sábado, 12 de janeiro de 2013

Leiam Isso...

Bom, primeiro eu queria dizer que eu sei que tenho demorado MUITO pra postar os capítulos....Mas o fato de quase ninguém comenta me deixa MEGA TRISTE.....Então por favor comentem...
E eu também queria avisar que segunda-feira eu vou fazer uma maratona...Pra compensar todas vocês...Eu vou começar provavelmente ás 19:30...E espero que vocês acompanhem..Sei que a maioria deve estar viajando mas por favor estejam aqui segunda ás 19:30...E comentem bastante...Beijos da Jessie....

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Capitulo 70

Kate...

_Aconteceu alguma coisa?_Eu perguntei olhando sua expressão seria.
_Não sei, me diz você.
_Como assim? Do que tá falando?_Eu perguntei assustada.
_Você vem tendo pesadelos há semanas.Anda estranha, não fala com ninguém sobre os sonhos.Kate você sabe que pode contar comigo.
_Eu sei, meu amor._Eu disse indo em sua direção e o abraçando.Não sabia se era a hora certa pra falar sobre isso com o Ryan.
_Quer me contar sobre os sonhos?_Ele sussurrou no meu ouvido enquanto me abraçava mais forte.
_Não.Ainda não mas prometo que vou contar._Eu o puxei mais pra perto selando nossos lábios.Senti quando o Ryan me deitou lentamente na cama ficando por cima de mim.Depois de um minutos nos beijando ele passou a distribuir beijos por meu pescoço.Arfei quando senti suas mãos passeando por dentro da minha blusa indo em direção aos meu seios os apertando e massageando.Mordi seu ombro tentando controlar os gemidos.Mas parecia cada vez mais difícil quando o senti pressionar seu quadril contra meu.
_Hum..Ry..Ryan._Sussurrei enquanto passava as mãos por suas costas o arranhando.E uns minutos depois nossas roupas já estavam jogadas no chão.Envolvi sua cintura com minhas pernas enquanto ele me penetrava.Ryan gemendo baixinho iniciou as estocadas de forma lenta e calma e depois aumentou o ritmo da estocadas, tornando-as mais rápidas e fundas me fazendo gemer cada vez mais alto.senti quando ele levantou me sentando em seu colo.Comecei os movimentos de sobe e desce sentindo o membro deslizar fundo para a minha feminilidade.O abracei enquanto Ryan colocava a cabeça na curva do meu pescoço distribuindo beijos naquela região.Continuei com o movimentos ate que senti meu corpo amolecer assim como o do Ryan.Deitamos na cama ainda abraçados, enquanto o Ryan fazia carinho no meu cabelo.E de repente comecei a lembrar de tudo que já vivemos.Lembrei de quando nos conhecemos, de quando eu contei que era uma vampira, de quando engravidei da Mellanie, de quando o Nate nasceu.E então eu ri enquanto o Ryan me olhava sem entender nada.
_O que foi?_Ele perguntou curioso.
_Lembra quando o Nate era pequeno e vivia entrando no nosso quarto sem bater na porta?_Ele sorriu e olhou pro nada parecendo lembrar.
_Lembro, até que nós decidimos que quando queríamos transar tínhamos que trancar a porta._Suspirei lembrando daquele tempo._O que foi?
_É tudo tão mais fácil quando eles são pequenos.
_É, mas chega uma hora que precisamos deixa-los crescer e tomar suas próprias decisões._Eu sabia que Ryan estava certo mas será que eu estava pronta pra deixa-lo tomar sua própria decisão mesmo sabendo o que ela significaria? 



Nate....



Ficamos por mais um tempo apenas conversando.Já era noite quando decidimos ir embora.

_Te vejo amanhã?_Ela perguntou enquanto me abraçava pelo pescoço.
_Claro._Me aproximei mais ate nossos corpos estarem totalmente colados e a beijei.
_Tenho que ir Nate._Ela disse enquanto se afastava.Fiquei ali  observando enquanto ela ia embora e um tempo depois me virei indo em direção a minha casa.
Assim que entrei em casa encontrei minha mãe, meu pai e a Mell sentados no sofá olhando um álbum de fotos enquanto conversavam animadamente.
_Oi Nate._A Mell disse quando me viu parado os olhando.
_O que estão fazendo?_Eu perguntei surpreso.Não muito comum encontrar os três juntos ultimamente.
_Olhando fotos antigas._Minha mãe disse enquanto apontava um lugar vazio ao lado dela._Vem senta aqui, encontramos fotos suas quando era bebê._Fui em direção ao sofá e me sentei ao seu lado._Olha só você._Ela disse apontando para o bebê na foto.
_Você era uma gracinha._A Mell disse sorrindo pra mim.
Ficamos um bom tempo ali olhando todas aquelas fotos e ouvindo meus pais contarem algumas historias sobre as fotos.E isso me lembrou de quando eu era uma criança e nós sempre estávamos juntos.Mas depois que eu cresci minha mãe ficou estranha, sei lá, sempre me vigiando, me observando.Seus sorrisos se tornaram forçados, ela vivia preocupada comigo.Como se ela tivesse medo de que algo acontecesse mas quando eu tentava conversar ela apenas dizia que não era nada.E isso de alguma me preocupava também.



Amber....

Eu estava caminhando pela floresta indo pra casa quando de repente escuto um barulho.Me virei tentando achar de onde havia saído esse barulho mas não havia nada.Então continuei caminhando ate um vulto passar na minha frente.Senti meu coração acelerar.Quem era? Tentei correr mas o "vulto" me impediu parando na minha frente.Estava pronta pra me transformar quando vi quem era o "vulto" e senti meu coração se acalmar.Sorri pra ele parado na minha frente.
_Quase que mata de susto, pai._Eu disse colocando a mão no coração.
_Devia ficar mais alerta.Se fosse um inimigo, seria uma luta fácil pra ele._Ele disse me olhando severamente.
_Eu sei pai, desculpe.
_Tudo bem.Onde passou a tarde?_Ele disse enquanto se virava e começava a caminhar.
_Andando pela floresta._Eu disse caminhando ao seu lado._Como foi a aula hoje com as crianças?
_Normal._Ele sorriu virando para me olhar._Deveria ir na aula de amanhã.Eu quero mostrar as crianças uma luta e bom, o Mark já não é um bom oponente._Lembrei que amanhã eu encontraria o Nate mas talvez desse tempo de encontra-lo depois da aula.
_Claro pai._Sorri pensando que já fazia tempo desde a ultima vez em que meu pai havia me chamado para ajudar nas aulas.
Assim que chegamos em casa fui direto pro quarto me deitar eu me sentia feliz de um jeito que não sentia há muito tempo.




Espero que gostem...Comentem bastante...:)