sexta-feira, 13 de abril de 2012

Capitulo 58

Como ela poderia saber disso, eu não havia contado a ninguém.
_Não sei do que está falando?
_Não sabe mesmo Kate?
_Não.
_Não contou nem mesmo ao tal Ryan.Ele é o pai não é?
_Como eu disse antes não sobre o que está dizendo._Minha respiração estava cada vez mais pesada.
_Estou falando sobre o bebê que está esperando?_Meu coração já pulsava loucamente.O nó em minha garganta já estava começando a me sufocar.
_Como...Como sabe?_As lagrimas começaram a correr.
_Como eu disse eu sei muito sobre você.Sei também seu namorado e a humana.Você deve estar se sentindo pessima não é?
_Não tem o direito de se meter na minha.Não tem o direito de me manter presa aqui, não tem o direito.Não é minha culpa se mataram seu filho._O brilho que estavam em seus olhos ate agora desapareceram.E agora só havia dor, raiva.
_Você não sabe o que está falando.Vou mandar trazerem comida pra você, precisa se alimentar.E não tente escapar, vai ser pior pra você._Então ela simplesmente se virou e saiu.Sabia que havia tocado em seu ponto fraco, não deve ser facil perder um filho.Mas ela não tem o direito de fazer o mesmo comigo.
Alguns minutos depois um cara entrou trazendo uma garota consigo.A jogou no chão e saiu.Ela me olhou assustada, seu medo era quase palpável.Me levantei e fui em sua direção tudo dentro de mim pedia por sangue, encostei minha mão em seu ombro.Seus olhos estavam arregalados e pelo visto ela sabia o que eu era.
_Tudo bem, não vou te machucar.
_Eu sei o que você é._Ela chorava desesperadamente.
_Sei que sabe, mas não vou fazer nada.Só preciso que pare de pensar um pouco, está aumentando minha dor de cabeça._Me afastei e voltei a me sentar.Ela foi pro outro lado do quarto e ficou encolhida no canto.Tentei me concentrar e não pensar em nada, mas o medo de pensar em perder meu filho.....Não podiam fazer isso comigo.Eu já havia perdido o Ryan e não iria permitir que me tirassem meu filho também.E logo depois acabei adormecendo.
Quando acordei minha cabeça já não doia mais, como se ela nunca estivesse ali.Olhei ao redor e encontrei a garota no mesmo lugar de antes com o olhar preso em mim.Parece que ela não dormiu, deve ter passado a noite toda me vigiando.Eu não a culpo, se eu estivesse no lugar dela também não confiaria em mim.Um vampiro nunca é muito confiavel.
A porta abriu e a Alex entrou, me encarou seria e se virou pra olhar a garota que eu não sabia o nome.
_Então você não comeu.Querida você precisa alimentar o meu bebê e...
_Meu bebê Alex.Meu filho._Eu disse irritada.
_E se continuar recusando a matar essa humana infeliz eu o farei._Ela continuou ignorando o que eu havia dito.
_Não por favor me deixa ir embora.Eu prometi pra minha irmãzinha que eu iria visita-la no hospital._A garota disse chorando.
_Cale-se não tenho tempo pra sua historia ridicula.
_Solta ela alex.Eu prometo me alimentar mas solta ela.
_Tudo bem.Vou ser boazinha dessa vez porque está prometendo cooperar.Venha logo garota antes que eu mude de ideia.
_Obrigada._Ela sussurrou me olhando.E foi em direção a porta onde a Ale estava.
_Espera.Como vou ter certeza de que a libertou.
_Precisa confiar em mim Kate.Eu cumpro com que falo e se eu disse que iria solta-la é porque vou solta-la.
Então ela saiu sendo seguida pela garota de cabelos dourados e olhos que revelavam tudo.Eu precisava arrumar um jeito de sair dali e eu precisava ser rapida.

2 comentários:

  1. OMG , ainda bem que a Katy é boa :/
    Tá linda , como sempre *-*
    tem mais ? \O/

    ResponderExcluir

Quer me deixar feliz*---*?...Comenta aí..