domingo, 29 de julho de 2012

Capitulo 66 - 3ºTemporada




# Nate


Observei através da janela o sol nascendo. Mais um dia. Algumas pessoas se sentem frustradas a cada dia que passa, pois quanto mais tempo passa menos tempo de vida. Já pra mime diferente a cada dia mais um dia pra eternidade. Nao é como se eu só reclamasse da vida, mas talvez você entenderia se estivesse no meu lugar. Nao é uma situação muito agradável, acredite em mim. Me levantei e fui lentamente ate o banheiro, depois de um banho rápido me vesti e fui em direção a sala.Onde encontrei meus pais conversando distraidamente.Eu gostava de como eles eram felizes e as vezes pareciam melhores amigos, gostava de como eles se entendiam.Eram sortudos por terem um ao outro e eu era feliz por ser filho deles.Passei por eles e fui em direção a cozinha, depois de me alimentar decidi sair.
Estava andando pelo parque observando as pessoas que estavam ali.Vi crianças brincando, casais de namorados e velhos amigos conversando.E de repente me imaginei vivendo uma vida normal com uma pessoa que eu amasse e outras baboseiras da vida dos humanos.”Porque os vampiros existiam afinal?” Durante tanto tempo eu tentei entender o motivo da nossa existência e porque não morríamos como os humanos.Alguns de nós gosta de saber que vivera pra sempre, mas não eu.Não havia motivo pra me fazer querer viver por tanto tempo.E mais uma vez eu me pergunto “Porque vampiros existem afinal?” Talvez seja um  tipo de castigo pelo erros cometidos nas vidas passadas ou qualquer coisa do tipo.Continuei caminhando durante um tempo, já estava escuro quando eu decidi voltar pra casa.
Assim que abri a porta dei de cara com a minha mãe que estava vindo em direção a porta.E quando me viu pareceu respirar aliviada, veio na minha direção e me abraçou.
_Ainda bem, você ta bem.Onde você estava nate? Me deixou preocupada._É eu sei minha mãe é super exagerada em relação a mim.Sempre foi assim desde que eu era pequeno.
_Mãe eu to bem, ta legal? Não sou mais uma criança, sei me cuidar.
_Tem razão.Desculpa.To ficando mesmo histérica._Ela riu de sua propria piada e me soltou.
_Concordo, tá cada dia mais esterica._Meu pai disse entrando na sala.Minha mãe o encarou seria, o fulizando com os olhos.È coitado dele.
_Como é que é Ryan?
_Eu só brincando com você meu amor._Ele disse enquanto a abraçava.
_Sei.
_Bom, eu vou pro quarto._Eu disse indo em direção a escada.
_Tudo bem.Boa noite, querido._Minha mãe disse sorrindo pra mim.
_Boa noite.
Me virei e fui em direção ao meu quarto, me joguei na cama e fiquei ali encarando teto.Depois de um tempo adormeci...



#Kate

Estava deitada na cam ao lado do Ryan, encarando o teto é engraçado como tudo tem estado muito normal desde que o Nate nasceu.E as vezes me pergunto até onde toda essa normalidade vai nos levar.Mas sinto que o caminho que tomamos não é tão facil quanto parecia ser.E isso me dá medo porque sinto que não posso fazer nada pra impedir que algo ruim aconteça com o Nate.Desde que o Nate nasceu eu venho o protegendo do mundo lá fora e sinto que agora eu não posso mais fazer isso porque o Nate cresceu e já não tenho mais o controle da situação.Esse pensamento me fez estremecer e o Ryan percebeu e me apertou mais contra si.
_O que foi amor?_Ele sussurrou em meu ouvido.
_Nada.
_Nada?_Ele me apertou mais e começou a beijar o meu pescoço.
_È, nada.
_Sei.
Ficamos assim durante um tempo apenas conversando e logo depois dormimos.
E naquela noite eu tive outra vez aquele sonho.O Nate caido no chão sangrando, é horrivel.E aquela garota ao lado do dele, eu sinto que aquela guerra que eu vejo na minha visão tem alguma coisa a ver com ela.E eu simplesmente não sei o que fazer pra salva-lo....



Bom gente ta aí o cap. depois de um século néh? hihi....Espero que gostem eu sei tá mini mas prometo postar outro amanhã e muito obrigada pelos comentarios da sinopse....
Beijos..