sexta-feira, 2 de março de 2012

Capitulo 50

Na hora da saída eu fiquei no estacionamento perto do carro esperando pelo Ryan e a Mell.Eles chegaram um pouco depois, brincando e rindo.No caminho eu contei o que havia acontecido na aula, e eles riram igual a dois doidos dentro do carro.E eu me divertia com isso, essa era a minha familia e eu os amava. 
Entramos em casa ainda rindo do tombo que a Mell tomou quando saiu do carro e nos deparamos com o John, Mary, Tyler e Julie sentados no sofá conversando.Caramba esse povo aparece sem me avisar depois desaparece sem me avisar também e agora volta e continua não me avisando.¬¬
_Onde vocês estavam?_Perguntei me jogando no sofá.
_Oi pra você também lindinha, senti sua falta._O Tyler disse sarcastico.
_Oi, agora onde vocês foram?
_Nós fomos atras do Dan._A Julie se pronunciou.
_E como sabiam onde ele estava?_O Ryan sentou ao meu lado.
_Bom, eu ainda matenho contato com minha mãe._Julie suspirou.
_E o que queriam com ele?
_Bom, já que um dos dele foi morto por lobsomens pensamos que ele podia saber algo que nos ajudasse._Meu pai disse pela primeira vez.
_E o que consiguiram?_Mell perguntou curiosa.
_Nada.Simplesmente nada.
_O que pra mim já era esperado._A Mary disse revirando os olhos.
_Pai sera que posso conversar com você a sós no escritorio?
_Claro querida.
Nós fomos ate o escritorio e eu estava nervosa não sabia qual era a explicação que ele daria e sinceramente eu tava com medo do que ouviria.
_Então pai eu andei pensando e eu quero ouvir o que você tem a falar.
_Tudo bem.Quando sua mãe estava gravida de você nós decidimos ir pra São Franciso, já que onde estavamos acontecia uma pequena guerra entre alguns vampiros.Tudo parecia normal entre mim e sua mãe, mas depois de um tempo que haviamos chegado na cidade ela começou a ficar distante.Ela saia sempre dizendo que ia caçar ou coisa parecida.Depois que você nasceu houve um confronto entre alguns Moores e outra familia de vampiros.Nessa epoca eu era amigo do Dan e naquele dia sua mãe havia saido de casa pela manhã dizendo que estava faminta e iria caçar, mas ela não voltou pra casa.Eu fiquei desesperado quando o Dan apareceu lá em casa dizendo que ela havia sido capturada pela familia rival._Pude observar algumas lagrimas descerem lentamente pelo seu rosto._Eu fiz de tudo pra encontrar sua mãe.Eu procurei em todos lugares possiveis pra achar os "raptores'' da sua mãe mas eu nunca a encontrei._Houve um minuto de silêncio entre, eu precisava de minuto pra absorver aquelas palavras.
_Como descobriu que ela estava viva?
_Foi um pouco depois de você conhecer o Ryan.Dan me ligou contando a verdade, me dizendo que Elizabeth nunca esteve morta.Desculpa não ter te contado mas é que... eu fiquei com medo de que você também fosse embora como sua mãe foi._Eu já chorava então eu apenas o abracei.Ficamos assim por um tempo.
_Eu não vou embora pai, não sou como ela.Somos uma equipe, lembra? Eu, você e a Emi._Eu sorri quando eu o vi dando uma risadinha.
_Certo.Uma equipe.
Depois de um tempo conversando voltamos pra sala.Todos nos olharam esperando que nós falassemos algo.
_Cade o Ryan?_Eu perguntei olhando em volta.
_Não era isso que eu queria ouvir, mas ele foi pro quarto._A Mary disse apontando pra escada.
_Então, eu vou lá falar com ele.
Subi as escadas correndo e quando entrei no quarto o encontrei dormindo.Eu já disse o quanto eu o amo? Se não, então esqueça eu não vou dizer isso pra você.Fui ate o banheiro e tomei um banho demorado e depois de me vestir deitei ao lado do Ryan e logo adormeci.

"Tudo parecia tão diferente enquanto eu andava pela casa, agora abandonada.Senti que tinha alguém me observando e meu coração sairia do peito a qualquer momento, eu olhava em volta mas não havia ninguém ali."Ta tudo bem." Eu repetia pra mim mesma, tudo ficaria bem.Eu so precisava sair daquele lugar e voltar pros braços do Ryan...Continuei andando pelo corredor e tentei deixar aquela estranha sensação de lado, eu sairia dali.Parei em frente a uma porta e derrepente senti alguém me empurrando ate eu bater contra a porta a minha frente, e eu já não conseguia mais respirar e senti tudo escurecer." 


Meu coração ainda batia desesperadamente contra meu peito enquanto eu tentava recuperar o folego.Olhei em volta e eu estava sentada na minha cama ao lado do Ryan.Suspirei aliviada.Levantei e fui ate a cozinha me sentei na bancada e fiquei ali olhando pro nada.Meu coração já batia normalmente mas o medo tinha tomado conta de mim, eu não sabia o que fazer.Eu nem ao menos sabia o que todos esses sonhos significam.Deus, eu vou enlouquecer.
Já fazia um tempo que eu estava ali, quando eu ouvi um barulho vindo da porta da cozinha então me virei pra ver o que era.E encontro o Ryan me olhando com uma cara fofa.
_O que foi?Por que levantou?
_Eu tava sem sono.E o que você ta fazendo acordado? Tava dormindo tão bem.
_Não senti o seu calor ao meu lado, não gosto de dormir sem você._Own eu sou a unica pessoa que acha que ele é um otimo namorado.
_Calor?_Eu ri_Eu sou fria Ryan._Ele se aproximou e segurou minha cintura.
_È perfeito pra mim._Disse colando mais seu corpo no meu.
_Ryan?_Eu sussurrei em seus labios.
_O que?
_Eu amo você.
_Eu também amo você._Então ele me beijou, fazendo eu sentir milhares de borboletas dançando em meu estomago.Ainda eu seu colo ele me levou ate o quarto quando chegamos no quarto nós caimos na cama rindo e então depois de muitos beijos nós resolvemos dormir e então pude dormir tranquila.Sem nenhum pesadelo, apenas um sorriso no rosto.
 




 Ta aí o Capitulo..Espero que gostem...
Beijos...


5 comentários:

  1. PERFEITO *-*

    Tag pra vc

    http://jemi-meapaixoneiporumvampiro.blogspot.com/

    - Posta ogo hein :P Xo Xo' :)

    ResponderExcluir
  2. Que blog lindo! Comecei a ler agora, já li todos e amei! Parabéns! Você pode passar na minha fic só um pouquinho pra ver se gosta? Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. heey , será que ainda lembra de mim ? *-*
    poxa , to vendo que continua com a história perfeita de sempre né ?
    tá linda , *-*
    saudades viu ? *-*

    ResponderExcluir

Quer me deixar feliz*---*?...Comenta aí..