segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Capitulo 31

Antes do cap. eu queria divulgar o blog da Bibys.http://jemi-staystrong.blogspot.com/
Eu adoro o blog dela. Sigam, leiam e divulguem muito.
 ________//_________

 Eu estava andando pela floresta pensando em como as coisas seriam depois que o bebê nascer.Sentei perto de uma arvore.Ate que sinto alguém se aproximando me levantei o mais rapido que pude.Olhei ao redor mais não encontrei ninguém, respirei aliviada.Mais assim que virei pra voltar pra casa, me arrependi de ter virado.O Oliver estava parado não muito longe me encarando.
_Sentiu minha falta ma belle?
_O que faz aqui?
_Eu vim te ver.
_Vai embora Oliver, me deixa viver minha vida.
_Eu não posso.Eu..._Ele foi interrompido pelo barulho de alguém que estava vindo em nossa direção.Ele apenas virou e saiu.Quando olhei pra onde vinha o barulho pude meu pai vir na minha direção.
_O que aconteceu pai?
_Os Moores eles estão vindo pra cá.
_O que?
_Eles querem o bebê Kate.Querem ter certeza de que ele vai nascer um vampiro.
_Não, eles não podem...Eu não vou deixar que cheguem perto do meu filho.
_Eu sinto muito querida._Quando me virei pude ver Dan Moore e seus capangas que ele chama de familia.Tentei sair dali mais eu não conseguia me mexer.Olhei pro Dan e ao seu lado estava Michelle ela estava fazendo aquilo, seus vermelhos me davam raiva eu queria poder arrancar seu pescoço.Logo dois de seus capangas seguraram meus braços, eu olhei pro meu pai.
_Pai por favor me ajuda.
_Desculpa querida eu não posso._Senti aquela dor aguda na barriga., mais dessa vez estava mais forte.Estavam me rasgando por dentroa.
_AAAAAHHHH.
Acordei assustada."Era só um pesadelo".Eu sussurrava pra mim mesma.Olhei pro meu lado e encontrei o Ryan dormindo.Ele parecia tão sereno, calmo.Eu estava com medo, eu sei que não foi só um sonho.
Deitei ao lado do Ryan, mais os pensamentos não me deixavam dormir.Resoli levantar, fui ate a sala e sentei no sofá.Mexi em alguns livros que tinha em uma estante, encontrei um livro, bom, não parecia bem um livro.O peguei e sentei outra vez no sofá, logo que abri encontrei uma foto de uma mulher.Ela era linda seus cabelos eram pretos e seus olhos eram cinzas como os meus.Atrás da foto estava esctito apenas Elizabeth, estranho nunca ouvi falar dessa tal Elizabeth.Guardei o liveo no lugar, fiquei sentada alipor um tempo ate que o Ryan veio e se sentou do meu lado.
_O que aconteceu? Eu acordei e não te vi fiquei preocupado.
_Eu tive um pesadelo, não consegui dormir.
_Quer voltar pro quarto?_Eu apenas assenti, nos levantamos e fomos pro quarto.




2 semanas depois....


Já haviam se passado duas semanas e aquele sonho não saia da minha cabeça.Eu estava sentada no sofá bebendo um pouco de sangue.Todos haviam saído, eu estava sozinha, ouvi o barulho da porta abrir e quando olhei vi a Emi entrar e se jogar no sofá.Bem, então, acho que não estou mais sozinha em casa.
_Pensei que fosse na cidade com os outros.
_Achei melhor ficar, pensei que você precisasse me dizer alguma coisa._Pelo visto ela me conhece melhor do ninguém.Eu assenti a cabeça, ela se ajeitou no sofá e me olhou esperando que eu começasse.
_O que aconteceu Kate?
_Eu to com medo com Emi.Já faz duas semanas que eu to tendo o mesmo sonho.
_Sonho? O que acontece no sonho?
_Eles tentam tirar meu filho de mim.
_Kate isso não vai acontecer nós estamos com você.
_Os Moores vão tirar meu filho de mim e ninguém vai poder fazer nada pra impedir.E eu sei que não vai demorar pra isso acontecer._As lagrimas rolavam por meu rosto.
_O que você vai fazer?
_Eu tava pensando em sair daqui, ir pra outro país, talvez.
_Nós podiamos ir pra Inglaterra._Ela disse sorridente.
_Eu acho melhor não.
_Então nós podemos ir pra Espanha.
_Não Emi, você não entendeu.O que eu quis dizer é que nós não vamos, eu vou.Vai ser mais dificil de encontrar o bebê se tivermos separados.
_Tudo bem, você tem razão.Você já contou pro Ryan.
_Eu tava contando com você pra isso.
_Você vai embora sem ninguém saber e quer que eu conte pro Ryan depois?_Ela disse indignada.
_Sim._Eu respondi insegura.
_Tudo bem, era só pra saber.Quando você vai?
_Hoje quando todos estiverem dormindo.
_Tem certeza que quer mesmo fazer isso?
_È o unico jeito de proteger meu filho.
_E pra onde você vai?
_Acho melhor você não saber.Quando os Moores souberem, eles vão fazer de tudo pra me encontrar.
_Eu entendo, eu faria o mesmo se fosse você.
_Espero que o Ryan também me entenda.
_Eu vou sentir sua falta._Ela disse enquanto me abraçava.
_Eu também vou sentir sua falta.
_Já arrumou suas coisas?
_Já.Eu vou subir e descansar um pouco.
_Tüdo bem.
Levantei e fui ate meu quarto tomei um banho demorado, me vesti e deitei na cama.Fiquei encarando o teto por algum tempo e acabei adormecendo.
Quando acordei o Ryan tava deitado do meu lado, o obeservei por um tempo.Levantei e fui em direção ao escritorio onde eu havia deixado minhas coisas.Assim que entrei encontrei a Emi.
_Oi.
_Eu vou te levar no carro do papai.
_Não Emi não precisa e além do mais eles iriam ouvir o barulho do carro, eu pego um taxi.
_Isso foi uma afirmação, eu vou te levar ate o aeroporto e pronto.E além do mais eu estacionei o carro do papai depois da floresta então eles não vão ouvir.
_Como você é teimosa Emi.
_Anda logo, vamos.
Nós pegamos minhas coisas e fomos ate depois da floresta onde o carro estava.Quando chegamos no aeroporto ela me olhou triste.
_Vou sentir muita falta de vocês._Ela disse olhando pra minha barriga.
_Prometo ligar, quando eu estiver mais segura de que eu estou forte o suficiente pra proteger o meu filho.
_Boa sorte, você vai precisar._Nos abraçamos e eu saí do carro, comprei uma passagem do proximo voo que me levaria ate a Rússia.Uma hora depois o voo estava pronto pra decolar.Eu estava sentada na poltrona olhando o céu pela janela.Acariciei minha barriga e sussurrei.
_Tudo vai dar certo.Agora somos só eu e você._Sorri quando o bebê chutou.Virei pra janela e pude sentir uma lagrima escorrer._Adeus Ryan.
O avião finalmente partiu.Me recostei na poltrona, seria mais facil se eu dormisse e só acordasse na Rússia e talvez agora eu deva realmente dizer....Adeus São Francisco.








Demorei pra postar o cap. 31, eu sei.
Mais ta aí espero que gostem.


Julie: Que bom que você gostou...Postando....
Karina:Que bom senti falta dos seus coment's...
Aillinha: Bem vinda ao blog Ailli....Que bom que gostou....Postando..Eu já sigo seu blog...Eu amo ele, serio mesmo....Pode deixar vou comentar muito...
Bibys: Divulgação lá em cima....Foi mal's ter ficado todo esse tempo sem comentar......A partir de agora vou comentar sempre....
                                                        

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Capitulo 30

_Tyler?
_Oi, como você ta se sentindo?
_Bem.Como eu vim parar aqui?
_O Ryan me contou o que aconteceu então eu fui atrás de você.Eu estava em uma loja quando eu ouvi um medico dizendo sobre uma paciente que estava lá a sete dias.Ele descreveu a tal paciente e eu soube que era você.
_Você é meu heroi, sabia?
_Sabia._Ele disse rindo.
_Bobo.
_Seu pai deve ta preocupado e o Ryan também.
_Depois so que aconteceu duvido que ele queira olha pra mim._Eu suspirei e abaixei a cabeça.
_Não fica assim lindinha.Tudo vai voltar ao normal você vai ver.
_È o que eu mais quero._Eu disse enquanto passava a mão por minha barriga.
_Já da pra perceber que você ta gravida.
_È.Tyler você pode me levar embora.Eu preciso falar com meu pai.
_Claro lindinha.


Nos levantamos e fomos ate o seu carro.Durante o caminho nós ficamos em silêncio.Quando chegamos, me senti um pouco nervosa.Assim que abri a porta encontrei o Ryan andando de um lado para o outro e assim que me viu ficou estatico no mesmo lugar.
_Kate?_Ele simplesmente veio em minha direção e me abraçou.Senti uma felicidade que eu não podia explicar, toda a preocupação simplesmente passou.E seu calor me fez me sentir viva.
_Ryan.
_Como você ta? Eu fiquei com tanto medo que acontece algo com você ou com o bebê.
_Ele ta bem._Ouvimos um barulho vindo da porta e quando olhamos encontramos meu pai entrando na sala, ele veio em minha direção e me abraçou.
_Aonde você tava? Por que não voltou pra casa.Quase me matou de susto.
_O importante é que ela e o bebê estão bem._A Mary disse e parada na porta nos olhando com um sorriso no rosto.
Depois de explicar pra todos aonde eu estivesse todo esse tempo eu dicidi ir pro quarto, tomei um banho demorado e me joguei na cama.Fiquei pensando, "será que o Ryan esqueceu o que aconteceu ou foi apenas de momento?" .Logo depois adormeci.....


Um mês depois....


Já havia se passado um mês desde toda aquela confusão.Agora minha barriga já estava enorme, era como se eu existivesse gravida de 7 meses.Apesar de estar gravida de um puco mais de dois meses.Tudo estava diferente pra mim, eu sentia mais fome do que o normal.Mais eu estou feliz mesmo assim.Eu e o Ryan? Bom, acho que o que aconteceu a 1 mês atrás foi só de momento.Nós não nos falamos muito, as vezes ele pergunta sobre o bebê, como eu estou e apenas isso.O Oliver? Bom já não o vejo desde o beijo no parque, e isso me deixa feliz.Talvez agora ele tenha realmente me deixado em paz.Espero que eu realmente esteja certa.
Eu estava deitada na cama encarando o teto enquanto acariciava a barriga.Ouvi alguém bater na porta.
_Pode entrar_Me sentei na cama e a Emi entrou.
_Oi Kate.Eu vim ver como as duas pessoas mais importantes da minha vida estão.
_Bem.
_Eu e o Tyler vamos sair, queremos dar uma volta pela cidade.Você não quer ir junto?
_Melhor não.Eu pensei em descançar um pouco, tenho me sentido muito cansada.
_Então tudo bem.Vejo vocês mais tarde.
_Tchau.
Continuei sentada na cama apenas olhando pro vazio.Um tempo depois me levantei e fui ate a sala.Assim que cheguei encontrei a Mary e o Ryan conversando eles riam de alguma coisa e por um momento eu quis estar no lugar dela.A raiva dentro de mim aumentou eu simplesmente saí.Sentia raiva, raiva de mim, raiva do Oliver por te me beijado e principalmente raiva de estar tanto tempo longe do Ryan....


Ryan....


Eu estava na sala conversando com a Mary.Estavamos rindo de um programa que tinhamos acabado de assistir, a Kate que tinha acabado de chegar nos encarou por um tempo e depois simplesmente saiu, ela estava com raiva, eu pude perceber apenas pelo modo que ela saiu.
_Acho melhor você ir atras dela._A Mary disse sorrindo.
_Você tem razão.
Me levantei e saí atrás dela, andei um pouco e a encontrei sentada embaixo de uma arvore brincando com uma folha que estava no chão.Ela se encostou na arvore e pude perceber que algumas lagrimas desciam por seu rosto.Fiquei por um tempo a observando e agora a raiva voltou a aparecer em seus olhos e ela simplesmente rasgou a folha.Me aproximei e me sentei ao seu lado.
_Não devia ficar tão irritada.
_Não estou irritada.
_Eu conheço você, eu sei que ta irritada.
_Sera Ryan? Sera que você realmente me conhece?_Ela disse me encarando.
_Eu..._Ela me interrompeu.
_Eu acho que não.Se me conhecesse de verdade saberia que eu nunca beijaria o Oliver.
_Eu sei que você não fez aquilo.
_Sabe?
_Eu só..
_Só..?
_Só não sabia como pedir desculpa por não ter acreditadoem você.Olha Kate me desculpa eu não devia ter te deixado sozinha.Eu devia devia ter arrancado a cabeça daquele vampirinho tosco.Me desculpa._Ela olhava em meus olhos e pude ver que a raiva havia sumido.
_Eu...
_Por favor me desculpa._Eu disse colando nossos rostos.
_Eu amo você Ryan e não aguento mais ter que ficar longe de você_Ela sussurrou.
_Eu amo você._Eu me aproximei mais e a beijei.....





                                     P.S. A barriga da Kate ta assim..




Ta aí o capitulo...
Sei que não muito bom...
Mais espero que gostem....

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Capitulo 29

Quando acordei eu estava em um quarto todo branco.Olhei ao redor e não havia nada, me sentei e eu estava com uma camisola branca assim como a cama, a parede , tudo.Me senti tonta e tudo girava, eu não fazia a minina ideia de onde estava, mais eu precisava sair dali.Logo a porta se abriu e um cara vestido de branco entrou.
_Como a senhorita está?
_Eu não sei.Onde eu estou?
_No hospital.Encontraram você desmaiada em um parque.Então senti alguma dor?
_Só me sinto um pouco tonta.
_Não se preocupe é normal.A tontura é por causa dos sedativos.
_Eu preciso sair daqui.
_Você precisa descansar.Vamos fazer alguns exames e se tudo estiver normal hoje mesmo sera liberada._Senti dores em minha barriga, minha garganta estava em chamas.
_Você tem que me tirar daqui.Por favor eu preciso sair daqui._A dor em minha barriga aumentava, era como se estivessem me dando ponta pés.
_AAAAAAHHHHH.Me tira daqui._Logo varias pessoas entraram no quarto, ficando em volta da cama me segurando.
_A senhorita precisa ficar calma.
_AAAHHH._O doutor se aproximou e me deu um injeção em meu braço, minha visão começou a escurecer e logo depois adormeci.....




Ryan...
Depoi de ver a Kate e Oliver se beijando voltei pra casa enfurecido.Fui pro quarto e me joguei na cama, como ela fazer isso comigo? E todos os eu te amo? Não devem ter passado de mentiras.Aposto que eles estão rindo da minha cara.Fiquei encarando o teto ate que adormecei.
Quando acordei já estava de dia.Olhei para o relogio e ele já marcava 12:00, levantei e fui pra sala não havia ninguém lá.Talvez fosse melhor assim, eu não aguentaria olha-la.Fui ate a cidade pra esfriar a cabeça.Fiquei o dia todo andando pela cidade.Quando voltei já havia anoitecido talvez ela já estivesse dormindo.Quando eu já estava no corredor indo pro quarto parei em frente a porta do quarto dela eu sei que não deveria, mais não pude resistir abri a porta lentamente pra não encontrar nenhuma Kate deitada na cama.Fechei a porta e fui pro meu quarto.Talvez ela estivesse com o Oliver.E isso fez com que eu ficasse irritado, assim que entrei no meu quarto me joguei na cama e logo adormeci.


Cinco dias depois...
Eu estava andando de um lado pro outro na sala.Já haviam se passado cinco dias e a Kate ainda não tinha voltado.Eu já havia procurado por toda cidade e nem sinal dela.Continuei andando de um lado pro outro preocupado e derrepente a porta abriu.Me virei com esperanças de ver a Kate entrando e dando uma desculpa qualquer por ter ficado tanto tempo longe de casa, mais minhas esperanças morreram quando eu vi o John, a Mary e a Emi entrando.A Emi veio em minha direção.
_Oi Ryan.
_Oi.
_Eu vou chamar a Kate._A Mary disse indo em direção a escada.
_Ela não ta no quarto._Eu disse nervoso.
_Onde ela ta?_ O John disse me olhando.
_Eu não sei.
_Como assim  você não sabe?_Ele disse vindo na minha direção.
_Pai calma, deixa o Ryan explicar.Fala Ryan.
_Eu encontrei ela e o Oliver se beijando no parque, eu fiquei com raiva e acabei brigando com ela e vim embora.Depois disso eu não vi mais ela.
_Tudo bem Ryan.Aposto que ela passou a noite no parque.Lembra pai quando vocês brigaram ela também fez isso.
_Mais.._Eu não tive coragem de terminar.
_Mais...?_A Mary perguntou me encarando.
_Mais já faz sete dias que isso aconteceu.
_Sete dias?_A Emi perguntou me olhando.
_Ela deve ter ido pra casa da Allison._Mary disse tentando acalmar o John.
_Não eu já procurei lá.
_Se acontecer alguma coisa com a minha filha eu mato você._Ele disse me levantando pela gola da camisa.
_Pai solta ele._A Emi disse segurando seus braços._A culpa não é dele.
_A Emi tem razão John.Temos que procurar a Kate._A Mary disse o olhando.
Ele simplesmente me soltou e saiu sem nem ao menos dizer uma palavra.
_È melhor nós irmos atrás dele._A Mary disse indo em direção a porta.
_Ryan você fica.
_Não eu preciso encontrar a Kate e o meu filho.Se acontecer alguma coisa com eles eu não vou me perdoar nunca.
_Não é sua culpa._Ela me olhou com ternura e depois saiu.
Sentei no sofá e apoiei minha cabeça em minhas mãos.Tudo isso é culpa minha.


Kate...
Quando acordei eu ainda estava naquele quarto branco.Agora eu estava mais tonta do que o normal.Tentei sentar mais minha cabeça estava girando.Ouvi um barulho vindo da janela e pude ver alguém entrando, mais minha visão estava embaçada demais pra mim saber quem era.A pessoa se aproximou e disse algo que eu pude entender.Pude sentir ele me pegar no colo e me levar ate a janela.Me debati tentando me soltar mais eu estava fraca demais e acabei desmaindo.
Senti alguém acariciando meus cabelos, abri os olhos lentamente e o encontrei sentado sorrindo pra mim.






Bom gente eu to mega triste só a Julie comentou no ultimo capitulo...
Eu preciso de comentarios pra querer esrever mais e mais...Mais...
Ta aí o capitulo espero que gostem....
Beijonas...

domingo, 23 de outubro de 2011

Capitulo 28

_Eu também amo você Kate.
Nós nos deitamos e ele me abraçou.
_Ryan como vai ser daqui pra frente?Sabe, você, eu o bebê.
_Eu não sei.
_E seus pais, como vai dizer pra eles que você agora é um....
_Vampiro? Eu também não sei.Isso tudo é muito estranho pra mim.
_Eu sei.E eu me odeio por isso.Nada disso aconteceria se eu não tivesse aparecido na sua vida._Eu abaixei a cabeça.
_Hey, não diz isso.
_Mais é minha culpa Ryan.Você ta assim por minha causa.
_Eu amo você e não importa se agora eu sou um vampiro.Eu viraria um lobisomen, o batman, o coringa, qualquer coisa pra ficar com você._Eu o encarei sorrindo.
_O batman?_Eu disse rindo.
_Qualquer coisa.
_Então, eu seria sua batgirl._Eu disse enquanto me sentava em seu quadril.Passei minhas unhas por seu peitoral o arranhando.
_Com certeza seria a batgirl mais sexy que eu já vi._Ele apertou minha cintura e me virou, invertendo a posição.Começou a tirar meu vestido enquanto eu beijava seu pescoço.Uns minutos depois nossas roupas já estavam espalhadas pelo quarto.Ele se sentou e eu fiquei em seu colo, ele penetrou em mim lentamente.Soltei um gemido de dor, logo os movimentos se tornaram mais rapidos e intensos.Eu gemia seu nome e ele apertava mais minha cintura.Tudo parecia simplesmente parar, meu corpo ardia em prazer e eu não queria que parasse.Chegamos ao climax juntos, nos deitamos ofegantes, ele puxou o lençol e nos tampou.Ele ficou fazendo carinho em meu cabelo, logo adormeci.
Quando acordei eu estava deitada sobre o peito do Ryan.Me levantei peguei minhas roupas e fui para meu quarto.Tomei um banho demorado e me arrumei.Assim que saí fui ate a cozinha e peguei um garrafinha de sangue.Depois de toma-la fui ate a sala onde encontrei um bilhete em cima da mesa.

"Nós fomos para Inglaterra.Precisamos nos encontrar com os Moores.Não sabemos quando vamos voltar.Não se preocupe ficará tudo bem.
                                                  Emile."

Não se preocupe? Ela só pode estar brincando comigo.Eles foram se encontrar com os Moores e quer que eu não me preocupe.Eles não iriam ate a Inglaterra só pra fazer uma visita pros nossos antigos "amigos".

Me joguei no sofá e por incrivel que pareça mesmo tendo acabado de me alimentar eu ainda sentia minha garganta arder.Isso não era um bom sinal.Por causa da gravidez tenho sentido mais fome do que o normal.Fiquei deitada no sofá por mais algum tempo, o silêncio já estava me irritando me levantei e saí de casa.Fui andando ate a cidade, talvez um pouco de ar fresco me ajudasse.Quando cheguei ao parque me sentei na grama e deixei que o vento batasse em meu rosto.Continuei ali sentada apenas pensando em tudo que havia acontecido ate que senti alguém tocar meu ombro.Quando olhei para trás encontrei o Oliver.Me levantei o mais rapido que pude.
_O que faz aqui? Por que não me deixa em paz?
_Só quero proteger você.
_Proteger? Você quase matou o Ryan e diz que quer me proteger?
_Eu não poderia deixar você com ele.Eu amo você.
_Mais eu não amo você.Eu amo o Ryan._Ele segurou meus braços e me empurrou me fazendo enconstar em uma arvore.Ele se aproximou e me beijou, tentei me soltar mais ele me apertava cada vez mais.Quando ele me soltou, olhou pro lado sorrindo.Assim que me virei encontrei o Ryan nos encarando ele apenas meneou a cabeça e saiu.
_RYAN._Fui correndo atrás dele mais ele simplesmente não parava.Quando o alcancei segurei seu braço e ele me encarou.
_Ryan me escuta eu..._Ele me interrompeu.
_Não precisa explicar o que eu vi já explica tudo.
_Ryan...
_Não encosta em mim._Ele disse se soltando.Ele se virou e me deixou ali parada sozinha.Deixei que as lagrimas tomassem conta do meu rosto.Minha cabeça começou a girar e derrepente tudo ficou escuro.....


O que sera que vai acontecer....?
Eu preciso que vocês comentem pra mim saber se vocês estão gostando....
Beijonas......

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Capitulo 27

Quando acordei eu estava deitada em minha cama.Me levantei e me olhei no espelho, meu rosto estava todo horrivel.Me senti um pouco tonta, tomei um banho rapido.Depois de vesti sentei na cama.Sera que tudo não passou de um sonho? Logo a porta abriu e a Emi entrou, ela me olhou um pouco surpresa.
_Kate? Ah meu deus, que bom que você acordou.Como você ta?
_Com sede.Muita sede._Ela se sentou ao meu lado.
_Emi eu vi o Ryan morrer, não era um sonho néh?
_Não, não era um sonho._Senti minha cabeça girar.
_Isso não pode ser verdade.
_Calma Kate, ele ta bem.Eu e o Tyler seguimos você e logo depois que você desmaiou o Oliver e a Samantha foram embora.Então nós troxemos vocês pra casa.
_Aonde ele tá?
_Ele tá no quarto de hospedes.
_Eu vou ve-lo._Me levantei de pressa, mais me senti tonta e me voltei a sentar.
_Acho melhor descançar.Você dormiu por muito tempo.
_Como assim por muito tempo?
_Você dormiu por 5 dias.
_Cinco dias?
_Nós já estavamos preocupados.Fiquei com medo de que não acordasse.
_Como você conseguiu salvar o Ryan? Eu o vi morrendo.
_Na verdade quando nós o troxemos ele estava muito mal.Pensei que não sobreviveria._Eu sabia que ela estava escondendo alguma coisa.
_O que você fez?
_Eu? Nada.
_Diz Emile o que você fez pra salvar o Ryan, você mesma disse que ele estava morrendo.
_Eu...Eu...
_Você...?
_Eu o transformei.Eu sei que você não concorda com isso, mais era a unica maneira de salvar o Ryan.
_Eu entendo.Eu só quero ve-lo.
_Tudo bem, eu te ajudo a ir ate lá.
Ela me ajudou a andar ate o quarto aonde o Ryan estava.Assim que ela abriu a porta eu o encontrei deitado na cama.
_A quanto tempo ele ta assim?
_30 minutos.
_30 minutos?
_È Kate ele ta dormindo._Respirei aliviada.
_Obrigada Emi.
_De nada.Eu vou deixar vocês sozinhos.
Ela saiu me deixando sozinha com o Ryan.Me aproximei e me sentei ao seu lado.Comecei a fazer carinho em seu cabelo.Uns minutos depois ele acordou, me olhou meio assustado e sentou na minha frente me encarando.Logo depois sorriu.Ele se aproximou e me beijou.
_Que bom que você acordou.Eu já não aguentava mais te ver deitada naquela cama.
_Eu to feliz por saber que você ta bem.Tive tanto medo de te perder.
_Como ele tá?_Ele disse enquanto passava a mão por minha barriga.
_Bem, eu acho.
_Já ta crescendo.
_O que?_Eu disse o encarando.
_Sua barriga._Eu olhei minha barriga e era verdade, já estava começando a crescer.Eu sorri.
_Imagina daqui a dois meses mais ou menos eu vou estar segurando nosso bebê em meus braços.
_Vai ser incrivel..
_Eu tenho medo Ryan.Medo de que alguém tente algo contra o bebê.
_Eu vou ta aqui sempre pra te proteger.
_Eu amo você Ryan.
_Eu também amo você Kate....

Só pra deixar você curiosas.....
Amanhã eu posto mais...
Espero que gostem...
Beijos de estrelas.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Capitulo 26

Antes do capitulo um comunicado mega importante meu pai me tirou do castigo e colocou internet outra vez...
Ou seja, agora vou postar todos os dias.....
Se tive inspiração e tive comentarios....
Mais eu to mega feliz e aí vai o capitulo...





_Tem certeza?
_Tenho.
_Tudo bem.Você precisa de alguma coisa?
_Não Emi, eu to bem.
_Você já sabe quando vai contar pro Ryan?
_Não sei se tenho coragem de contar.
_Logo sua barriga vai crescer.Lembra do que o Tyler disse a gravidez de uma vampira é mais rapida do que de uma humana.
_È eu sei.Eu preciso falar com o papai primeiro.
_Você que sabe.Te vejo mais tarde.
_Tchau.


Assim que ela saiu eu me levantei e me arrastei ate o quarto, estava me sentindo mais cansada do que o normal.Me joguei na cama e logo adormeci.
Mais tarde acordei com alguem me sacudindo.Quando abri os olhos me deparei com meu pai.
_Oi pai.
_Você ta se sentindo bem?
_Sim.
_Você não sabe mentir.Não pra mim.
_Eu sei.
_Então, o que você tem?
_Pai, eu não queria que isso tivesse acontecido.Promete que vai ficar sempre do meu lado.
_Claro que eu prometo.
_Pai eu to...to...
_Tá.....
_Eu to gravida.
_O que? Gravida?
_Eu sei que deve ta querendo me matar agora, mais eu não queria isso.
_Eu sei disso.Mais os Moores vão ficar loucos quando souberem disso.
_Eu sei.
_Você já contou pro Ryan?
_Não e também não sei como contar.
_Ele precisa saber.
_Eu tenho medo papai, do que possam fazer com o bebê.
_Eu vou estar sempre do seu lado.
_Obrigada.Eu amo você pai.
_Eu também amo você querida.
Ele deu um beijo em minha testa e saiu do quarto.Depois que ele saiu eu me levantei e tomei um banho, me arrumei e fui ate a sala.Assim que cheguei encontrei todos sentados no sofá conversando.
_Kate senta aqui nós estavamos conversando sobre pra onde vamos quando a escola acabar._A Emi disse sorrindo.
_Não eu preiso dá uma volta por aí.Refrescar a cabeça, depois vocês me falam o que decidiram.
_Tudo bem.
Saí e fui em direção ao parque central, me sentei em um banco e fiquei por um bom tempo pensando sobre como contar pro Ryan.Já era noite quando eu decidi voltar pra casa, amanhã será um grande dia eu preciso estar pronta pra contar ao Ryan.Quando cheguei em casa fui ao quarto me deitei, fiquei por horas pensando que palavras eu usaria pra contar ao Ryan que estou gravida.Log depois adormeci.
Quando acordei senti uma dor aguda na cabeça não estava nada bem.Me levantei e fui ao banheiro, tomei um banho e me arumei hoje tinha escola e eu precisava encontrar o Ryan.Desci as escadas lentamente parecia que a qualquer momento eu fosse desabar.Encontrei a Emi, o Tyler e a Mary, nós fomos para escola com o carro do Tyler.Assim que cheguei andei por toda a escola mais não encontrei o Ryan.Decidi ir pra sala talvez ele chegasse um pouco atrasado hoje.Na sala estava normal, tirando o fato de que o Ryan não havia chegado.Na hora do intervalo eu andei nos corredores e eu não vi o Oliver, nem a Samantha.Tudo estava girando na minha cabeça.
_KATE._Ouvi alguém me gritar.Assim que me virei encontrei a Emi e o Tyler vindo em minha direção.Eles estavam preocupados eu podia ver isso em seus olhos.
_O que aconteceu?
_Eu sei onde esta o Ryan._A Emi disse olhando seriamente pra mim.
_Onde ele tá?
_O Tyler teve uma visão.Conta pra ela.
_Eu acho melhor não Emi.
_Tyler._Assim que olhou pra mim eu pude ler sua mente.Pude ver sua visão.Era o Ryan ele estava amarrado em um tronco de arvore.Pude ver a Samantha e o Oliver, eles estavam em pé e logo eu apareci me prenderam e flashes passavam em minha mente.E no fim pude ver o Ryan caido no chão.Morto.
_Não.Isso não pode acontecer eu não vou deixar que aconteça.
_Kate nós vamos com você.
_Não Emi eu preciso ir sozinha.Vai pra casa e não conte nada ao papai.
Saí e fui em direção ao portão de saída.Saí e fui o mais rapido que pude o que se tornou lento já que eu estava gravida.Assim que cheguei na floresta fui andando lentamente.Tentei ler a mente do Ryan, mais agora tudo em mim duía.Continuei andando ate que encontrei o Ryan amarrado a uma arvore como na visão do Tyler.Me virei e encontrei o Oliver parado ao lado da Samantha.
_Que bom que você chegou ma belle.
_Oliver solta ele.
_Sinto muito ma belle mais não posso fazer isso._Ele se aproximou e segurou meus braços pra trás tentei me soltar mais eu ele me apertou.
_È melhor você ficar quietinha.Não vai quere machucar ele vai?_Ele disse enquanto passava a mão em  minha barriga.Logo depois me amarrou a uma arvore me fazendo ficar de frente pro Ryan.
_Por que você veio?
_Eu não podia deixar você Ryan.
_Não devia estar aqui.
_Eu amo você Ryan não vou deixar que nada te aconteça.
_Eu amo você Kate.
_Olha que lindinho o casalzinho._Samantha disse irônica.
_Você não pode fazer nada ma belle ainda mais desse jeito, gravida.Você já não controla seus poderes._O Ryan me encarou.
_Gravida?_Sussurrou sorrindo pra mim.Eu apenas assenti com a cabeça.
_Eu vou ser pai?_Sussurrou outra vez vez.E de novo eu apenas assenti a cabeça e uma lagrima rolou pelo meu rosto.
_Já chega com a melação.E se eu fosse vocês não estaria comemorando tanto assim, logo essa felicidade toda vai sumir._Ela disse debochada.
_Você deve estar com fome não é ma belle?_Ele perguntou enquanto se aproximava do Ryan.Ele tirou uma pequena faca do bolso e passou pelo pescoço do Ryan fazendo um pequeno corte.Logo o sangue escorria pelo pescoço do Ryan e minha garganta começou a arder.Pisquei algumas vezes e manti a calma.
_Vamos ma belle eu sei que você quer._Ele pegou a faca outra vez e dessa vez foi em direção ao pulso do Ryan e fez um grande corte, o que fez o Ryan urrar de dor.E a queimação na minha garganta aumentou e sem nem ao menos pensar dei um impulso pra frente.Respirei fundo e pude sentir o cheiro do sangue do Ryan e era doce e seu gosto devia ser mais doce ainda.Prendi a respiração, mais eu ainda pudia ver o sangue escorrendo.O Oliver se aproximou de mim e desamarrou as cordas.
_Vai ma belle, mate sua sede.
_Não.
_Anda ma belle._Ele segurou meus braços e me jogou na frente do Ryan.Não consegui não deixar de respirar.Vi seu sangue tão de perto.Me deu vontade de ataca-lo.Peguei sua mão e encontei meus labios em seu pulso.Seu sangue molhava meus labios me fazendo querer morde-lo.Pude ouvir a risada do Oliver.Quando já estava pronta para morde-lo pude ouvi-lo dizer "Eu te amo".Levantei a cabeça e o encarei.Olhei em seus olhos e me lembrei de tudo havia vivido ao seu lado.O primeiro beijo, a primeira vez.Ele era parte e o que eu estava fazendo prestes a me desatruir.Me aproximei do seu rosto e o beijei.
_Eu amo você Ryan.
_Não seja estupida._O Oliver seguro os meus cabelos e os puxou,me arrastando ate a outra arvore.
_Solta ela.Solta ela agora._A Samantha se aproximou dele.
_Seu cheiro é uma delicia.
_Por que você não proca Sam._O Oliver disse a encarando.
_Não chega perto dele._Ela se aproximou, segurou sua mão e o mordeu.
_AAAAAAHHHH._Ele gritava de dor.Apertava os olhos tentando amenizar a dor mais só aumentava.
_Nããããoooo.Para com isso._Logo ela parou e virou-se para mim sua boca estava toda suja com o sangue dele.
_Acho melhor acabarmos logo isso Samantha.
_Tudo bem.Mais vai ser uma pena matar um menino tão bonito como ele._Ela o desamarrou e o colocou de pé em sua frente.Ele piscou os olhos algumas vezes e logo suas mãos foram em direção ao seu pescoço.Ele se mexia tentando parar, mais não adiantava.Eu sabia muito bem o que ela estava fazendo.E eu também sabia como ele estava se sentindo eu já havia sentido isso.Ele me olhou e seus olhos gritavam de dor.Ele sussurrou "Eu te amo", Eu me debatia tentando me soltar, mais nada adiantava.Logo seus olhos perderam o brilho seu corpo foi ao chão.Ele estava morto, era fim.Minha cabeça girava, dores fortes me atingiram na barriga.Tudo estava desabndo em cima de mim e eu não sabia o que fazer.
_RYAN.Nãããooo._A dor em minha cabeça aumentava e derrepente tudo ficou escuro, eu havia desmaiado.




E agora será que o Ryan morreu?
O que vai contecer agora?
Ate que fim o capitulo 26.
Espero que vocês gostem.
Comentem muito....

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Capitulo 25

_Isso não pode acontecer.
_Porque não? Seria tão fofo e o Ryan ficaria tão feliz._A Mary disse sonhadora.
_Mary acorda eu sou uma vampira e ele um humano.
_Mais não impediu que vocês se envolvessem._A Emi disse me encarando.
_Eu sei.Mais pensa comigo, se eles estão querendo arrancar minha cabeça só pelo fato de eu estar namorando um humano imagina o que fariam comigo gravida.
_Eu não tinha pensado nisso.Mais como vocês vampiras fazem pra saber se esta gravida?
_Eu não sei.
_Que tal comprarmos um teste em alguma farmacia?
_Por mim tudo bem, tenho certeza que não estou gravida.
Nós fomos ate a cidade comprar o tal teste.Assim que chegamos em casa fomos ate o meu quarto.
_Vai Kate, faz logo eu to anciosa pra saber._ A Mary disse pulando na cama.
_Ta legal.
Eu entrei no banheiro e fiz o teste como a Mary havia me faladoUns minutos depois eu sai do banheiro.
_Pronto.
_Eaí o que deu?_As duas disseram me encarando.
_Eu não sei, eu ainda não olhei.Ve você Mary.
_Ta legal, me da aqui._Eu entreguei em sua mão.Ela ficou durante um tempo seria lendo as intruções e logo me encarou com um sorriso no rosto.
_Então?_Eu perguntei anciosa.
_Você ta gravida.
_O que?_Eu e a Emi dissemos juntas.
_Isso deve ta errado.
_Não ta não.Então quando você vai contar pro Ryan.Ele vai ficar muito feliz.
_Isso não deveria acontecer._Eu disse sentando na cama.
_Você ta bem?_A Emi perguntou me encarando.
_To.Sera que você poderiam me deixar sozinha.
_Claro.
Assim que elas sairam me joguei na cama, pude sentir algumas lagrimas rolarem por meu rosto.Pareci que a partir de agora as coisas vão piorar.Passei a mão na minha barriga.
_Gravida?_Sussurrei pra mim mesma e sorri.Nunca me imaginei gravida , muito menos em uma situação como essa.Fiquei acariciando minha barriga ate que adormeci.....

Quando eu acordei ainda era noite, me sentei na cama.Eu estava faminta me levantei e fui ate a cozinha peguei algumas garrafinhas me joguei no sofa e comecei a beber o sangue de uma das garrafinhas.Bebi todo o sangue das garrinhas, mais não era o suficiente. Eu não queria o sangue das garrafinhas eu precisava de sangue fresco.Senti minha garganta arder,levantei e sai de casa. Fui andando ate uma cachoeira, talvez eu acalmasse meus nervos com um bom banho fresco, não queria ter que machucar ninguem.Me despi e entrei na agua, mergulhei algumas vezes mais minha garganta ainda ardia e meu desejo de sangue fresco aumentava.Continuei nadando ate ouvir passos, olhei em volta mais não vi ninguem.Quando olhei para trás encontrei um cara parado me encarado.Senti meu desejo tomar conta de mim.Saí da agua e fui andando lentamente em sua direção.Ele observava cada parte do meu corpo e em seus olhos eu podia ver desejo assim como nos meus.Me aproximei e coloquei minhas mãos em seus ombros e aproximei minha boca de seu ouvido.
_Shhh, vai ser rapido.
_Quem é..._Antes que ele pudesse terminar de falar eu o mordi.Ele soltou um urro de dor.Seu sangue quente descia lentamente em minha garganta.Eu pudia sentir sua dor mais eu não queria parar.Minutos depois seu corpo estava jogado no chão palido, ele estava morto.E eu estava em pé observando cada traço de seu rosto enquanto limpava minha boca suja de sangue.Logo minha sanidade voltou e pude sentir meu coração acelerar, eu não poderia deixa-lo ali jogado no chão.No dia seguintes todos saberiam de sua morte e isso não acabaria bem pro meu lado.Então eu o carreguei mesmo com dificuldade ate a floresta.Lá eles diriam que ele foi morto por um animal qualquer.
Saí dali e fui pra casa.Assim que cheguei me joguei no sofá e deixei que as lagrimas escorressem.Logo adormeci.

No outro dia quando acordei encontrei a Emi me encarando.
_Você ta bem Kate?
_To.Cade o papai e a Mary?
_Eles sairam, foram ate a cidade.Por que dormiu aqui no sofá?
_Não sei, eu não lembro._Eu disse rpido não queria ter que dizer o que realmente aconteceu.
_Você ta mentindo e eu sei.Eu te conheço muito bem Kate.
_Não é nada Emi.Só não to me sentindo muito bem.
_Tem certeza?
_Tenho.....

Happy Birthday...

Oi galerinha.....
Hoje eu to aqui pra dizer pra todo mundo que hoje é um dia mega importante pra mim....
Hoje é o aniversario da Kahh...
Kahh eu queria dizer que você é mega especial pra mim....
Minha  primeira BFF Virtual....
Eu espero mesmo de coração que você seja sempre muito feliz...
Que sempre tenha muita imaginação...
Pra continuar escrevendo historias incriveis..
Que so você sabe....
Te adoro muito...