domingo, 29 de janeiro de 2012

Capitulo 47 *Mini*

Ryan.....




Quando eu acordei não encontrei a Kate na cama.Me levantei e fui ao banheiro tomei um banho rapido, me arrumei e desci esperando encontrar a Kate sentada no sofá com os outros mais ela não estava ali. O que era estranho. Mais estranho foi como o John me olhou, ele parecia apreensivo e alguma coisa dentro de mim sabia que tinha a ver com a Kate.




Kate....


Quando acordei eu ainda estava escorada na arvore. Meu corpo estava dolorido e minha cabeça estava a ponto de explodir, lembranças da noite passada vieram a minha cabeça e pude sentir meus olhos se encheram de lagrimas. Levantei e me virei pra voltar pra casa Ryan deveria estar preocupado, mais eu não sai do lugar apenas continuei ali, parada deixando que as lagrimas corressem sobre meu rosto....
Quando cheguei em casa, achei estranho a sala estar vazia mais resolvi ignorar. Fui ate o quarto e ele estava vazio fui ate o banheiro e tomei um banho demorado tentando em vão esquecer todos os problemas que me rodiavam.Quando voltei pro quarto ouvi o barulho da porta sendo aberta, me virei pra olha-lá e encontrei o Ryan me olhando.Então eu apenas me joguei em seus braços deixando que ele me confortasse e em ajudasse a esquece-los.E ali em seus braços, me permiti desabar.

Ainda era madrugada eu não consiguia mais dormir, o Ryan ainda dormia tranquilamente ao meu lado.Resolvi levantar e ir ate a sala, chegando lá encontrei a Mary sentada encarando o nada.Sentei-me ao seu lado.
_Ainda acordada a essa hora Mary.
_Não consigo dormir e você o que foi?
_Sei lá só não consigo dormir.
_È por causa do seus pais não é?
_Mais ou menos, ainda tem aquela historia de lobisomens que não sai da minha cabeça.Eu não sei o que fazer Mary.
_Você devia perdoar o John, ele te ama e se não te contou que sua mãe estava viva ele deve ter um bom motivo.Devia dar uma chance pra ele se explicar.
_Talvez tenha razão.
_Talvez?_Ela perguntou fingindo estar ofendida._Querida eu sempre tenho razão.
_Tá legal Sº Convencida._Eu disse rindo.
Ficamos ali por mais algum tempo e depois cada uma foi pro seu quarto, me deitei ao lado do Ryan que acabou acordando.
_Onde você estava?_Ele perguntou sonolento._Eu nem preciso dizer como ele fica fofo sonolento.
_Na sala conversando com a Mary._Eu disse enquanto me "aninhava" em seus braços.Ele me puxou mais pra si enquanto eu brincava com seus cabelos e dava alguns beijos em seu pescoço._Boa noite._Eu me ajeitei em seus braços e encostei minha cabeça em seu peito.
_Boa noite.
Um tempo depois acabei adormecendo.E eu não tive sonhos, o que deveria ser estremamente bom e aliviador, mais algo dentro de mim dizia que essa historia estava longe de terminar.
















 ***Bom gente sei que demorei um tempo..Ta legal um bom tempo pra postar..
Mais é que eu tive alguns problemas...Mais postou um pequeno pra vocês...Prometo que amanhã posto mais...Mais agora eu queria saber se mais alguém aí também esta viciada nas musicas do John Mayer...Eu realmento me apaixonei pelas musicas e pela voz dele...hihi...
Espero que gostem do mini cap.....
Beijos...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Divulgação Mega Especial..

Gente eu queria divulgar um blog M-A-R-A...
O blog da Mai Moura....
È mega perfeito.....Ta no começo mais já é lindo..
http://jemi-meapaixoneiporumvampiro.blogspot.com/
Lêem, sigam e divulguem....
Tenho certeza que vocês vão amar....
Beijos....

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Capitulo 46

Acordei assustada no meio da noite depois de mais um pesadelo. Olhei em meu lado e o Ryan dormia tranquilamente, levantei calmamente e fui ate a sala precisava pensar um pouco e eu não estava a fim de dormir e ter outro pesadelo. Quando passei perto do escritorio do pai pude ouvir vozes agitadas lá dentro. Pensei que fosse o John e a Mary, mais aquela voz não era da Mary. Empurrei a porta lentamente e quando entrei eles pararam de gritar e me encararam espantados.
_O que esta acontecendo aqui?
_Nada querida._Meu pai disse nervoso.
_O que faz aqui Elizabeth?
_Eu preciso conversar com você Kate.
_O que é?
_Não você não tem nada pra conversar com a Kate.
_Ela tem o direito de saber John.
_O que eu tenho que saber? Fala logo Elizabeth.
_Kate eu sei que talvez você não entenda e possa me odiar mais eu preciso te contar..Eu...Eu..
_Você..?
_Eu sou sua mãe.
_Minha o que?...
_Querida sei que demorei tempo demais..._ Eu a interrompi.
_Tempo demais? Desde de pequena eu achei que você estivesse morta e agora você aparece e diz que demorou tempo demais._Eu disse exaltada.
_Kate me deixa explicar...
_Explicar? Bom, o fato de você ter estado "morta" durante decadas pra mim.Teve ter uma boa explicação, tente me surpreender._Eu disse ironica.Eu olhei pro John e fiz sinal pra que ele saisse, ele bufou e saiu irritado.
_Kate...Eu não sei por onde começar.
_Que tal da parte em que você "morreu"?
_Tudo bem.Bom, eu era casada com seu pai e nós eramos felizes, muito felizes.Mais quando nos mudamos pra São Fransciso eu acabei me apaixonando por um humano e ele por mim.E em uma epoca houve uma pequena "guerra" entre alguns vampiros e como todos estavam planejando como sair vitorioso eu achei a oportunidade certa pra fugir.
_Se apaixonou por um humano?
_Eu sei que você vai me entender já que também se apaixonou por um humano.
_Não, sinto muito mais eu não entendo.Eu nunca abandonaria minha familia por uma paixão._Eu podia sentir poucas lagrimas cairem pelo meu rosto.
_Kate eu.._Eu a interrompi.
_Você tinha duas filhas, não se senti mal em pensar que mal conheceu sua filha, que não viu ela crescer.
_Eu sei que foi errado, mais eu sempre acompanhei vocês de longe.
_Não é a mesma coisa._Eu gritei.
_Filha...
_Eu não sou sua filha._Me virei e saí da escritorio, parei na sala onde o John estava andando de um lado pro outro.Ele parou de andar quando me viu.
_Filha..._Eu o interrompi.
_Voccê sabia que ela estava viva? Não sabia?
_Filha eu...
_SABIA?
_Sabia.
_Isso não pode ser verdade._Senti a raiva tomar conta de mim.
_Kate eu...
_Você mentiu pra mim durante todos esses anos.Como pode?
_Me desculpa...Eu...
_Pensei que segredos não existiam entre nós._Foi tudo que eu disse antes de sair pela porta.
Caminhei depressa enquanto as lagrimas desciam sem saber pra onde eu realmente iria parar. Eu não estava me importando com isso, minha cabeça girava, vozes gritavam em minha mente e meu coração batia forte, forte o bastante para que eu não consiguisse mais respirar.
Parei de andar quando minhas pernas já não consiguiam mais ficar em pé. Sentei em baixo de uma arvore qualquer.As lagrimas caiam lentamente agora e meu coração já começava a se acalmar.Mais eu ainda não consiguia pensar direito, Como eles poderam fazer isso comigo? Como ELA pode fazer isso? Um tempo depois acabei adormecendo em meio aos pensamentos.













Bom garotas sei que fiquei um bom tempo sem postar....
È que não estou tendo muitas e ideias...
E estou cheia de problemas...
Mais prometo me empenhar mais agora....
Feliz 2012 super atrasado pra vocês....
Que esse ano seja de muita alegria pra todas vocês.....
E comentem pra mim saber se vocês estam gostando lindinhas ou não....
Amo vocês.....Beijos