate meu quarto.Ele ficou parado perto da porta, como se a qualquer instante fosse correr.Eu me aproximei e o beijei.O levei em direção a cama e comecei a desabotuar sua camisa.Sorri quando ele começou a abrir o meu vestido.Ele acariciava meu corpo, sua mão estava gelada o que me fazia ter arrepios.Ele beijava o meu pescoço dando leves mordidas.Logo depois penetrou em mim com força me fazendo soltar um uivo de dor.E logo depois meus gemidos se tornaram de puro prazer.Logo cheguei ao climax e meu corpo estava totalmente relaxado.Ele se deitou e eu me ''joguei'' em cima dele o abraçando com força.Aquela tinha sido a minha primeira vez.Pensando nisso logo adormeci.
Quando acordei não tinha ninguém ao meu lado.Levantei de pressa eu estava desperada ele tinha foi embora e nem me acordou pra se despedir? Será que pra ele foi só uma transa? Será que não significou nada? Olhei pro lado da cama e encontrei sua camisa.Vesti ela e fui em direção a sala.Quando cheguei na cozinha encontrei....




Ta aí o cap....
Espero que gostem muito...
Acho que to sem criatividade se alguém quizer dar criticas, elogios ou ideias...Postem aí no coment's...
Ficarei muito feliz...
Beijo amo vocês minhas florzinhas...*---*

Capitulo 14

AAAAAAAAAAHHHHHHHHH(momento escritora surtando)
AAAAAAAAAAHHHH EU NÃO CREIO...
TENHO MAIS DUAS NOVAS SEGUIDORAS...(pulando)
Káá Cyrus e Luana sejam bem vindas ao meu blog...Espero que gostem...
E agora o cap. dedicado a todas vocês...
_______________///__________________

Kate...
Agora eu estava em meu quarto deitada olhando para o teto.Apenas como as coisas aconteceram tão rapido, um tempo atras era só a vampira que não aceitava os termos dos vampiros e agora estava dividida entre a sensação de ser apenas uma garota apaixonada e uma fugitiva da qual todos estão a afim de arrancar a cabeça.Fiquei pensando ate que adormeci.
Quando acordei já estava de manhã, me levantei e me arrumei.Desci ate a sala e como não havia ninguem resolvi ir andando pra escola.Quer dizer eu não tinha outra opção, já que a Emi provalmente havia ido com o Tyler e o carro do papai não estava na garagem.Assim que cheguei na escola encontrei a Mary sentada em um degrau de cabeça baixa e sua bochecha parecia estar mais rosada do que o normal.Me aproximei e me sentei ao seu lado.
_O que aconteceu?_Eu disse a olhando curiosa.
_Nada, quer dizer..._Ela me olhou animada._O John veio aqui, a gente conversou e ele disse que me acha linda._Seus olhos brilhavam.
_Hã...Èr..Mary olha eu conheço o John melhor que ninguém.E eu sou sua amiga _e filha dele, eu pensei, mais mordi a lingua pra não dizer_e o fato dele te achar linda não quer dizer que ele goste de você.
_Eu sei._Ela abaixou a cabeça.
_Olha não quero que fique chateada, mais só não quero que se magoe.Ta bem?
_Ta bem._Ela deu um sorriso forçado e logo o sinal bateu.Nos levantamos e fomos pra sala.A primeira aula passou normal.Já estavamos na segunda quando o diretor entrou na sala.
Diretor: Bom alunos eu tenho alguns avisos pra dar.Primeiro é que a duas semanas teremos o baile anual de Julho.E vocês iram sair mais cedo hoje.Bom é isso.
Assim que ele saiu todos da sala começaram a falar sobre o baile e outros comemoravam por sair mais cedo.Eu apenas continuei sentada e quieta em minha cadeira.
_Que foi amor? Não ficou animada pelo baile?_O Ryan disse enquanto me abraçava por trás.
_Não gosto de bailes.
_Mais você vai vir nesse não éh?
_Depende se alguém interessante me convidar._Eu disse rindo.
_Tudo bem._Ele se levantou e se ajuelhou na minha frente e segurou minhas mãos.
_Você me daria a honra de sua companhia no baile my lade?
_Claro._Eu não pude deixar de rir.Todos da sala me acompanharam rindo também.Ele se levantou e se sentou em seu lugar.Logo a professora chegou e todos calaram, ela passou um dever enorme para fazermos.Depois de aguentar mais uma aula o sinal do intervalo finalmente bateu.Nós nos sentamos juntos com os outros.
Logo depois que o sinal bateu nós fomos embora.


1 Semana depois...


Eu entrei em casa e encontrei meu pai sentado no sofá eu estava com tanta raiva.
_Oi filha.
_Oi nada.Que historia é essa de você ir ao baile com a Mary?
_Ela me chamou e como um cavalheiro que sou eu aceitei.
_Cavalheiro?_Eu ri._Sei.È melhor não magoa-la John  ela é minha melhor amiga e você sabe que eu não o perdoaria se o fizesse.
Saí sem nem ao menos deixa-lo responder...


Dia do baile...
Eu estava jogada na cama ao lado do meu vestido.Pensando se eu realmente deveria ir nesse baile.Eu poderia inventar uma desculpa qualquer ou simplesmente dizer que não estava a fim.Mais o Ryan parecia realmente animado e não queria desaponta-lo e também preciso ficar de olho no que o John faz.
Resolvi me arrumar já que não tinha mais tanto tempo assim.Coloquei um vestido preto deixei meus cabelos soltos.Eu devo adimitir que estou linda.
                                                        (Ela estava com o ultimo)
Quando desci já estavam todos me esperando.È acho que esqueci de citar que todos tinham ido se arrumar na minha casa.Todos mesmo, quero dizer a Allyson, O Mike, a Mary e o Ryan.E infelizmente a Anabelle.AFF.
                                           A Emi...        A Allyson...   A Mary...     A Anabelle..(P.S. A Emi,Allyson e Anabelle são loiras mesmo, só a Mary e a Kate que não são.)
 _Você ta linda._O Ryan disse enquanto me levava em direção ao carro.
Nós divimos e a Mary foi no carro do John, A Emi no do Tyler, a Allyson e Anabelle foram no carro do Mike.Mesmo a Anabelle insistindo em ir no carro do Ryan.Será que essa garota não percebi que ele tem namorada não?
Assim que chegamos nós nos sentamos em uma mesa e ficamos conversando durante um tempo.
_Quer ir dançar?_O Ryan sussurrou em meu ouvido.Dei uma risadinha baixa.
_Claro.
Nós fomos em direção a pista de dança.Nós dançavamos e ele roubava alguns selinhos e eu ria.Ate que olhei em direção ao palco.E perto dele eu avistei o Oliver, ele me encarava serio e do seu lado estava a Samantha o que me deixou um pouco nervosa o que o Oliver estaria fazendo com a Samantha? Logo depois de dançarmos fomos ao jardim da escola.Ele se sentou encostado em uma arvore e eu me sentei no meio de suas pernas e encostei minha cabeça em seu ombro.
_È tão estar aqui com você Ryan._Me virei para encara-lo.
_È bom pra mim também._Ele se apreoximou e me beijou._Eu te amo.
_Eu também te amo.
Nós ficamos ali por mais um tempo e depois decidimos voltar para festa.Dançamos, conversamos e por incrivel que pareça eu me diverti.Agora nós estavamos sentados outra vez na mesa.
_Já ta tarde.Tá a fim de ir embora?
_Sim.Eu to morta.Mais eu não sei onde ta a Emi e o Tyler.Nem mesmo o John.
_Eu te levo.
_Tá._Ele levantou e estendeu a mão pra mim eu sorri e a segurei.Nós fomos em direção ao carro.
No caminho não falamos nada eu apenas me deitei no banco e fechei os olhos e acabei adormecendo.
Quando abri os olhos eu estava sendo deitada em uma cama.Me sentei e encarei o Ryan que estava na minha frente.Olhei ao redor e percebi que não estava no meu quarto.
_Onde eu to?
_No meu quarto._Ele retirou uma mecha de cabelo que estava em meu rosto.
_Porque não me levou pra casa?_Ele apenas se aproximou e me beijou.
Logo depois começou a me deitar na cama.Ele desceu os beijos indo em direção ao meu pescoço, me fazendo ter arrepios.Ele começou a abrir o ziper do meu vestido, eu poderia para-lo a qualquer momento,mais eu não queria que parasse.Minutos depois nossas roupas já estavam jogadas pelo quarto.Ele me beijava enquanto massageava minha coxa,deslizei minhas mãos por seu corpo arranhando seu peitoral perfeito com minhas unhas, e ele por sua vez soltou um leve gemido e depois deu um sorriso devasso.Soltei um gemido alto quando ele penetrou em mim, deixei que o prazer tomasse conta do meu corpo.Ele sentou na cama, enterrando seu rosto em meu pescoço.Eu gemia em seu ouvido, enquanto cravava minhas unhas em suas costas.O fazendo gemer também.Ele foi diminuindo aos poucos os movimentos, ate sentir nossos corpos relaxarem.Ele saiu de dentro de mim e me puxou fazendo com que eu me deitasse ao seu lado.E depois puxou o lençol para nos cobrir e envolveu seus braços em minha cintura e eu fechei os olhos apenas apreciando aquele momento.Isso tudo era perfeito demais, parecia um doce sonho e eu tinha medo de ter que acordar.Ele ficou fazendo carinho em meus cabelos ate que adormeci..
Quando acordei eu ainda estava envolvida pelos braços do Ryan.Logo cenas da noite passasa ocuparam minha mente.Realmente agora eu deveria admitir que estou começando a acreditar naquelas historias em que o vampiro se apaixona pela humana e vivem felizes pra sempre(Crespusculo*---*)Fiquei o observando enquanto ele dormia.Talvez agora eu realmente deva contar pra ele a verdade.Uma hora ele teria que saber e acho que ela finalmente chegou.....




Ei amores, Ta aí o capitulo...
Espero que gostem... 

JulieSelena: Que bom que gostou.Ele é mesmo malvado...Postando...
Kaah: Ele realmente gosta dela...Também fiquei com pena,mais vamos deixar ela sofrer mais um pouquinho...hihi...Fico feliz que tenha gostado...Postando...
Káá Cyrus: Seja bem vinda...

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Capitulo 13

Mais uma seguidora Huhul..(Dança maluca)...
To mais que feliz... 
Capitulo em homenagem a nova seguidora Maria Clara....Beijemi....
_______________////________________

 _Ma belle?_Eu não precisa me virar pra saber que era o Oliver.(A Kaah acertou.hihi*---*) Ele se sentou ao meu lado e pude sentir seu olhar sobre mim.Me virei para olha-lo e o encontrei sorrindo.Não era o sorriso doce que eu costumava ver quando eramos amigos, mais sim um sorriso cheio de sarcasmo.E eu sabia o porque de disso, talvez ele nunca volte a ser como era antes.
_O que faz aqui Oliver?
_Nada.Só estava andando por aí e te vi aqui sozinha e resolvi te fazer companhia.
_Oliver não é disso que eu to falando e você sabe muito bem.Quero saber porque veio pra São Franscico, tenho certeza que não foi pra ver se a cidade é realmente boa._Eu o encarava e ele nem ao menos parava de sorrir o que me deixava mais irritada ainda.
_E se eu dissese que você é o motivo de eu estar aqui?
_Porque? Só me diz porque.

Oliver narrando...
Eu sabia bem do que ela estava falando.Era daquele humano estupido.Eu podia ver sua dor atraves de seus olhos.Por mais que eu goste dela.Isso é o que ela merece por ter me rejeitado.
_Você não pode ficar com aquele humano estupido Kate.Todos estariam contra você, e você sabe disso._Agora lagrimas escapavam por seus olhos._E se você não acabar com esse 'romance' eu serei obrigado a faze-lo.
_Você me odeia tanto assim Oliver? Me odeia ao ponto de querer me destruir?Porque é isso que vai acontecer se fizerem algo com o Ryan._Ela estava de cabeça baixa.Segurei seu rosto e a forçei me olhar.
_Talvez você mereça isso._Soltei seu rosto e me levantei._Ate breve ma belle.
Saí a deixando sentada de cabeça baixa.Me doi ve-la daquele jeito, talvez eu devesse...Não Oliver não pense isso.È isso que ela merece e ela vai pagar.

Kate...
Depois que o Oliver foi embora fiquei ali por um tempo.Me encostei na arvore e senti o cansaço me abater.Fechei meus olhos tentando apagar as palavras duras que acabara de ouvir.O cansaço era tanto que acabei adormecendo.
Quando abri os olhos eu estava no meu quarto.Eu não fazia a menor ideia de como eu havia ido para ali.Por um momento achei tudo não passava de um sonho.Mais logo senti minhas costas latejar anunciando a dor pelo mal jeito que eu avia dormido.Me levantei e fui em direção ao banheiro.Fiz minha higiene e me arrumei pra escola.Quando desci encontrei meu pai,Emi e o Tyler.
_Até que fim acordou.Esta se sentindo bem filhinha?
_Estou papai.
_Porque tá vestida assim?_A Emi disse enquanto me olhava de cima a baixo.
_Pra ir pra escola.
_Ah não a aula já acabou lindinha.Já são duas horas.(P.S da tarde)_O Tyler disse segurando a risada.
_Hã?E como eu voltei pra casa?
_Eu e o Tyler resolvemos ir ao parque depois da aula e te encontramos dormindo encostada em uma arvore.
_Afinal o que você tava fazendo lá?
_Eu precisava pensar um pouco e encontrei o Oliver.
_O Oliver? E o que ele disse?_Meu pai perguntou enquanto me oferecia uma garrafinha de sangue.
_Nada que não seja verdade.

Oliver narrando...

Eu estava na escola andando pelos corredores pra ver se encontrava a Kate.Mais não a encontrei, pelo visto ela não quis me confrontar.Otimo.Continuei andando ate que esbarro em uma pessoa.Levantei irritado.
_Você não olha por onde anda não?_Eu disse furioso.
_Quem não olha por onde aqui é você._Ela disse igualmente irritada.
_Você tem ideia de quem eu sou?
_Tenho sim Oliver Moore._Ela deu um sorriso largo e malicioso.
_Como sabe meu nome?_Eu estava serio agora.
_Sei muitas coisas sobre você Oliver.Sei do seu odio pela Kate por ter rejeitado seu amor._Ela disse ironica.
_Aonde você quer chegar com isso?
_Simples, acabar com a Kate é tudo que eu quero.E se aliar com pessoas com você é sempre bom.Então o que acha?
_Não é uma boa ideia.Não conheço você.
_Meu nome é Samantha.Mais pode me chamar de Sam._Ela esticou sua mão em minha direção.
_Prazer Sam._Eu retribui seu gesto.
_Pronto agora você me conhece e então?
_Eu aceito.Tenho certeza que vai ser bom ter uma aliada.
_Otimo.
Será que é a coisa certa a fazer.Continuar com essa vigança?Para Oliver de pensar isso.Essa é a coisa certa a se fazer.Ela vai me pagar.


JulieSelena:Voltou..Agora meu blog tem mais cor...hihi...
Que bom que você gostou...Postando...

Kaah:Fico feliz em saber que você ta gostando...Postando...
E da proxima vez eu não vou deixar você acertar...Run...

Bom gente ta aí o cap. espero que gostem...
 Beijoe...

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Capitulo 12 + selinho*--*

Eu estava andando pelos corredores da escola com o Ryan ate que eu esbarro em uma pessoa.Me virei para pedir desculpas mais me surpeendi ao ver quem era.
_Oliver?_Não isso não podia estar acontendo.
_Kate?Quanto tempo não éh?_Ele disse dando um sorriso sinico.
_O que faz aqui? Pensei que estivesse na França.
_E eu estava, mais decidir vir pra cá.Então quem é esse?_Ele disse encarando o Ryan.
_Esse é..._Eu fui interrompida pelo Ryan.
_Eu sou Ryan, namorado da Kate._Ele também encarava o Oliver.Isso não vai prestar.Merda.
_Bom acho melhor a gente ir Ryan._Eu disse segurando seu braço.
_Eu também já vou indo.Diga ao seu pai que eu mandei lembranças Ma belle.Foi um prazer reve-la._Ele deu uma picada e logo saiu.Então eu suspirei aliviada, Oliver não deveria estar aqui.
_Ma belle? Posso saber por que ele te chamou de ma belle?_O Ryan me encarava e não parecia nem um pouco contente.Mesmo sendo fofo seus ciumes, agora eu não estava nem um pouco afim de aturar o ciumes do Ryan.
_Como posso saber? Porque não pergunta pra ele?_Me virei pra sair mais o Ryan segurou meu braço e me puxei pra ele.
_Desculpa é que eu fiquei irritado com o jeito que ele te olhava._Ele acariciava meu rosto.Eu me perdi em sues olhos azuis e me esqueci do porque estava tão nervosa.
_Tudo bem._Fechei os olhos e suspirei.Pude sentir sua respirção quente em meu rosto, ele se aproximou e quando ia me beijar o sinal tocou.Ei ri da expressação engraçada em seu rosto e o puxei em direção a sala.
As ultimas foram normal, assim que o sinal tocou eu me despedi do Ryan e fui em direção ao carro.Fiquei ali por um tempo enquanto esperava a Emi e o Tyler.Depois que eles chegaram nós fomos pra casa, no carro só se ouvia o som do radio.Assim que o carro chegou desci e corri em direção a casa.Quando entrei encontrei meu pai sentado no sofá vendo TV.Ele me olhou e sorriu.
_Que bom que chegou eu preciso conver.._Mais eu o interrompi.
_Porque não me disse que o Oliver tá na cidade?_Eu disse irritada.
_Porque é legal ver você irritada._Ele disse dando uma risadinha.
_Hahá que engraçado.
_Eu sei que sou.
_Sabia que as vezes eu acho que você não é meu pai?_Eu disse o encarando seria.
_Aé?
_È.
_Então tá._Ele me pegou e colocou em seu ombro.E sai andando em direção ao lado de trás da casa.
_Me coloca no chão pai.
_Pai?que pai?_Ele só ria enquanto eu tentava me soltar.Então ele começou a olhar ao redor pensando o que faria comigo ate que ele observou a piscina e sorriu.
_Nem pense nisso pai.
_Tarde demais._Ele correu ate a piscina e jogou dentro.
_PAAAII._Ele continuou rindo de mim.AGRRR.
_Vou pegar uma toalha pra você._Já sei.
_Pega duas.Tá muito frio.
_Ta legal._Ele foi em direção a porta da cozinha e entrou eu sai da piscina e fiquei esperando por ele.Assim que ele chegou me entregou a toalha e ficou olhando a piscina.Me enrolei em uma das toalhas, aproveitei que ele estava distraido e perto da piscina e me aproximei.
_Pai vou deixar a toalha pra você em cima da mesa.
_Mais eu não preciso de toalha._Assim que ele se virou pra mim eu o empurrei.
_Agora precisa._Eu ri e entrei em casa.Fui pro meu quarto tirei as roupas molhadas e tomei um banho.Depois do banho me vesti e resolvi sair.Tava precisando ficar um pouco sozinha.
Eu fui parque e fiquei lá o dia todo.Apenas observando as pessoas passando, as crianças bricando.Tudo aquilo me acalmava me fazia me sentir bem.Já estava de noite e não tinha muita gente ali.Eu estava sentanda perto de um pequeno lago.A lua o iluminava fazendo com que ele ficasse com a mais pura beleza que já vi.Continuei observando o lago ate que ouço alguém sussurar em meu ouvido.
_Ma belle?...

Quem será?hein?...
Não percam o proximo capitulo(com voz de locutor)
Esperem que gostem..

Kahh:Quanto tempo hein..hihi..
Nossa senti muito sua falta e dos seus comentarios...
Postando..Beijemi...


  Ganhei mais um selinho hihi...
Eu amei esse selinho, agora os dez blogs indicados:
1-Jemi and Nelena - Eu quero saber o que é amor
2-Nelena - Você não sabe o que é amor -->Amooo
3-Who I Am
4-Anjo Da Guarda
5- Amor de Vizinho
6- Achei Que Fosse Para Sempre
7- Blog da Kaah---->Perfect
8- I Hate Myself For Loving You 
9- Jemi e Nelena Just You--->Maravilhosoo..
10-Send it on






quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Capitulo 11

_Ata.Mais eu não me lembro da gente ter combinado de fazer hoje.
_Ah é que a gente não combinou.Eu te liguei varias vezes só que você não me atendeu eu resolvi vir.
_Ah tudo bem.Eu tava dormindo.Vem é melhor a gente subir pro meu quarto._Ela me olhou com uma carinha de "Tem certeza?" eu apenas balançei a cabeça em sinal de positivo então ela revirou os olhos e me seguiu ate o quarto.Nos sentamos na cama e eu a olhei seria.
_Ta legal Mary pode começar a falar.
_Falar o que?_E ela pergunta?
_E você ainda pergunta? È meio obvio néh? Porque você tá dando em cima do meu pai?
_Pai?Mais eu nem conheço seu pai._Puff.Olha o que eu fui falar.Droga.
_È que..sabe..o Jonh é como um pai pra mim._Será que ela vai acreditar se não eu vou ter que chamar a Emi pra usar seus poderes de controle.
_Ah fala serio.Ele nem é tão velho assim.Ele me disse que tem 21 anos e você tem 17, ou seja apenas quatro anos de diferença._Que bom que ela caiu.Ufa.
_Eu sei é só uma mania.Mais vai me responde.
_Eu não to dando em cima do John, mais não posso negar que ele é incrivel e que mexeu comigo._Ela disse deitando na cama com um olhar sonhador.E agora o que eu digo pra ela.Eu sei que meu pai nunca vai sentir nada por ela.
_Ah então a gente não vai fazer o trabalho._Eu disse tentando mudar de assunto.
_Ah não.Que tal descermos e irmos assistir um filme com o John?
_Que tal a gente fazer o trabalho?_Eu disse um pouco seria.
_Ou então podiamos ouvir musica lá em baixo._Será que ela não ta me ouvindo?
_Ou nós podiamos fazer o trabalho.
_AAAAhh já sei nós podiamos ir no shopping.E chamar o John._È ela não ta me ouvindo.
_Tudo bem.Vamos.
Nós descemos e encontramos o John sentado no sofa conversando no telefone, aposto que ele vai dizer que precisa viajar outra vez.AFF.Eu odeio quando ele saí desse jeito, ele mal chegou.Ficamos ali paradas esperando que ele acabasse a ligação e assim que ele desligou o telefone eu perguntei.
_Quem era?_Eu disse o encarando.
_Era o Thomas Moore.
_E o que ele queria?_Eu perguntei receosa.
_Nada de importante.
_Tudo bem.Então ta afim de ir no shopping comigo e com a Mary?_A Mary sorriu.
_Claro._Ele disse sorrindo.
Nós fomos no carro da Mary.Ficamos a tarde toda no shopping e foi um pouquinho chato já que a Mary ficava o tempo todo encarando o John.Quando chegamos em casa eu fui pro meu quarto, me deitei e logo adormeci....


Duas semanas depois...


Nestas ultimas duas semanas tudo estava normal.Normal demais.Ja fazia um tempo que eu não via a Samantha o que era bem estranho, já que ela não desistiria tão facil assim.
Eu estava andando pelos corredores da escola com o Ryan ate que eu esbarro em uma pessoa.Me virei para pedir desculpas mais me surpeendi ao ver quem era.
_Oliver?...





Bom gente ata aí o capitulo....
To bem triste nos ultimos capitulos não teve coment's...
Beijoe..

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Capitulo 10

Novos personagens:
familia Moores são os tipicos vampiros que tem o controle sobre a maioria de sua especie.E vão fazer de tudo pra acabar com o romance de Kate e Ryan, pois não aceitam que vampiros se misturem com humanos.Mais um deles quer mais que isso.Oliver fara de tudo pra destruir a vida de Kate.A odeia por te-lo rejeitado.
 



_Pai...eu...eu..._Eu não consiguia falar, eu não podia.Tinha medo da sua reação se soubesse que estou me relacionando com um humano.
_Você?
_Pai eu me apaixonei._Eu sei que talvez fosse um erro mais ele precisava saber.
_Eu já havia reparado.Você não dava aquele sorriso que vi hoje de manhã a um bom tempo._Ele me abraçou novamente e pude me sentir um pouco aliviada, mais só um pouco._Me diga quem é?
_È um...um..é um.._E outra vez eu gaguejei e não consigui falar.DROGA.
_È um humano?_Ele disse enquanto me dando um olhar terno.
_Si..Sim._Abaixei a cabeça e chorei mais um pouco._Me desculpa pai eu sei que isso não deveria acontecer.Me desculpa.
_Tudo bem querida.Eu sei que não fez por mal.Mais você sabe o que eu vou dizer não éh?_Ele ergueu meu queixo e me olhava serio.
_Eu sei._Ele enjugou as lagrimas que haviam escorrido por meu rosto.
_Você sabe que os Moores não vão gostar nada disso.Então eu sugiro que você decida logo, ou você o transforma ou se afasta dele._Ele deu um beijo em minha testa e se levantou._Fica bem princesa.
Assim que ele saiu do quarto eu me deitei e chorei.Chorei por pensar na possibilidade de ter que me afastar do Ryan.Fiquei ali perdida em pensamentos ate que adormeci.
Quando acordei ainda estava de tarde.Me levantei fui em direção ao banheiro e tomei um bom banho.Depois de me arrumar peguei meu celular e vi umas chamadas perdidas da Mary.Eu já estava ligando pra ela quando a campainha tocou, resolvi ir atender.Quando cheguei na sala encontrei meu pai e Mary sentados no sofá.A Mary tinha um sorriso bobo no rosto, eu conhecia muito bem esse sorriso.Quando ela me viu se levantou e veio na minha direção.
_Você esqueceu que hoje a gente ia fazer o trabalho?
_Que trabalho?_Eu perguntei confusa.
_O trabalho que o professor passou hoje.
_Ata.Mais eu não me lembro da gente ter combinado de fazer hoje...



E agora o que será que a Mary vai dizer...
Proximo capitulo amanhã...
Beijemi...